Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Por dentro do som do Vink: quem é o DJ santista e por que segui-lo

  • 2
    Shares

Vinícius Morais era uma criança como todas as outras.

Aos 13 anos, se apaixonou pelas músicas que todos os jovens estavam ouvindo. Mas, diferente da maioria, ele não mudou a playlist quando uma nova tendência surgiu. O Big Room, que levou nomes como David Guetta e Martin Garrix, por exemplo, para diferentes partes do mundo, seguia sendo sua trilha sonora.

Mais do que isso, sempre que colocava os fones de ouvido, ele se imaginava o quão bom deveria ser viver de música e animar uma festa.

Então por que você não vira DJ?

A provação da irmã veio alguns anos depois, acompanhada de um presente: seu primeiro equipamento. E aí Vinicius virou Vink, DJ e produtor musical.

“Um pessoal da escola ia fazer uma festa numa casa com piscina e estavam buscando alguém pra tocar. Meus amigos me indicaram, sendo que eu nunca tinha tocado até então. E eu fui”, comenta sobre o início da carreira.

juicysantos.com.br - Vink

Desde então, ele não parou mais. Inicialmente, tocava nas festas organizadas pela galera da escola e tinha o objetivo de comprar equipamentos melhores. Depois, começou a tocar em eventos maiores, por todo o estado de São Paulo.

Aos 21 anos, Vink lançou sua primeira música

I’ll Show You How está disponível em todas as plataformas de streaming. E, a gente precisa dizer, uma música ficou elegante e super gostosa de ouvir. É até difícil acreditar que esse era um dos projetos que viviam na pasta de inacabados do santista.

“Comecei essa produção lá em 2018 e há tempos estava parada”, conta. “Esse ano, eu resolvi analisar os projetos inacabados e dei de cara com essa música. Decidi dar uma atenção novamente”.

Assim, o som ganhou um vocal, também guardado há tempos e a gente, uma track incrível pra embalar a quarentena.

juicysantos.com.br - VinkCapa por Beatriz Souza

“Logo de cara, senti que esse era o projeto que seria o meu primeiro lançamento oficial”.

Para quem já conhecia o Vink de seus sets em festas e, às vezes, em rádios da região, a música surgiu como uma baita novidade boa. E pode continuar comemorando, pois novas músicas serão lançadas ainda esse ano. E, em 2021, o primeiro EP com assinatura de Vink, com cinco faixas, deve ganhar o mundo.

Ouça também o novo som da Noite Cinza, Equinox, que foi gravado totalmente com celulares na quarentena

Em outras palavras, pode anotar o nome do Vink e já seguir nas redes sociais. Quando a pandemia acabar, ele quer tocar muuuuuuuuito e com certeza você vai ouvir falar dele nas festas por aí.