Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
37 anos - Santos

Dominique Ansel: cronuts, inovação na padaria e nos doces

Filas, produtos esgotados e hype em locais minúsculos escondidos em pequenas ruas. Essa é Nova York e suas pessoas. Dominique Ansel é um desses: o patissier causou furor ao inventar os cronuts. Quando fui tentar comê-los, por volta de duas horas da tarde de uma sexta-feira o atendente só faltou falar: “Olha só kiridinha…” e me explicou que para comer os tais cronuts eu deveria chegar às sete e meia da manhã. Você leu certo, é preciso madrugar na fila para conseguir comer a invenção de Ansel.

Cartaz Dominique Ansel Bakery - Keep calm and Cronut on

Nesse dia 10 de maio os cronuts completam exatamente um ano de existência.  Depois desse tempo filas continuam sendo formadas, fazendo com que dobrem a esquina das ruas do SoHo. Esgotam-se assim mais de 200 cronuts nas primeiras horas do dia. Como todo bom hype novaiorquino, dizem que os híbridos de donuts com croissants chegam a ser vendidos no mercado negro por 100 dólares. Originalmente custam 5 Obamas, nada barato se compararmos aos preços de donuts mais mortais ou de croissants mais humildes.

Dizem que vale a pena.  Eu não sei, porque obviamente não tive a obstinação de acordar tão cedo para provar. Mas as iguarias alternativas foram uma excelente pedida. Comi um eclair de salted caramel (foto) que jamais esquecerei. E um sanduíche de queijos variados com mostarda que também merece meu respeito eterno.

Como todo bom negócio made in U.S.A, Dominique Ansel conta muitas histórias e participa de muitas coisas e benfeitorias. Uma delas é atuar com o Food Bank for New York City por Dominique contar que durante sua infância na França sempre ia para a cama faminto.

Depois de trabalhar com renomados chefs, Dominique virou empreendedor em 2011, mas só alcançou o status de estrela da patisserie quando lançou o cronut em 2013 – muito provavelmente o desejo reprimido de muita gente para fazer um sucesso tão estrondoso. O que concluí, se é que tenho esse direito (pois não comi os cronuts), é que uma rosquinha pode ser Paris. Ou um croissant pode ser Nova York. Ou você come duas coisas com  uma cota única de calorias. Apenas.

A real é que Dominique é bom inventando novos formatos e preciso em detalhes como podemos ver abaixo.

Criações de Dominique Ansel

Dominique Ansel Bakery

Salted Caramel Eclair

A última do chef foi a invenção de copos feitos de cookie – que permitem que você tome leite dentro deles.

O interior do copinho é mais sólido enquanto a parte de fora é mais macia. O pessoal do blog Amenidades do Design fez um post sobre o assunto (clique para ler).

dominique-ansel-cookie-leite
Quem planeja visitar Nova York, anota aí. A Dominique Ansel Bakery fica na 189 Spring St – New York, NY, no SoHo.

Garanto que vale cada caloria.