Flávia Saad
Texto porFlávia Saad
39 anos - Santos (SP)

Os 70 anos da Via Anchieta

Há 70 anos atrás, em 1947, a ligação entre Santos e o planalto paulista ficava um pouco mais fácil.

Nesse mesmo dia 22 de abril, depois de 8 anos de construção, foi inaugurada a Via Anchieta. Com o mesmo nome do padre jesuíta que provavelmente trilhava esse mesmo caminho para descer e subir a Serra do Mar, a rodovia hoje recebe o tráfego de milhares de caminhões.

www.juicysantos.com.br - a história da via anchieta em santos sp

Muita gente que desce para Santos hoje reclama de precisar pegar essa estrada. Mas há que se lembrar que, na época da colonização, levavam-se nada menos do que 4 dias para percorrer o chamado Caminho do Mar. Hoje apenas 1 hora (com sorte, claro) separa os dois locais.

Anos mais tarde, a viagem era não só demorada, mas também perigosa, como relata a matéria do Estadão Como era São Paulo antes da Via Anchieta.

Atualmente, passam TODOS OS DIAS, em todos os trechos da rodovia, mais de 100 mil veículos (comerciais e de passeio).

História da Via Anchieta

A primeira pista da via Anchieta, a de subida, foi inaugurada em 1947, com pistas duplas, pavimentação em concreto e cimento, 58 viadutos, 18 pontes e cinco túneis.

A rodovia ficou marcada por ser a primeira no Brasil com trecho em túneis, tecnologia usada apenas na Europa e Estados Unidos.

www.juicysantos.com.br - a história da via anchieta

Leia mais
Conheça a história das rodovias Anchieta e Imigrantes

Já a segunda pista, a de descida, foi inaugurada em 1953 e acompanhou o processo de modernização do Brasil. Em 1976, integrou-se à então nova pista da Rodovia dos Imigrantes, para formar o Sistema Anchieta-Imigrantes (que a gente conhecer carinhosamente por aqui como SAI). Apenas em 2002 a região passou a contar com mais uma pista da Imigrantes, o que agilizou muito o trajeto e diminuiu consideravelmente o número de acidentes.

Esta matéria do site Novo Milênio traz mais informações sobre a Rodovia dos Imigrantes. 

Às margens da Via Anchieta, se instalaram as maiores montadoras do mundo, que vieram para o Brasil na década de 1970. A partir de então, a rodovia é a principal ligação entre a maior cidade do país e o porto mais importante, em Santos.