Clique aqui e confira também nosso tema da semana

O que fazer na Ponta da Praia: 7 passeios para curtir no bairro de Santos

Não tem como passar pela Ponta da Praia e não tirar o celular do bolso para fazer, ao menos, uma foto. A paisagem é altamente Instagramável, sem necessidade alguma de filtro. Misturada ao cheirinho característico do mar, transforma a experiência em algo ainda mais delicioso de viver. Pena que a imagem não registra o som confortável das ondas chegando às pedras, enquanto a brisa balança os cabelos.

E talvez seja essa sintonia perfeita entre cidade e natureza que sempre atraiu minha atenção ao bairro, mesmo na infância. O som dos carros ornando com as ondas do mar. A ansiedade em ver um navio de perto e registrar detalhes para compartilhar com os amigos. Até mesmo ver os pinguins lá no Aquário… Tudo isso pra dizer que sempre tem o que fazer na Ponta da Praia!

Por que morar na Ponta da Praia?

O bairro atualmente é um dos principais e mais nobres da cidade. Ele abriga imóveis de médio e alto padrão, além de ser endereço das mais tradicionais famílias santistas. O boom imobiliário acarretou na construção de prédios altíssimos e condomínios sofisticados, que trouxeram uma nova paisagem ao local.

Porém, a realidade já foi bem diferente.

A Ponta da Praia começou a ser povoada no final do século 19, formada por chácaras de imigrantes japoneses. A economia da época girava em torno da pesca e horticultura.

Vale lembrar que o bairro também englobava a Aparecida, até que a Lei 3485/67 oficializou a nova configuração em 29 de junho, como contamos nestas 10 curiosidades que você precisa conhecer sobre a Ponta da Praia.

De volta aos dias de hoje, é fácil entender como o bairro se tornou um dos melhores para chamar de casa. A sofisticação e ótima infraestrutura oferecem diversos meios para lazer, serviços, recursos e comodidade. Junto à segurança e a natureza bem pertinho, quem escolhe a Ponta da Praia ainda garante uma vida mais prática e tranquila.

O que fazer na Ponta da Praia, em Santos?

Seja para morar ou turistar, existe muito o que fazer na Ponta da Praia. Isso porque o bairro abriga uma grande variedade de atrações turísticas, bares, restaurantes e, claro, atividades ao ar livre.

Nós reunimos 7 passeios imperdíveis para curtir o lugar, olha só:

www.juicysantos.com.br - deck do pescador

1- Admirar um fim de tarde no Deck do Pescador

Localizado logo em frente ao Museu de Pesca, o espaço avança 35m sobre o mar e tem 2 módulos na entrada: um possui sanitários (com adaptação para deficientes físicos) e outro com lanchonete e lojinha de artigos de pesca.

Apesar do nome, o deck também atrai turistas e moradores da cidade, já que o local é tranquilo e ideal para curtir a família ou apreciar a paisagem. Observar os barcos e navios, além de ver o sol se pôr, é um espetáculo que todo mundo precisa vivenciar!

Mas, se você quer se arriscar na pesca, dá para fisgar espécies como perna-de-moça, robalo, caratinga e baiacu durante o dia, viu?

2- Passear com a família no Aquário

O Aquário Municipal é a atração mais visitada da cidade e a segunda do Estado (perdendo apenas para o Zoológico de São Paulo). É um espaço privilegiado de lazer e conhecimento, sendo pioneiro em projetos de preservação do mar e seus habitantes.

O parque abriga 32 tanques, com cenografia que reproduzem os habitats naturais dos animais. Falando nos moradores, o que não faltam são espécies marinhas que despertam a curiosidade dos visitantes – seja criança ou adulto.

O Pinguinário, por exemplo, possui três ambientes: dois ligados por uma passagem submersa e um (solário) que é aberto para a entrada de luz solar.

Quem também visita o Aquário fica boquiaberto com o casal de tubarão-lixa, que sempre chama atenção. Sem contar os outros tanques do espaço, com espécies de sernambiquaras, corcorocas, xaréus, robalos, salemas, marimbas e raias-ticonha.

Não dá pra esquecer do tanque de animais invertebrados marinhos. Lá é possível ver de pertinho as estrelas-do-mar, ouriços, caranguejos-eremitas, anêmonas e outros moluscos.

E, se você não dispensa uma boa música, o projeto Chorinho no Aquário acontece todos os sábados, às 18h.

História e conhecimento para quem não dispensa um museu

Hoje em dia, a internet proporciona o acesso fácil e rápido a qualquer informação, né? Mas nada substitui a experiência de adquirir um novo conhecimento logo na fonte. Por isso, os museus são tão incríveis e imperdíveis!

E a Ponta da Praia não tem apenas um, nem dois… São três!

O Museu de Pesca é uma das principais atrações turísticas da cidade. Tanto é que integra o patrimônio histórico-cultural de toda a região! Por lá, você vai conhecer um esqueleto de baleia com 23 metros de comprimento, lulas gigantes, animais taxidermizados e uma enorme coleção de areias de praias de todo o mundo!

Já o Museu do Mar reserva um acervo bem grande da biologia marinha da América Lática. Além disso, conta com a maior coleção de tubarões taxidermizados do país. Entre as atrações, também há o embrião de um exemplar com duas cabeças e dentes fossilizados de um megalodonte, O animal pré-histórico foi extinto há 30 milhões de anos!

Por fim, o Museu Marítimo abriga um dos principais acervos de arqueologia submarina e da história marítima do país. Os visitantes podem presenciar a simulação de tiros de canhão, contemplar modelos de piratas e capitães e até apreciar relíquias resgatadas de embarcações antigas. E, sim, tem do Titanic!

3- Jantar em um restaurante com vista para o mar

Imagina só jantar (ou almoçar) com a vista todinha para o mar? A avenida da praia conta com sofisticados restaurantes para quem não dispensa uma boa gastronomia, como o Capitães, Hiná Fish e Mar del Plata.

Para enriquecer ainda mais a experiência, ainda é possível ver diversos cruzeiros durante a temporada de navios. Impossível não ficar boquiaberto com tamanha beleza!

www.juicysantos.com.br - revo coffee

Onde comer na Ponta da Praia: bares e restaurantes

Mas, se você busca outros lugares para comer e se divertir, a Ponta da Praia conta com opções para todos os públicos e gostos.

A REVO Manufactory é um espaço imperdível, com almoço, brunch, jantar e pizza. O lugar vem se tornando cada vez mais conhecido entre os santistas, e o Juicy contou a história do projeto lá no início.

Para quem curte a vida noturna, o Bar Tu é um boteco moderno e temático inspirado no lifestyle caiçara. Tem até pinturas homenageando o Rei Pelé e o músico Chorão, do Charlie Brown Jr.

E não tem como falar de praia sem pensar em quiosques! O Quiosque Berggren traz a combinação ideal entre chopps exclusivos, burgers e porções, com a melhor vista da orla de Santos.

4- Praticar exercícios no Rebouças

O Centro Esportivo e Recreativo Rebouças atende cerca de 4,5 mil pessoas por mês. Por lá, você pode praticar diversas atividades, como alongamento, basquete, bike indoor, ciclismo, dança, esportes adaptados, futsal, ginástica pra terceira idade, ginástica localizada, ginástica rítmica, hidroginástica, caratê, muay thai, musculação, nado sincronizado, natação, patinação, pilates solo, polo aquático, taekwondo, tai chi chan, voleibol e ioga.

A área possui 23 mil m², que contempla três quadras cobertas, três piscinas, sala de musculação, pista de cooper, playground, calha de malha, entre outros.

5- Aproveitar muito a orla e a praia nos dias de verão

Não tem como falar sobre o que fazer na Ponta da Praia sem pensar automaticamente na… Praia! A faixa de areia é perfeita para levar a família ou reunir os amigos. Além disso, existem quiosques ali pertinho, como o já citado Berggren, que deixam o lazer ainda mais delicioso. Ah, e não vá embora antes de fazer o tradicional clique das muretas, o símbolo queridinho da cidade!

6- Levar as crianças para brincar na fonte interativa

Novidade na cidade, a fonte interativa fica localizada entre os clubes Vasco da Gama e Internacional de Regatas. A atração é imperdível, principalmente para as crianças que amam se divertir. Vale lembrar que o espaço funciona em seis períodos ao longo do dia, sempre de quarta a segunda, sujeito a alterações.

7- Curtir os eventos dos clubes

A Ponta da Praia também é endereço dos tradicionais clubes da cidade, como Internacional e Saldanha da Gama. Além das atividades para os sócios, os locais também contam com uma agenda de eventos, principalmente em datas comemorativas, como o Réveillon e Carnaval. Em alguns deles, não é preciso ser associado para entrar nas festas.

É importante ressaltar que os clubes da Ponta da Praia são parte da história do bairro. As agremiações foram criadas para promover o desenvolvimento de esportes aquáticos, pois o remo estava bem em alta na época. Mas também trouxeram muito glamour e movimento para a cidade por décadas, sediando centenas de eventos, como bailes, festas, campeonatos esportivos… E o tradicional Banho da Dona Doroteia, que era a sensação dos foliões!

Menção honrosa: Mercado do Peixe

Impossível falar em Ponta da Praia sem lembrar do clássico Mercado do Peixe! O espaço existe desde 1982, oferecendo as mais diversas espécies e grande variedade de frutos do mar. Ah, e sempre fresquinho, viu?

É uma atração imperdível para turistas, sem deixar de lado o atendimento especial aos moradores que recorrem ao local para comprar peixes de qualidade!

Ah, e não deixe de fotografar o belíssimo mural do Kobra no mesmo local.

Modernidade e novidades

Recentemente, a Ponta da Praia recebeu uma grande remodelação, com o Novo Mercado de Peixe e a construção de um Centro de Convenções para receber exposições, convenções e shows. Também vale lembrar que o bairro fica próximo à balsa de travessias para Guarujá, sendo possível curtir uma cidade diferente a apenas alguns minutos de distância.

Toda a modernidade, sem deixar de lado sua história, torna a Ponta da Praia uma escola ideal para quem busca qualidade de vida. Isso sem perder a vibe caiçara que todos buscam ao se mudar para o litoral.

E, se você também deseja ser um pontadapraier, a Chave Urbana é uma consultoria imobiliária especializada em imóveis de alto padrão, com foco na venda e locação. A equipe está pronta para te auxiliar por meio de um atendimento personalizado e de qualidade, levando experiência diferenciada para quem busca não só morar em Santos, mas também viver a cidade!

Texto porJuliana Duarte
Jornalista, Praia Grande