04/01/2019 Por Flávia Saad Indivisibilidade

Não é Não, uma campanha contra o assédio sexual no Carnaval

A festa mais esperada do ano tá chegando: o Carnaval já começa a dar as caras por aqui.

Mas a gente precisa falar do elefante na sala. O assédio sexual no Carnaval sempre existiu. Se você é mulher, já deve ter passado por alguma situação do tipo. Só que, nessa época do ano, esses crimes aumentam pra valer. Não é porque a festa rola solta que tudo é permitido. Essa, aliás, é uma sensação falsa que devemos combater.

Precisamos falar sobre isso. Somente em 2017, uma mulher foi agredida a cada quatro minutos durante o Carnaval carioca e, no primeiro semestre de 2018, a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, recebeu 73 mil denúncias através do telefone 180.

www.juicysantos.com.br - não é não campanha de financiamento coletivo 2019

Não é Não – em qualquer lugar

Em 2019, o coletivo feminista Não é Não! lança sua segunda campanha de financiamento coletivo online – dessa vez, abrangendo blocos, desfiles e praias de todo o Brasil. Elas confeccionam tatuagens temporárias com a frase Não é Não! e distribuem gratuitamente por aí.

O movimento começou no Rio de Janeiro, em 2017, com as amigas Bárbara Menchaise, Aisha Jacob, Julia Parucker e Nandi Barbosa. O start foi mais um abuso sofrido por uma delas em um ensaio de bloco de carnaval. Naquele ano, o Não é Não! mobilizou 40 mulheres que se uniram na arrecadação de R$ 2.784 reais em apenas 48 horas. Com o valor, fizeram 4 mil tattoos, distribuídas na cidade somente às mulheres.

No segundo ano, a ação extrapolou os limites cariocas e chegou a mais quatro estados: Minas Gerais, São Paulo, Pernambuco e Bahia, tamanha a adesão das foliãs.

Agora você pode participar dessa campanha até o dia 21 de janeiro, contribuindo para a confecção de até 50 mil tatuagens em todos os estados.

São 3 metas:

  • a primeira de R$ 7500 para a confecção de 5.000 mil tatuagens;
  • a segunda de R$ 19000 para a produção de 25.000 tatuagens;
  • a terceira, de R$ 36000 para a confecção de 50.000.

A campanha de cada um dos estados está no ar no canal do coletivo no Benfeitoria. Quem colabora a partir de R$ 10 ganha recompensas que vão desde citação em post de agradecimento pelo apoio até bolsas e instrumentos musicais.

Share Button