Flávia Saad
Texto porFlávia Saad
39 anos - Santos (SP)

Vem, vacina! 9 em cada 10 brasileiros pretendem se imunizar contra o coronavírus

  • 2
    Shares

Parece até surreal ter que escrever essa matéria. Mas, em dias como os que estamos vivendo, em que tanta gente nega o progresso cientifíco dos últimos anos – e até séculos -, é pra glorificar de pé uma notícia como essa.

Segundo uma pesquisa aplicada pela Hibou, empresa de pesquisa e monitoramento de mercado e consumo, 9 entre cada 10 brasileiros respondeu que SIM, vão tomar a vacina da COVID-19.

Os dados do levantamento nacional apontam que 87,4% das pessoas confia no imunizante.

Até o momento em que publicamos este texto, as vacinas aprovadas emergencialmente pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) são a da AstraZeneca e a CoronaVac (Sinovac).

www.juicysantos.com.br - 9 em cada 10 brasileiros confia na vacina

Otimismo

Mais de 2.500 indivíduos foram ouvidos pelo estudo entre 29 de janeiro e 2 de fevereiro de 2021.

Outro dado interessante é o otimismo: 54,3% acredita que já estarão vacinados até o último trimestre de 2021.

Por aqui, também estamos nessa expectativa. Vale lembrar que, se você mora no estado de SP, é importante fazer seu cadastro no Vacina Já. Mesmo se ainda não estiver na sua vez, os dados vão agilizar em até 90% o tempo de espera na hora da vacina.

A vida após a vacina

Claro que a gente não aguenta mais o medo do vírus e a privação que ele causou nos últimos 11 meses.

E isso não deve mudar muito após a imunização.

Quem participou da pesquisa afirmou que, após o período de isolamento, atividades como o happy hour da firma (27,5%), levar marmita de casa (39,2%) e reuniões por computador (26,2%) se tornarão mais frequentes. Já o almoço na rua durante a semana deve se tornar menos frequente para 30,5%.

Ainda de acordo com a Hibou, os hábitos continuarão parecidos com os dos últimos tempos. Pelo menos, para quem está ainda respeitando o isolamento e o distanciamento.

Aliás, 33,7% da população pretende ir pra balada com menos frequência do que antes do COVID-19. E o rolê bar com a galera parece interessante para 27% dos entrevistados.

Por outro lado, os passeios em parques e praças públicas devem estar mais presentes na vida de 41,6% das pessoas. Assim como quando se fala de viagens. Viajar a passeio é o objetivo de 43,2%.

E o almoço em família se tornará 33,9% mais frequente.

Cinema, teatro e shows estão na lista de 1/3 dos entrevistados.

“Com o final da pandemia, outro dado importante para o varejo em geral envolve as mudanças nos hábitos de consumo. Percebemos que três atividades muito comuns no dia a dia devem ser realizadas com menos frequência: ir ao cabeleireiro (17,1%), experimentar roupa em loja (28,7%) e passear no shopping (27,4%)”, explica Ligia Mello, da Hibou.