Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Unifesp Santos tem grupo de apoio para famílias de idosos com demência

  • 2
    Shares

Ter um familiar que precisa de cuidados especiais demanda força e responsabilidade.

Mas, às vezes, não é simples lidar com tudo isso. Você cuida da pessoa, mas quem cuida de você?

Se você vive essa situação ou conhece famílias de idosos com demência em Santos, essa matéria é para você. Pois pode ser que essa dica ajude a lidar com a pressão e todas as incertezas que vivem no seu dia-a-dia.

Existe em Santos um grupo de apoio para famílias de idosos com demência

Com encontros semanais, o Grupo Mente Aberta se dedica a apoiar as famílias de idosos com demência em Santos. Por conta da pandemia da COVID-19, as reuniões estavam suspensas. Mas vão voltar a acontecer – inicialmente, de maneira remota.

juicysantos.com.br - grupo de apoio para famílias de idosos com demênciaImagem: Reprodução

As sessões, iniciativa do Campus Baixada Santista da Unifesp, são totalmente gratuitas. Acontecem sempre às quartas-feiras, das 15 às 17 horas, e servem tanto para tirar dúvidas quanto para desabafar e aliviar possíveis tensões.

Durante a pandemia, o Google Meets é a plataforma onde se realizam as transmissões.

Você tem interesse? Então corre para garantir a sua vaga, pois elas são limitadas. Para isso, entre em contato através do e-mail [email protected]. No e-mail, informe:

  • Seu nome completo;
  • Nível de parentesco com o(s) idoso(s);
  • Contato telefônico.

Depois, é só aguardar o retorno com a confirmação da inscrição e as orientações a respeito do grupo.

Ambulatório pós-COVID em Santos

Já que estamos falando de saúde e apoio, vale lembrar que Santos tem um ambulatório para atender pessoas que se recuperaram da COVID-19 e estão com alguma sequela. Serve tanto para problemas físicos quanto psicológicos e o atendimento é gratuito. Desde que o paciente tenha ficado internado em um hospital da rede pública da cidade.

Clique aqui e confira como o serviço é feito e também como garantir uma vaga no ambulatório.