Texto porFlávia Saad
42 anos - Santos (SP)

Temporada de cruzeiros 2024 em Santos tem impacto potencial de R$ 1 bilhão

A temporada de cruzeiros 2024 em Santos vai ser a maior dos últimos 11 anos.

De 29 de outubro de 2023 a 3 de maio de 2024, o Terminal Marítimo Giusfredo Santini-Concais receberá 152 escalas (nove a mais do que a temporada passada) de 15 navios.

Sete são de cabotagem (navegação no País e América do Sul): Costa Favolosa, Costa Diadema, MSC Seaview, MSC Lirica, MSC Preziosa, MSC Armonia e o MSC Grandiosa. Este último, estreante deste ano, é o maior que já navegou em águas brasileiras, com capacidade para mais de 6,3 mil passageiros. Sua primeira parada no cais santista está marcada para 25 de novembro.

Consideradas de longo curso, passam por Santos durante cruzeiros internacionais as embarcações Le Lyral, Norwegian Star, MS Marina, Celebrity Eclipse, Azamara Quest, MS Seven Seas Splendor e MS Seven Seas Voyager.

www.juicysantos.com.br - temporada de cruzeiros 2024

Entre embarques, desembarques e escalas de trânsito, aproximadamente 917 mil turistas passarão pela cidade, movimentando a economia local em R$ 1 bilhão em 195 dias.

Desse total, aproximadamente 74,2 mil são passageiros em trânsito. Ou seja, que não embarcaram no Porto de Santos, mas que estão por aqui para conhecer as nossas atrações.

O que fazer em Santos em uma parada de navio?

A cidade se prepara para receber os tripulantes e turistas em trânsito.

Ao chegar no terminal, há o Posto de Informações Turísticas (PIT) com recepcionista bilíngue da Secretaria de Turismo para dar dicas de o que fazer em Santos. E, nos dias com passageiros em trânsito, uma unidade volante no portão de saída espera os passageiros, também com recepcionista, para passar informações sobre pontos turísticos, serviços e referências.

Neste ano, está de volta retomou o programa “Santos, Todos a Bordo!”, que oferece rotas turísticas para cruzeiristas que chegam cedo para embarcar nos navios.

São 2 roteiros que começam na entrada da cidade, no Saboó, e passam por alguns dos principais pontos turísticos, como o Orquidário, a Vila Belmiro, a orla da praia, o Aquário e a Nova Ponta da Praia.

Segundo a prefeitura, vem aí uma exposição especial no Museu Pelé, que abrirá durante a temporada de cruzeiros. Também estão programadas feiras criativas em espaços como Aquário, Orquidário, Valongo em todos os fins de semana, além das atrações turísticas fixas.

Para esses visitantes, o Centro Histórico está cheio de rolês legais, como o próprio Museu Pelé, a linha turística do bonde, o Museu do Café e o Monte Serrat. Todos esses estão em distância caminhável e é tranquilo se deslocar de um para outro.

Navios movimentando a economia

Segundo a Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo (Seectur), esta temporada de cruzeiros deve gerar entre 18 e 20 mil postos de trabalho na região. A estimativa se baseia em estudos da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia Brasil), que aponta que cada cruzeirista deixa nas cidades de escala aproximadamente R$ 639,37. Porém, quando se fala em Santos, cidade de embarque e desembarque, o valor pode chegar a R$ 813,56.

Esses gastos são distribuídos entre diversos setores, como o comércio, a hotelaria e a gastronomia.

Pra ver de camarote

Para quem não resiste a uma passadinha na Ponta da Praia para admirar os gigantes navios cruzeiros entrando e saindo do porto, vale a dica: os dias mais movimentados do canal do Porto serão 18 de dezembro, 3 de janeiro, 28 de janeiro, 10 e 11 de março (três navios atracando em cada um).

Para conferir todas as escalas da temporada com datas e horários, basta acessar o site do Concais.