Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

O que fazer com tantas embalagens de delivery: aposte no descarte correto

  • 1
    Share

Dias e dias sem sair de casa. Home office. Tédio. Fome. Muita fome.

Desde março, quando a quarentena começou, essa virou a rotina de muitos santistas. Com restaurantes fechados e o medo de sair de casa, a solução encontrada tem sido o delivery. E, você já sabe, há delivery de tudo por aqui. Do feirante à farmácia, até a loja de brigadeiros e os restaurantes mais gourmets se adaptaram a esse momento.

Uma comodidade para quem está de quarentena.

A saída para pequenos empreendedores não quebrarem.

Mas e o que fazer com as embalagens de delivery?

Antes de o isolamento ter início, nós comemoramos o fim das garrafas de água no Sesc. Agora, no entanto, agradecemos a penca de banana selecionada que chega na porta de casa. Enrolada em filme PVC e em uma bandeja de isopor.

juicysantos.com.br - embalagens de delivery

Os tempos são outros. Mas o cuidado com descarte dessas embalagens deve ser mantido.

“Eu tenho pedido bastante delivery e logo percebi essa questão. Tento reutilizar sempre que possível, para evitar o descarte de lixo”, comenta Aparecida Veloso.

Apesar dos esforços, nem todas as embalagens têm a possibilidade de ganhar uma nova função. Neste caso, ela higieniza as embalagens de delivery e aguarda para fazer o descarte da maneira correta.  Ou seja, nos dias da coleta de lixo limpo em Santos.

Coleta seletiva em Santos

Se você não tem separado o seu lixo, nunca é tarde para começar.

E aqui está uma boa notícia: é bem simples fazer isso. Pois toda a área insular de Santos tem coleta seletiva semanalmente. O material reciclável é recolhido e, em seguida, levado para cooperativas – onde uma triagem acontece e cada material segue o caminho para sua reciclagem correta.

Clique aqui e confira as etapas do trabalho de reciclagem nas cooperativas de Santos

Veja abaixo a programação da coleta seletiva em Santos por bairro:

Segundas-feira: Estuário, Alemoa, Piratininga, São Manuel e Macuco, às 8 horas; Boqueirão, às 13 horas.

Terça-feira: Bom Retiro, Santa Maria, Vila Belmiro, Valongo, Vila São Bento, Morros: Boa Vista, Pacheco, São Bento, Bufo, Fontana, às 8 horas; Campo Grande, às 13 horas.

Quarta-feira: Centro, Vila Nova, Paquetá, Jardim Castelo, às 8 horas; Marapé, Gonzaga (Zona Comercial) e Aparecida às 13 horas.

Quinta-feira: Rádio Clube, Vila São Jorge, Jabaquara, Chico de Paula, Morro Monte Serrat, às 8 horas; Gonzaga (Comercial e Residencial), José Menino, Pompéia, Morro José Menino, às 13 horas;

Sexta-feira: Areia Branca, Vila Mathias, Gonzaga (Zona Comercial), às 8 horas; Embaré, às 13 horas.

Sábado: Areia Branca, Vila Mathias, Gonzaga (Zona Comercial), às 8 horas; Ponta da Praia, Gonzaga (Zona Comercial), Morros Nova Cintra e Santa Maria, às 13 horas.

Ao separar os materiais, lembre-se de higienizá-los e descartar de maneira responsável. Afinal, outras pessoas vão manuseá-los.

Enrole os vidros em jornal ou então coloque em caixas de papelão com identificação do conteúdo.

E lembre-se: nem todo lixo pode ser reciclado. Papéis sujos, por exemplo, não devem ser destinados à coleta seletiva 🙂