Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Doc de Domingo: relatos sobre de quem não pode ficar #emcasa

  • 1
    Share

Como é a sua rotina desde que a pandemia começou?

Tem gente que está em casa e começou a fazer yoga. Mas, num país tão desigual quanto o Brasil, essa não é a realidade de todos. E, aos domingos, uma turma de santistas nos convida a refletir sobre isso.

Assista ao Doc de Domingo

Para isso, pequenos documentários são publicados no Instagram do Doc de Domingo.

juicysantos.com.br - Doc de DomingoImagem: Divulgação

A cada domingo, a série autoral convida o público a conhecer a história de uma pessoa diferente. Em comum, todos são personagens que não podem ficar em casa e se proteger do coronavírus. A produção é da galera da Orvalho Filmes, produtora aqui de Santos.

“Nos vídeos, nós contamos as histórias de quem, apesar do medo de ser infectado ou transmitir o vírus para entes próximos que estão no grupo de risco, necessita pegar ônibus cheio e ir trabalhar”, explicam.

Até o momento, já são seis vivências apresentadas. Entre as quais, estão um motoboy, uma doceira e uma motorista de aplicativo. Além de mostrar o cotidiano dessas pessoas, os vídeos também abordam como cada um vem se reinventando, como se protegem e quais as perspectivas que têm para o futuro.

Segurança em primeiro lugar

Já que a ideia é mostrar como é a vida de quem não pode ficar em casa, todas as gravações do Doc de Domingo seguem as normas da OMS – tanto de distanciamento quanto de higiene.

Veja também In_cômodo: uma série santista produzida na quarentena para o WhatsApp

Segundo os responsáveis pelo projeto – Eduardo Ferreira, Eric Soares e Gaspar Lourenço -, a produção foi realizada em um primeiro momento através de diário de bordo gravado pelo próprio personagem. Em seguida, dois cineastas fazem a entrevista e a gravação, que segue todas as diretrizes para que a equipe e o entrevistado fiquem em segurança.

O resultado final foi tão legal que, além do Instagram, o projeto também conquistou uma vaga em uma seleção da Mídia Ninja e do Instituto Moreira Salles para produções audiovisuais. Por isso, os vídeos serão projetados em cinco capitais brasileiras.

Se você quiser acompanhar o Doc de Domingo, basta seguir a página no Instagram.