Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

O que saber antes de ir votar em 2020: como serão as eleições na prática

  • 1
    Share

Você já deve saber: no dia 15 de novembro, domingo, acontecem as eleições municipais.

A data, normalmente marcara para outubro, foi alterada por conta da pandemia da COVID-19. Mas essa não foi a única mudança que as eleições sofreram, tá? Mais do que decidir seus candidatos e separar o título de eleitor, é bom ficar de olho em como serão as coisas neste ano.

Deste modo, você não corre o risco de não conseguir votar.

O que saber antes de ir votar em 2020

Para começar, o período de votação aumentou em 1 hora.

juicysantos.com.br - antes de ir votar em 2020Imagem: Reprodução

Neste ano, o horário de votação é das 7 às 17 horas. Sendo que nas três primeiras horas, ou seja, das 7h às 10 horas, a prioridade será dos idosos.

Uma vez no local de votação, os eleitores precisam, obrigatoriamente, usar máscara em todos os ambientes. Inclusive na sala onde vão entrar para votar. Por lá, o documento de identificação com foto deve ser mostrado de um local indicado no chão, esticando o braço. Você não deve tirar a máscara, a não ser que o mesário tenha dúvidas e solicite que o item de proteção seja tirado.

O impacto da pandemia na política: como será a eleição 2020 em Santos

Neste caso, abaixe a máscara e, em seguida, recoloque-a.

Além disso, é necessário que você leve a sua própria caneta – para evitar pegar em um objeto que passou de mão em mão. E, tanto na entrada quanto na saída, deve higienizar as mãos com álcool gel.

Ah, e não esqueça do seu título de eleitor. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou um aplicativo chamado eTítulo. Depois de baixar, você vai poder carregar seu título no celular.

Conheça 159 candidatas mulheres para votar em 2020

Filas para votar em 2020

Uma grande preocupação de muitos eleitores é a questão do tumulto no dia das votações. De acordo com o Supremo Tribunal Eleitoral (TSE), todos as zonas eleitorais deverão ter demarcação no chão, com a distância de um metro entre os eleitores.

Além disso, a orientação é que você EVITE horários de maior movimentação.

Por fim, vale lembrar que pessoas com febre ou que tiveram resultado positivo para a COVID-19 não devem ir votar. E, pode ficar tranquilo, será possível justificar o voto posteriormente usando estes argumentos.