Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Coronavírus em Santos – o que a gente sabe do vírus por aqui

Está rolando uma preocupação geral com o Coronavírus.

E isso não é diferente aqui em Santos. Afinal, a intensa movimentação do porto, com tripulantes de várias partes do mundo, faz com que a nossa cidade fique um tanto quanto vulnerável.

Assim, muita gente questiona o seguinte. 

Como está sendo tratado o coronavírus em Santos?

A resposta finalmente chegou. Na próxima terça-feira, 11 de fevereiro, 500 profissionais de saúde passarão por uma capacitação para aprender como lidar com atendimentos de casos suspeitos do coronavírus, encaminhamento e monitoramento de pacientes.

Capacitação sobre o coronavírus em Santos

De acordo com a divulgação, o treinamento servirá para médicos, enfermeiros e chefes das unidades de saúde da rede municipal. Os profissionais convocados serão divididos em duas turmas e recebem ensinamentos de gestores e técnicos do Departamento de Vigilância em Saúde (Devig). Além disso, também vai rolar uma palestra do infectologista Marcos Caseiro.

Entre outras coisas, serão discutidos:

  • O fluxo da notificação imediata dos casos suspeitos pelos serviços e profissionais de saúde;
  • Locais de isolamento nas unidades;
  • Logística de transporte do material coletado e do transporte dos insumos e material de laboratório para o Instituto Adolfo Lutz, laboratório estadual de referência para o diagnóstico da doença.

juicysantos.com.br - Coronavírus em Santos

Um dia antes, na segunda-feira, acontece a capacitação dos técnicos da Vigilância em Saúde da Baixada Santista, para tratar sobre os protocolos de atendimento.

Como se proteger do coronavírus

Enquanto os profissionais de saúde se preparam para atender casos suspeitos, também é importante que a população saiba como se proteger. Segundo as orientações da Organização Mundial de Saúde, é indicado:

  • Lavar bem as mãos;
  • Cozinhar bem os alimentos;
  • Cobrir a boca e o nariz ao tossir e espirrar;
  • Evitar viagens para os locais e países com transmissão;
  • Uso de máscaras ao sinal de qualquer sintoma parecido ou ao entrar em contato com pessoas com sintomas;

Entre os sintomas do Coronavírus, estão a falta de ar, dor no peito, febre alta, tosse e dificuldade de respirar. Pessoas que viajaram para a China recentemente ou tiveram contato com chineses ou pessoas que viajaram ao país, e que estejam com os sintomas devem procurar ajuda nos seguintes endereços em Santos:

  • UPA Central (Rua Joaquim Távora, 260, Vila Mathias)
  • UPA da Zona Noroeste (Av. Jovino de Melo, 927, Areia Branca)
  • Unidade de Pronto Atendimento Provisória da Zona Leste (Av. Afonso Pena, 386, Macuco)