Flávia Saad
Texto porFlávia Saad
37 anos - Santos (SP)

Viagens esportivas para os Estados Unidos

Há algum tempo, o Juicy Santos contou a história do Vinício Grossi, um santista fissurado por esportes que tem uma super experiência em viajar para os EUA pra assistir futebol americanobasquete, hóquei e beisebol. 

Muita gente pediu mais dicas sobre como planejar uma viagem esportiva para o exterior. Estamos aqui para atender! 

Vamos falar agora sobre os fatores que você precisa levar em conta se quiser realizar esse sonho de viver ao vivo a emoção de uma NFL, NBA, NHL ou MLB. 

E tudo começa com… 

Planejamento

Como já explicamos, a primeira coisa é observar o calendário das partidas. 

A JPW, agência de Santos que tem pacotes de viagens esportivas para os EUA, pode te ajudar

A localidade fica a seu critério: você quer assistir ao seu time do coração ou aproveitar a viagem para passear antes e depois?

“Cidades tradicionais, como NY, Miami, Chicago ou San Francisco tendem a perder um pouco da característica ‘old school’ na experiência off field (fora do campo). Entretanto, para pessoas que querem iniciar nesse acompanhamento de esporte, é uma ótima alternativa, pois você junta o apelo turístico desses grandes centros com o fato de assistir aos jogos. Entretanto, depois que você pega o gosto, sem dúvida as cidades com menor apelo turístico proporcionam as melhores experiências”, indica Grossi.

Segundo o empresário, apesar de estar cada vez mais fácil comprar ingressos pela internet, é preciso saber muito bem “onde se pisa”, especialmente em cidades de franquias que não tem muito apelo turístico, como Kansas City, Charlotte, Green Bay, Baltimore, Portland e Cincinnatti, pra citar algumas.

“É importante pesquisar um pouco sobre a cidade antes de viajar. Normalmente, em centro menores, ficar em Downtown é sempre uma boa opção pois costuma alocar os melhores bares, restaurantes e opções de entretenimento das regiões. Além do que alguns estádios como em Charlotte, Indianápolis e Baltimore, ficam localizados dentro de Downtown, o que te garante a oportunidade de vivenciar na totalidade a experiência dos jogos”.

www.juicysantos.com.br - viagem para ver futebol americano

Quando ir?

Pense, também, na data escolhida para a viagem. Ainda que as disputas sejam quentes dentro do field, as temperaturas estão lá embaixo em alguns períodos da temporada de futebol americano.

Então, precisamos mencionar: nos meses de novembro, dezembro e janeiro, se você escolher ir para o norte do país, vai encontrar MUITO FRIO – e até neve – nas partidas.

Claro que o Super Bowl é a menina dos olhos de qualquer fã, mas os valores dos ingressos acompanham o tamanho do evento = preços exorbitantes. A mesma coisa acontece para outros esportes, como a World Series (série final da MLB) ou as finais da Stanley Cup (NHL).

Dica: uma opção viável para jogos importantes, que não depende muito de uma programação prévia, são as finais de conferência.

Grossi esteve presente na final da NFC entre Panthers e Cardinals, em janeiro de 2016, e também no jogo 7 das finais da Western Conference da Stanley Cup, entre Blackhawks e Ducks, no ano de 2015.

“Nesses casos, é impossível se programar pois a definição do calendário acontece com muita proximidade a realização da partida. Mas dá sim para economizar. As companhias aéreas tendem a baixar demais os preços quando os voos não lotam e rotas alternativas são excelentes opções. Para a final entre Panthers e Cardinals, por exemplo, eu comprei um voo para Columbia, na Carolina do Sul, um pequeno aeroporto a 1h30 de Charlotte. A passagem ficou 4 vezes mais barato do que o trajeto regular para Charlotte”

www.juicysantos.com.br - viagem esportiva para os EUA

Para quem gosta de se programar, existem também datas “especiais” interessantes.

Na NFL, por exemplo, Grossi já esteve em jogos bem importantes, como a abertura da temporada em 2016, na partida entre o Carolina Panthers e o Denver Broncos, em Denver (Colorado).

“É muito legal pois a liga cria, por uma semana, uma “vila” na cidade, convocando as pessoas para o evento”.

www.juicysantos.com.br - viagem para os estados unidos para ver futebol americano

www.juicysantos.com.br - viagem para os estados unidos para ver nfl

Outra data interessante é o Thanksgiving (Dia de Ação de Graças), que precede a Black Friday, uma ótima oportunidade para quem quer fazer compras. 

Grossi esteve em Baltimore, em 2013, acompanhando Ravens x Steelers. Após o jogo?

“Direto para o shopping. Os descontos começam à meia noite. Vale a pena”

A MLB (baseball) é outra liga que conta com datas legais.

“Labor Day e Memorial Day são feriados tradicionais nos EUA e o baseball sempre se adapta a essas agendas. Nessas datas, ir a um ball park (como são chamados os estádios de baseball) se torna um programa familiar. Os jogos ocorrem durante o dia/tarde e estão sempre lotados. Estive durante um Labor Day no Petco Park em San Diego. Atmosfera fantástica. Os ball parks são, sem dúvidas, os mais estruturados dentre todas as ligas”

www.juicysantos.com.br - viagens esportivas para os EUA

A experiência

Entrar no estádio pela primeira vez é um choque – positivo, isso sim.

Grossi se impressionou com a segurança e a organização de tudo.

“Você pode ir com a camisa que quiser e torcer para quem quiser, não tem problema. Se quiser chegar no jogo 15 minutos antes, tudo bem. Os acessos são amplos e seu lugar está sempre lá, livre, te esperando. E isso vale pra um ginásio de basquete ou hockey, de menor capacidade, ou em estádios de baseball e futebol americano, de maior capacidade. Faz parte da estrutura, da cultura deles”.

www.juicysantos.com.br - viagem para ver nfl

Além do jogo em si, uma das coisas mais bacanas são os chamados tailgates, as tais festas nas áreas externas do estádio.

A galera faz um esquenta antes dos jogos com churrasco e cerveja – à moda americana, claro. Os estádios ficam cheios de gente curtindo diversas atrações, comendo e bebendo. Tem um pessoal que até acampa e passa o fim de semana nos estacionamentos!    

Vamos?

Se você sempre quis assistir a um jogo do calendário esportivo dos EUA, procure a agência de viagens santista JPW Turismo, que oferece pacotes e consultoria para viagens esportivas – tudo pra facilitar sua vida e deixar a experiência ainda mais inesquecível!