Não tira a mão daí, menina
13/04/2018 Por Carol Sanseverino Sexo

Não tira a mão daí, menina

Tira a mão daí, menina!

Aposto uma bolinha que estoura que essa foi uma das frases que você mais escutou na infância, que ecoou na adolescência e te impediu de conhecer a sua melhor amiga até agora, a VADJÁÎNA. Acertei?

Ainda arrisco dizer algumas consequências desse pequeno trauma:

#1 Já que é errado, você só deixa o parceiro(a) tocar e tá tudo certo. Se chegar lá alguma vez, tá no lucro!

#2 Solteira, sem intimidade com você mesma e subindo pelas paredes… precisa sentir alguma coisa e aceita ir para os finalmentes já de cara, mesmo não curtindo a pessoa (aquela necessidade de segurar o stress, né?!)

#3 curiosa que só, jogou no santo Google, viu como o negócio funciona e descobriu o céu mesmo estando na terra, SOZINHA!

#4 Carol, você tá falando daquela coisa que parece uma flor?!

charles-deluvio-538048-unsplash

São tantas censuras a respeito do corpo feminino e de seu prazer, que a principal lição que uma noiva recebia das mulheres antigas era:

“Finge que está sentindo prazer e pronto, ele nunca vai descobrir”.

A verdade é que essa lição foi levada tão a sério que muitas mulheres ficaram anos – ou a vida inteira – sem conhecer o orgasmo. Aliás, você sabia que 56% das brasileiras (ou seja, muuuuuita mulher) nunca chegaram lá?! OH MY! Esse triste dado é do Prosex, Projeto Sexualidade.

Esses dias estava conversando com a M* (apenas a letra, porque aqui é Sob Sigilo em tudo, né?! 😝), uma manicure fofa que aparentava ser super bem resolvida na cama. Daí ela me pergunta:

– Carol, por que eu só consigo gozar em uma determinada posição?
– Aposto que é por cima, certo? – respondi já sabendo onde a conversa ia dar.
– Sim! Queria gozar de uma outra forma…
– M, você já se masturbou?
– Como assim, me tocar sozinha? Nunca.
– Sabia!

A conversa ainda desenrolou bem e descobri que a M tinha uma vida sexual super ativa, que gostava de usar brinquedos eróticos, mas que não tinha muita noção de como o seu corpo funcionava! E caiu a minha ficha: assim como a M, muitas focam tanto em surpreender o parceiro e de inovar no sexo que esquecem do principal: o seu próprio prazer!

Então, como que eu começo?

f6fcd2e09027ff243e5baa8af6043e40

Simples: a primeira lição é entender como a sua bff funciona!

Dica: pegue aquele espelhinho que você deixa na bolsa e leve para o banheiro ou se tranque no quarto. Sente-se e coloque ele numa posição que dê visão total da sua (leitura em voz baixa) xoxota.

Bons modos sempre, então, se apresente para sua nova amiga.

Isso que você está vendo é a VULVA! Sim, muitas pessoas já acham que essa maravilha é a vadjáîna, mas ela é bem pequena e difícil de ser vista. A Vulva é a famosa flor, pois é constituída por 2 camadas que precisamos desdobrar para achar o seu fruto proibido. Para te ajudar ainda mais, uma pequena colinha:

vagina_ilustracao

Continue a exploração… aposto que já achou aquela pintinha famosa, né?! E fique calma nesse primeiro encontro, não precisa rolar intimidade. Lembre-se: tudo no seu tempo. Claro que as vezes a química é forte e nessa primeira vez já rola algo a mais (tão bom!).

Mas se não rolar, tudo bem. Se perceber que a trava é muita, tente algo durante o banho, você já tá passando a mão ali mesmo… se toque um pouco mais (nessa hora, sem sabão). Vai no seu ritmo, tranquila. Um dia após o outro, o importante é não desistir.

Como a ideia é fazer amor consigo mesma, tire umas horinhas para você. Coloque um filme que desperta o seu desejo, leia um conto ou fantasie com aquela pessoa que te tira dos eixos… faça uma meia luz, se preferir, tome uma taça de vinho (ajuda, viu.). E se entregue ao toque!

O seu corpo vai começar a responder seus estímulos e, juntos, vocês vão desvendar como e onde o prazer está.

Formas de toques para o clitóris

vem_ca_paola

Chamadinha
Esse é o famoso para encontrar o Ponto G. Você vai introduzir um dedo e fazer aquele sinal sexy de chamadinha.

DJ
Nada como uma mixagem, né? Use uns 3 dedos e faça o vai e vem, vem e vai como se fosse em um cd.

Vibrador
Sim, até para quem tá começando ele pode ser uma boa!

Tem um mini que sempre indico, porque não vai te assustar no começo e pode até usar com o parceiro (sei que muitos homens ficam grilados com os formatos e tamanhos porque pensam que não estão dando conta… aiii aiii).

Formas para penetração

Frutas e objetos estranhos, NÃO USE! Aqui vai ter que investir em um produto mesmo. Existem diversas próteses realísticas ou vibrador que vão dar conta (e muito) do recado.

É mulher, muita coisa nova para (re)descobrir. Mas sabe o que eu acho de mais bacana nisso tudo? O poder que ele proporciona. Depois que aprendi a me dar prazer e saber o que eu gosto, comecei a me valorizar mais. Afinal, isso tudo também faz parte do empoderamento feminino.

Ah, se tiver alguma dúvida ou quiser conversar mais, me manda um e-mail: [email protected]. E fique tranquila, porque a nossa conversa é completamente Sob Sigilo, shhhhh

Resumo da aula: esquece tudo o que te disseram e não tira a mão daí, menina