12/06/2017 Por Victória Silva Santistas por aí

Casais que trabalham juntos

Perdoem-nos, mas vamos de clichê mesmo: pra esses casais, Dia dos Namorados é todo dia.

Eles estão juntos não só em casa e nas horas de lazer, mas também no ambiente de trabalho. Bruna e Carlos, Giovanni e Luciane e Maurício e Ludmilla são exemplos de que dá, sim, pra trampar ao lado de quem se ama, produzir muito e se divertir pelo caminho.

Os projetos de vida e de profissão se encontraram pra esses santistas.

Vamos conhecer suas histórias.

Dia dos namorados

Bruna e Carlos (Sarkissian Odontologia)

Bruna e Carlos

Essa é uma daquelas histórias que começa na sala de aula. O par estudou odontologia na mesma sala e sempre foram bons amigos, de ajudar nas dificuldades e emprestar apostila quando necessário. Quando se deram contam, estavam prestes a se formar e namorando.

Uma coisa legal é que os dois sempre trabalharam juntos. Inicialmente, a Bruna ia ao consultório dos pais do Carlos (que também trabalham juntos e têm uma trajetória super legal de empreendedorismo em saúde aqui na Baixada Santista) uma vez por semana e ele fazia o mesmo no dela. Depois do casamento, o dia a dia mudou e eles atendem apenas em um endereço, em São Vicente.

“Nossa rotina é muito boa. Trabalhar juntos é ótimo, estamos sempre evoluindo e aprendendo um com o outro. Nossas áreas são complementares, então trocamos muitas experiências e dividimos muitos casos, isso faz com que muitas vezes a gente leve trabalho para dentro de casa, mas é bem tranquilo”, explicam.

Hoje pais da pequena Malu, eles dizem que, apesar dos pensamentos divergentes, o cotidiano tem muitas conversas e sempre há um denominador comum. O segredo do sucesso nessa parceria é ter respeito pelo companheiro.

Ah, e eles também não se desgrudam nas horas de descanso: quando não estão trabalhando, você os encontra pegando onda e remando por aí.

Luciane e Giovanni 

Luciane e Giovanni

O casal se conheceu há 3 anos, em uma reunião de trabalho que buscava criar uma parceria entre as empresas que representavam na ocasião. Além deles, estavam mais um representante de cada lado, o que não impediu que os primeiros olhares fossem trocados.

Parceria fechada, os dois tiveram que se encontrar novamente. E, dessa vez, sozinhos. Segundo eles, as coisas foram acontecendo de maneira natural. Uma mudança de interesses e carreira fez com que o casal começasse a empreender juntos.

“Ser sócios e namorados não é uma tarefa fácil, mas quando se tem propósitos e valores alinhados, tudo dá certo. O bom é que um ajuda o outro. O namoro vira trabalho e o trabalho se transforma em namoro e isso não é desgastante, pois são os mesmos sonhos e vontades”, explicam.

A Raise Mentoria Educacional trabalha com aulas de idiomas personalizadas por meio de um processo de mentoria e coaching dando mais autonomia ao mentorado e força para atingir seus objetivos.

Ludmilla e Mauricio  (Mkt Virtual)

ludmilla-e-mauricio

Ambos tiveram contato com a internet super cedo. Nossa cofundadora Ludmilla começou a se aventurar com as máquinas aos 6 anos; já o Mauricio ganhou o primeiro computador aos 16 e logo viu a oportunidade de trabalhar e ganhar seu próprio dinheiro fazendo manutenção de equipamentos. E foi a internet que os uniu, em 1997, no mIRC.

“Nós ficamos amigos e logo começamos a namorar. O empreendedorismo surgiu com alguns trabalhos que fizemos juntos como freelancers. Até que, em 2001, resolvemos formalizar essa parceria de vida e de negócios, com a Mkt Virtual”, explicam.

Para o casal, o segredo do sucesso é o equilíbrio das habilidades. Segundo contam, um não invade o espaço do outro, apesar dos talentos complementares. Outra coisa importante: falar de trabalho em casa só quando é pertinente ou urgente.

A história completa deles está disponível em um texto lindo, dá uma olhada.