Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
37 anos - Santos

Cinema na Ilha Diana: Instituto Querô exibe filmes e realiza oficina de vídeo com moradores

Na próxima sexta-feira (27), os moradores da Ilha Diana terão sua primeira sessão de cinema ao ar livre. A iniciativa é do Instituto Querô, em parceria com a Embraport, que além da exibição, também abrirá inscrições para oficina de vídeo. O objetivo é incentivar a produção de um curta metragem realizado pelos próprios moradores da Ilha.

Na ocasião, os jovens realizadores das Oficinas Querô apresentam seu filme premiado no Festival de Gramado, “Carregadores do Monte”, e além de falar um pouco sobre sua experiência, irão multiplicar seus conhecimentos aos interessados que se inscreverem na oficina a ser realizada na Ilha, no dia 5 de outubro. Na mesma sessão, também haverá exibição do longa metragem “Até que a sorte nos separe”, do diretor Roberto Santucci (Gullane Filmes).

Cerca de 200 moradores vivem no local, que é um dos últimos redutos da cultura caiçara. O único acesso é por barco, que realiza o trajeto em apenas 20 minutos da cidade. Os habitantes descendem de 5 famílias que se estabeleceram ali após trabalharem na construção da Base Aérea, na década de 40. Atualmente, a maioria dos moradores trabalha fora da Ilha, nas cidades próximas, porém alguns ainda vivem da pesca.

Foto: Rachel Munhoz

A Embraport colabora com o evento com intenção de promover o turismo na Ilha Diana – ação que faz parte do seu Programa de Educação Ambiental (PEA), realizado no local desde 2012.

O Instituto Querô é uma organização da sociedade civil de interesse público que utiliza o audiovisual como ferramenta para estimular talentos, promover a inclusão cultural, transmitir valores, desenvolver o empreendedorismo e dar voz a jovens que vivem em condições de alto risco social.

SERVIÇO

Sessão de cinema ao ar livre na Ilha Diana
27 de setembro de 2013 / sexta-feira / 17h às 21h30

Oficina de audiovisual
5 de outubro de 2013 / sábado / 9h às 17h