Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 23 anos - Santos

5 motivos para assistir Sintonia, a série do KondZilla na Netflix

Em abril de 2018, o QG do Juicy Santos enlouqueceu com a notícia de que ia rolar uma série do KondZilla na Netflix.

Após mais de um ano de espera, Sintonia finalmente foi lançada na plataforma de streaming. E já chegou com a força que o rei do Youtube merece: disponível em 190 países, com dublagem em inglês e espanhol e legenda em alemão, italiano, francês e inglês. Mais do que isso, sua majestade Konrad Dantas tem arrancado elogios da crítica especializada.

juicysantos.com.br - série do KondZilla na NetflixImagem: Helena Yoshioka

Se você ainda não deu play por preconceito com o tema central da trama, que é o funk, deixa de bobeira. Continue a leitura e descubra porque vale a pena maratonar e seguir o baile de Sintonia!

Motivos para assistir Sintonia, a série do KondZilla na Netflix

1. Roteiro baseado na realidade local

Não estamos falando de um trabalho biográfico sobre a história do Kond, mas a série traz muito da realidade aqui da região. Isso porque o roteiro se inspira em tudo que o próprio KondZilla viu e viveu no no Jardim Santo Antônio, em Guarujá.

Em resumo, a história é narrada a partir do ponto de vista de três personagens, Doni, Nando e Rita. Eles apresentam os universos da música, crime e religião em uma favela fictícia na capital de São Paulo. Apesar de terem crescido juntos, cada um transforma suas experiências de infância em caminhos muito divergentes. É mega emocionante!

2. Pratas da casa para todo lado

Que o KondZilla é da Baixada Santista você já sabe. No entanto, ele não é o único que representa a região neste trabalho. Christian Malheiros, um dos protagonistas da série (Nando), é de São Vicente! O ator tem 19 anos e começou a carreira na Escola de Artes Cênicas Wilson Geraldo, em Santos.

juicysantos.com.br - série do KondiZilla na Netflix

A atuação dele em Sintonia está sendo bastante elogiada. Aliás, ele foi apontado como o destaque por muitos críticos. Mas essa não é a primeira vez que isso acontece: o vicentino também participou de Sócrates, indicado ao Spirit Award – considerado o Oscar dos filmes independentes – que estreia em circuito nacional em setembro de 2019.

Na sala de roteiro também tinha caiçara. Luiza Fazio, que apareceu por aqui quando trabalhou em Samantha! (também da Netflix), fez as vezes de coordenadora de roteiro na série do Kond.

3. Memes

Nos dias de hoje, produção boa é aquele que rende memes. E a galera que está assistindo Sintonia já criou váaaaaaaarios memes. Mas tem que assistir para entender e usar.

4. Está todo mundo falando bem

Esse é o motivo principal: a série é boa. Aliás, MUITO BOA!

E não sou eu quem está falando. Só para ilustrar, o Observatório do Cinema deu nota 4 de 5 para a série e o Freakpop 9.2 de 10. Já o Notícias da TV, portal da Uol, foi emblemático: é a melhor série nacional da Netflix até o momento.

“Apesar de ter sido pensada para o público das comunidades, Sintonia também tem atrativos para outros espectadores. A história dos três amigos é construída como em tantas outras séries, com derrotas e vitórias, romances e corações partidos.

A história de Rita na igreja também foge do lugar-comum. (…) Mesmo a caminhada de Nando no crime evita estereótipos”.

Você pode conferir a critica completa aqui.

juicysantos.com.br - série do KondZilla na NetflixImagem: Helena Yoshioka

Também rolaram avaliações em veículos internacionais. Assim como aconteceu por aqui, os adjetivos usados foram super positivos.

5. Dá para maratonar em um final de semana

A série do KondZilla na Netflix vai te fazer rir e chorar. E, se você, assim como eu, ama começar e acabar a série bem rapidinho, esse é um prato cheio. Sintonia tem seis episódios de 40 minutos em sua primeira temporada, ou seja, dá para começar sexta-feira à noite e terminar no final de semana.