Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
37 anos - Santos
TAGs

Passeio de bicicleta em Paris = maravilhoso

A seguir você vai ler sobre uma das experiências mais legais que já vivi. Imagine passar três horas pedalando na cidade luz enquanto todas as luzes estão acesas, com total segurança e com guias brasileiros fazendo parte do passeio.

Foi assim que passei uma das últimas noites em Paris. A ideia fantástica é da brasileira Fernanda Hinke, criadora do blog My Life on My Bike e colaboradora do Conexão Paris. Ela influencia pessoas a se apaixonarem pela bike e/ou adotarem a bike em suas vidas – e nesse caso o faz através do turismo.

Super recomendo o passeio para quem quer aproveitar muito a cidade. O passeio que fiz começou às 22 horas, ou seja, dá para passear o dia inteiro, ir para o hotel descansar, tomar uma ducha e seguir aproveitando Paris incansavelmente.

O nome desse passeio de bicicleta em Paris chama Meia-noite em Paris by bike. Homônimo do longa-metragem de 2011 do Woody Allen, em alguns momentos você se sente no filme – especialmente nas cenas noturnas.

bicicleta-em-paris-ludmilla

Eu no meio do passeio de bicicleta em Paris na Ponte Alexandre III – uma obra de arte.

Você não pode pensar duas vezes e deve fazer um passeio de bicicleta em Paris

Eu AMO andar de bicicleta e ela é meu transporte prioritário, então sou suspeita para falar. Mas, diferente de andar de bike no Brasil geralmente debaixo de um calor intenso, esse passeio foi bem diferente. Fiz em outubro enquanto os termômetros oscilavam entre 0 e 8 graus. Achei que ia ser meio difícil pedalar no frio, mas não foi nada desafiador. Na real foi uma delícia – e libertador – pedalar com aquele ventinho frio no rosto, rodeada de uma paisagem tão maravilhosa que não dá pra explicar.

Eu inclusive fiquei preocupada porque tinha esquecido minhas luvas no hotel. E garanto que elas não fizeram falta alguma.

As razões para fazer esse passeio são muitas – eu decidi sem conhecer ninguém que tivesse feito. Tudo que descobri foi pela internet e fiquei bem confiante que daria tudo certo depois de trocar e-mails com a Fernanda, ultra-atenciosa.

Então vamos às melhores razões para não sair de Paris antes de fazer esse passeio:

O total do percurso é entre 3 horas. Em nenhum passeio dá pra conseguir um custo benefício tão bom, com um grupo tão pequeno e parando em tantos locais. Éramos em 11 pessoas + os guias, o que tornava o clima bem divertido e comunicativo;

Dá para ver a cidade VAZIA! Sim, é boêmio e misantropo, mas é LINDO ver a cidade quase reservada pra você;

O passeio já inclui as bikes – que são de qualidade excelente. Juro que se eu achar uma igual em compro. São mega confortáveis e fáceis de pedalar (juro, tenho problemas sérios de equilíbrio em bikes que não sejam a minha Caloi, rs);

Quase todo passeio é feito pelas ciclovias. E mesmo quando não usamos as ciclovias tudo é muito sinalizado e os carros respeitam (muito) os ciclistas. Para ajudar, o trânsito noturno é bastante calmo;

Os guias dão um show de conhecimento e de acolhimento. Uma das guias que estava no grupo, a Momô é uma fofa. Respondia todas as minhas perguntas com total paciência e sabia a resposta de todas, hahahaha;

O passeio vale para famílias, casais, amigos ou mesmo quem está sozinho. Tinha gente lá de todo tipo – casais em lua de mel, pessoas viajando sozinhas, amigos. Ou seja, quem estiver a fim de pedalar bastante vai amar;

Há conteúdo durante todo o passeio. A trupe da bicicleta para em frente a vários pontos – com direito ao importante tempo para fazer selfies. Notre Dame, ilha Saint Louis, ilha Cité, Pont des Arts, Museu d’Orsay, Invalides, Ponte Alexandre III, Torre Eiffel, Champs Elysées, Arco do Triunfo, Praça da Concorde, Museu do Louvre e Jardim des Tuileries são os pontos onde o passeio para;

A meia-noite estávamos ao pé da Torre Eiffel, pontualmente. Quando ela começa a piscar e é feito um brinde com champagne é incontrolável não sentir arrepios nessa hora – sempre é maravilhoso estar em Paris e eu nunca tinha visto a torre daquele ângulo e toda iluminada;

O passeio é imperdível para quem tem pouco tempo na capital francesa: seja fazendo um stopover ou numa viagem a trabalho, é uma alternativa interessante para quem não tem tempo durante o dia.

A volta é tranquila, mas um pouquinho mais rápida. E já dá pra sentir saudades do passeio no meio do caminho, hahaha.

Temos a sensação de que Paris é nossa

Como diz o próprio material de divulgação do passeio: “Temos a sensação de que Paris é nossa!”. E de fato, numa cidade lotada por turistas all day long, com filas enormes em museus e atrações, esse sentimento é meio inédito.

Durante esse horário, quase tudo está fechado em Paris – exceto alguns bares e restaurantes. Na hora de devolver a bike no ponto de encontro, até o metrô já está fechado. Mas não se preocupe pois há taxistas em locais próximos e sabe como é brasileiro – imediatamente nos organizamos para dividir um táxi para amenizar a conversão da moeda, hehehe.

Além dessa sensação de liberdade absoluta, conhecer informações de pontos turísticos aos quais eu não tive acesso na minha primeira visita à cidade luz foi outro ponto alto do passeio. Os guias falando português fazem toda a diferença.

Passeio de bicicleta em Paris em 1 minuto

Esse videozinho resume (muito) as 3 horas de passeio. A sensação real é muito maior que isso, mas vale o clique pra ter uma amostrinha.

Como funciona o passeio de bike em Paris?

Com 20 minutos antes de começar o passeio (às 22 horas) o grupo se encontra no número 13 da Rue Brantome na Paris Bike Tour (próximo ao Centro de Pompidou – metro Rambuteau – linha 11).

bicicleta-em-paris-instrucoes

A rua Brantome é uma rua de pedestre com um centro comercial. E por lá tem um restaurante árabe com docinhos deliciosos onde você pode comprar uma garrafa d’agua, recomendada para se hidratar antes e durante o passeio.

Os passeios a noite rolam apenas entre março e outubro, então se você estiver em Paris nessas épocas repito o quão imperdível é.

Todas as informações sobre preços e reservas do passeio, estão neste link.

Para tirar dúvidas, consultar sobre outros passeios ou combinar seu tour de bike em Paris, é só escrever direto para [email protected]. A data do passeio é combinada com ela diretamente pelo e-mail.

Alguns cliques do passeio de bike em Paris

Igreja de Notre Dame à noiteNotre Dame à noite com as bikes do grupo

bicicleta-em-paris-grupo-2015Grupo do passeio Meia-noite em Paris by bike brindando!

As imagens mostram o quão maravilhoso foi. Mas não mostram nem 5% de quão incrível e divertido foi.

Crédito das imagens: Kauê Nunes