Texto porVictória Silva
Jornalista, 25 anos - Santos

Mulheres na história do café: nova exposição do Museu do Café fala delas

  • 1
    Share

Você conhece a história do café?

Se já visitou o Museu do Café, aqui em Santos, provavelmente sabe um pouco sobre a trajetória dos grãos. Talvez lembre alguns nomes como, por exemplo, Francisco de Melo Palheta.

Mas você lembra de ouvir falar em alguma mulher na história do café?

Pois é. Em maioria, as narrativas são totalmente focadas nos caras. Mas, isso está prestes a mudar. Graças a nova exposição disponível no Museu do Café.

Descubra quem foram as mulheres na história do café

Intitulada O Feminino no Café, 1870-1930, a nova exposição fica disponível para visitação até julho de 2022. E, em resumo, busca destacar as mulheres até então apagadas na história do café.

Para montar a mostra, o museu formou um grupo de estudos com mulheres dos seguintes setores da instituição:

  • Coordenação técnica
  • Educativo
  • Acervos museológico, arquivístico e bibliográfico

Imagem: Divulgação

Juntas, essa mulherada se dedicou a explorar diversas obras de história do Brasil, do café, das artes, da moda, de gênero e outras áreas que pudessem agregar ao tema.

Para recontar essa história e destacá-las, a exposição trará objetos, documentos, imagens e reprodução de vestimentas, organizados a partir dos seguintes perfis:

  • Escravizadas
  • Colonas
  • Fazendeiras
  • Artistas e patronesses

Saudades do Sesc Santos? Nova exposição tem horário marcado e público reduzido

Sem esquecer, é claro, que dentro desses núcleos existe uma diversidade de condições econômicas e sociais, motivações e atuações.

Como visitar a exposição sobre mulheres na história do café

Quer visitar a exposição?

juicysantos.com.br - Mulheres na história do caféImagem: Divulgação

De acordo com a divulgação, a exposição ficará disponível até julho de 2022. A visitação acontece de terça-feira a domingo, das 11 às 17 horas.

A entrada custa R$ 10. Mas há meia-entrada para pessoas com mais de 60 anos, aposentados, estudantes, crianças e jovens entre 8 e 16 anos, professores da rede particular de ensino e jovens de baixa renda entre 15 e 29 anos. Além disso, aos sábados, a entrada é gratuita para todos.

O Museu do Café fica na Rua XV de Novembro, 95, Centro Histórico.

Vale lembrar: se for visitar, não esqueça de usar máscara, manter distanciamento e higienizar as mãos.