Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Museu do Café em Santos está entre os mais bem avaliados do mundo

  • 2
    Shares

Você é santista e nunca visitou o Museu do Café?

Passa todas as férias de verão por aqui e ainda assim não conhece essa verdadeira pérola do Centro Histórico?

Então está na hora de mudar isso. O acervo do museu é incrível e a visita vale super a pena. E não somos nós que estamos falando. Isso porque, nessa semana que passou, a atração recebeu o Travellers’s Choice Awards 2020.

Museu do Café entre os melhores do mundo

Se você nunca ouviu falar, essa é uma premiação feita pelo TripAdvisor desde 2002.

Para escolher os primeiros lugares do ranking, o aplicativo utiliza as avaliações e opiniões feitas por viajantes que visitaram atrações turísticas, culturais e naturais em todo o mundo. Em 2020, foram usadas as opiniões deixadas até o início da pandemia. A pontuação segue uma escala que vai de excelente a horrível.

E o Museu do Café foi um dos destaques positivos da plataforma.

juicysantos.com.br - Museu do Café entre os melhores do mundoImagem: Reprodução

Assim como outras 12 instituições que ficam no estado de São Paulo e você pode conhecer qualquer dia delas. Se liga na lista:

  • Museu do Futebol;
  • Museu Catavento;
  • Pinacoteca de São Paulo;
  • Memorial da Resistência;
  • Memorial da América Latina;
  • Museu da Imagem e do Som;
  • Museu Afro Brasil;
  • Museu da Imigração;
  • Museu de Arte Sacra;
  • Museu da Casa Brasileira;
  • Museu Portinari;
  • Museu Felícia Leirner.

O que fazer no Museu do Café

Já que o Museu do Café é o único da Baixada Santista nessa lista, vamos focar nele.

Inaugurado em 1998, o Museu do Café representa uma atração imperdível no Centro Histórico de Santos. Afinal, como você já deve saber, o café faz parte da história da cidade. Não sabe? Então conferir o acervo vai te ajudar a entender isso em detalhes. A experiência por lá é super rica. E tem desde explicações sobre como a importação do café ocorria até mudas de café para você conhecer e amostras dos diferentes tipos de grãos.

Além da exposição permanente, a programação sempre tem mostras temporárias. Já rolou, por exemplo, sobre a arte de Benedicto Calixto e até do Museu da Língua Portuguesa.

Também acontecem vários cursos por lá – desde aulas de fotografia até sobre preparo de café. Shows e várias outras atrações estão entre as atividades complementares. Ah, e não dá pra deixar de mencionar a degustação de café por R$ 10.

Visite o Museu do Café

Se você nunca esteve por lá, uma boa notícia: o Museu do Café já voltou a receber o público. De acordo com a divulgação, o equipamento está seguindo todos os protocolos de segurança.

Portanto, o funcionamento acontece apenas de quinta-feira e domingo, das 11 às 17 horas. As visitas abrem a cada 30 minutos com, no máximo, 40 pessoas no interior do museu. Além disso, é necessário usar máscara e fazer todo o processo de higienização das mãos.

A entrada custa R$ 10 e é gratuita aos sábados. Caso você preferia ficar em casa, dá para conhecer o acervo numa visita guiada online – que, neste caso, acontece todos os dias e é de graça.