Texto porVictória Silva
Jornalista, 25 anos - Santos

Fortalezas da Baixada Santista: turismo e história unidos

Já reparou que, às vezes, damos mais valor a atrações turísticas quando não estamos na nossa região? Por exemplo, existem vários museus na Baixada Santista e aqui pertinho, mas a galera gosta de ir ao Louvre e ao MoMA. Amamos conhecer a história de outros lugares, mas deixamos de lado locais incríveis como as fortalezas da Baixada Santista. 

É sobre elas que vamos falar nessa matéria. E, ao fim dessa leitura, temos certeza de que você vai querer mudar isso e conhecer todas.

Fortalezas da Baixada Santista

Primeiramente, vale dizer que são oito fortalezas espalhadas pela região. O número faz da Baixada Santista um dos locais mais fortificados do país. Vale dizer que todas as construções são consequência de dois fatores: o porto de Santos (e a necessidade de proteção a ataques piratas) e também aos possíveis ataques da Revolução de 1932 e na Guerra Fria.

Duas dessas fortalezas concorrem a Patrimônio Mundial da Unesco!

Em resumo: tem muita história espalhada pela Baixada Santista e essa matéria vai te render vários passeios pela região. Confira e mande para quem for te acompanhar no turismo pelas fortalezas da Baixada Santista.

Fortaleza de Itaipu (em Praia Grande)

www.juicysantos.com.br - Fortalezas da Baixada SantistaImagem: Divulgação

Sua construção começou em 1902.

A área em que foi construída é privilegiada, pois de lá, dá pra ver toda a Baía de Santos. Atualmente, este é também o local que tem uma das últimas reservas de Mata Atlântica do estado. Além disso, abriga o 2° Grupo de Artilharia Antiaérea.

É possível conhecer a estrutura em eventos como, por exemplo, a caminhada ecológica que acontece anualmente. Ou ainda, em visitas monitoradas que acontecem aos finais de semana. No entanto, é preciso estar de carro. Para maiores detalhes sobre como visitar a Fortaleza de Itaipu, basta ligar para (13) 3473-2511.

Forte de São João (em Bertioga)

www.juicysantos.com.br - Fortalezas da Baixada SantistaImagem: Divulgação

Já o Forte de São João foi construído em 1532. Em outras palavras, estamos falando da primeira fortaleza do Brasil. Durante cerca de 200 anos, o local ficou conhecido como Forte de São Thiago. Vale dizer que, desde 1940, o forte é considerado patrimônio histórico e cultural do país.

Além disso, ele é um dos que concorrem a patrimônio mundial da Unesco neste ano de 2018.

Atualmente, existe lá um museu e a visitação é gratuita. Você encontrará, por exemplo, uma réplica de armadura medieval, canhões, espadas e outros itens.

Forte dos Andradas (em Guarujá)

Imagem: Reprodução

Nós já indicamos o passeio ao Forte dos Andradas aqui no Juicy Santos, mas caso você não tenha visto ou dado importância, vamos falar novamente: vale muito a pena conhecer esse ponto histórico da região.

A construção foi feita durante a Segunda Guerra Mundial, em 1942, em conjunto com a Fortaleza de Itaipu. Foi o último forte construído no Brasil. Atualmente, o Forte dos Andradas abriga um museu e uma área de preservação permanente com 2,1 milhões de ecossistemas associados. Em outras palavras: um amplo Parque de Mata Atlântica, riquíssimo em biodiversidade.

O passeio na Fortaleza da Barra ocorre sempre às terças, quintas, sextas, sábados e domingos às 9 e às 14 horas.

Forte da Barra Grande (em Guarujá)

www.juicysantos.com.br - Fortalezas da Baixada SantistaImagem: Reprodução

A construção data de 1584, com projeto assinado pelo arquiteto militar Giovanni Battista Antonelli. O local também é considerado um patrimônio histórico nacional.

Em 1911, a Fortaleza da Barra Grande foi desativada e seus equipamentos e baterias transferidos para a Fortaleza de Itaipu. Voltou ao círculo militar em 1960. Atualmente, funciona como um museu e promove a memória e a história de Guarujá.

Forte Vera Cruz ou Itapema (também em Guarujá)

www.juicysantos.com.br - Fortalezas da Baixada SantistaImagem: Reprodução

A construção é da metade do século XVI. Estamos falando de uma das mais importantes fortalezas dessa lista. No decorrer da história, este forte foi reconstruído algumas vezes. Em 1883, sofreu violento incêndio, que a deixou totalmente arruinada. Depois de reconstruída, atualmente abriga depósitos, laboratórios e garagem de barcos da Receita Federal.

Casa do Trem Bélico (Santos)

www.juicysantos.com.br - Fortalezas da Baixada SantistaImagem: Divulgação

Construída entre 1640 e 1656 para ser depósito de trem-de-guerra, a Casa do Trem Bélico é o o mais antigo prédio público da cidade de Santos. Atualmente, o ponto turístico oferece um acervo interessante, além do monitor que é quase mais conhecido do que o prédio: Zé Corneteiro.

Maiores informações aqui

Forte São Felipe (em Guarujá)

www.juicysantos.com.br - Fortalezas da Baixada SantistaImagem: Reprodução/Acervo Digital do Iphan

De 1765, foi erguida em local estratégico, uma ordem do governador da Província, Morgado de Mateus. Durante anos, funcionou como casa de pólvora. Atualmente, para tristeza de todos nós, o estado de conservação é bem precário 🙁

Forte São Luiz (Em Guarujá)

O forte foi reconstruído em 1765, para defesa do canal de Bertioga. A estratégia era cruzar fogos com o Forte de São João de Bertioga.  Uma lei municipal, datada de 13 de abril de 2000, determinou a criação, no local, do Parque Arqueológico de São Felipe.