Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Guerreiros Sem Armas 2015

Catalisar energia jovem em mudanças para as comunidades. Esse é o objetivo do Guerreiros sem Armas, iniciativa bem bacana que acontece aqui em Santos.

guerreiros na Prainha, em GuarujáImagem: Instituto Elos

Em sua nona edição, o projeto traz 60 jovens com instinto empreendedor social – de 60 países e outras regiões do Brasil – para atuar em 3 comunidades da cidade. Durante o período de um mês (de 6 julho até 6 de agosto), essa galera assiste a palestras temáticas, oficinas, atividades vivenciais ministrados por vários tipos de lideranças, além de conviver nas comunidades.

Mais que as mudanças que são deixadas por aqui, os participantes acabam voltando para casa cheios de ideias, inspirados em tudo o que aprenderam durante a estada, o que implica em outras sociedades transformadas.

Em 1999, ano em que começou o Guerreiros sem Armas, os participantes e moradores executaram, juntos, um trabalho em sistema de mutirão. Na época, a construção de um centro comunitário, uma creche, uma praça e parque com brinquedos de bambu. Outras benfeitorias como a eliminação de lixões em locais estratégicos e a montagem de postos de coleta seletiva foram implantados.

transformação operada pela comunidade e pelos guerreirosImagem: Instituto Elos

Desejamos as boas-vindas aos participantes do Guerreiros sem Armas 2015 😀

Quem quiser conhecer mais sobre o projeto pode ficar por dentro de tudo o que acontece clicando aqui!

Leia também nossa matéria + vídeo sobre a reforma do Museu de Pesca, realizado pelo mesmo grupo.

Sobre o Instituto Elos

A proposta é encontrar soluções inovadoras para construir um mundo melhor, me maneira coletiva e prazerosa. O Elos nasceu de um encontro de cinco jovens arquitetos e se tornou uma comunidade multidisciplinar focada em desenhar estratégias para construir o melhor dos mundos começando agora mesmo. Acompanhe no facebook.