Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 23 anos - Santos

Protagonismo negro no Sesc Santos em 11 oficinas incríveis

Quem esteve no Sesc Santos nas últimas semanas pode ver a exposição PretAtitude – que tem um acervo focado na produção afro-brasileira contemporânea.

Se você gostou da mostra, trazemos boas notícias. Em outubro, vai rolar ainda mais protagonismo negro no Sesc Santos. Isso porque a programação do equipamento recebe o Tecnologias e Artes em Rede: Tecnologias Negras.

Em resumo, artistas, cientistas, criadores, mestres populares e pesquisadores negros e negras vão compartilhar conhecimento por lá nas próximas semanas. O rolê acontece em todas as unidades do Sesc do estado e está simplesmente imperdível.

Protagonismo negro no Sesc Santos

Para isso, a agenda do Sesc Santos terá bate-papos, palestras, encontros, cursos e oficinas. Em Santos, a maioria das atividades é gratuita. Elas contemplam cinco eixos temáticos:

  • Tecnologias Ancestrais – Tradicionais, da Palavra e Manuais
  • Tecnologias Digitais e Contemporâneas
  • Afrofuturismos, Distopias e Utopias
  • Tecnologias Invisibilizadas e de Resistência
  • Estética, Crítica e História da Arte

juicysantos.com.br - Protagonismo negro no Sesc Santos

Gostou e vai querer participar? Então lembre-se: as atividades começam em 3 de outubro e acontecem durante todo o mês. Para te ajudar, nós listamos tudo o que vai rolar sobre protagonismo negro no Sesc Santos.

É só conferir as atividades que mais te interessam e colocar na agenda!

Atividades sobre Protagonismo negro no Sesc Santos

1. Protagonismo Negro em aplicativos infantojuvenis, com Priscila Souza

O debate (indicado para maiores de 12 anos) propõe reflexões sobre, por exemplo: narrativas, personagens negros nos aplicativos infantojuvenis e  experiências de interatividade e gameficação propostas para esse público.

Quinta-feira, 3 de outubro, das 19h30 às 21h30

2. Escrita Afrofuturista, com Fábio Kabral e Karolina Desirée

Em resumo, esse é um minicurso de escrita criativa afrofuturista. O objetivo é habilitar os interessados a criarem suas próprias narrativas de protagonismo heroico africano. Além disso, a atividade também busca encorajar a descoberta de suas próprias potencialidades de criação e raciocínio.

Sábado e domingo, 5 e 6 de outubro, das 10h30 às 13h30
* inscrições via e-mail [email protected]

3. Roda de Conversa com Artistas da Pretatitude

No Martins e Juliana Santos, artistas que expõem em Pretatitude, falam sobre os diversos recortes possíveis da mostra.

Sábado, 5 de outubro, das 14 às 17 horas

4. Olhares e Percepções em busca de uma Fotografia Inclusiva

O encontro tem como foco o trabalho que originou a exposição: Mulheres em Ato: Memórias de Luta.

Beth Nagô, representante dos coletivos feministas Mães de Maio e Mães da Leste, fotógrafa e militante da causa afro-feminista, é quem fala com o público.

Quinta-feira, 17 de outubro, das 19h30 às 21h30
* Não recomendado para menores de 16

5. Mulher Negra e Artista:  As Artes Visuais numa Perspectiva Afro-rústica

Renata Felinto aborda a mulher negra na história do Brasil. No bate-papo, ela situa questões que demarcam raça e classe para explicar a inexistência da mulher negra artista anteriormente ao século XX. Em seguida, as mulheres negras são apresentadas em três blocos:

  • Primeira metade do século XX
  • Segunda metade do século XX
  • E as mulheres negras e artistas do século XXI

De acordo com Renata, o objetivo é descentralizar da figura do homem branco da capacidade de criação artística.

Sábado, 19 de outubro, das 16h30 às 19 horas
* Não recomendado para menores de 10

6. O que é Black Money?

Simara Conceição (do Movimento Black Money) fala sobre o que é o Black Money e também sobre o desenvolvimento do ecossistema afroempreendedor.

Quinta-feira, 24 de outubro, das 19 às 21h30

7. Cartaz e Ativismo

Oga Mendonça faz uma breve contextualização teórica sobre o uso de cartazes como ferramenta de comunicação e design em protestos variados. Logo em seguida, os participantes colocam as mãos na massa e desenvolvem seus  cartazes.

Entre outras coisas, a produção usará técnicas de desenho, colagem, letra-set, carimbos e estêncil.

Sábado, 26 de outubro, das 10h30 às 13h30
* não recomendado para menores de 14 anos

juicysantos.com.br - Protagonismo negro no Sesc Santos

8. Faça sua Capa

O coletivo Dulcineia Catadora propõe a confecção de livros feitos com capas de papelão pintadas a mão pelos participantes. O conteúdo, previamente impresso, é composto de poemas do autor santista Ademir Demarchi. Após a atividade, cada participante leva seu próprio (e exclusivo) livro para casa.

Sábado, 26 de outubro, das 15 às 17 horas

9. Como ser negro e sobreviver de design

Oga Mendonça é designer multimídia e videomaker. Também é negro, ativista e tem em seu currículo mais de 20 anos de atuação no mercado da comunicação. Nessa palestra, ele mostrar alguns trabalhos que têm a causa negra como protagonista. Além disso, aponta conquistas e dificuldades para representar o corpo negro e questões relacionadas à negritude nos dias atuais.

Sábado, 26 de outubro, das 16h30 às 18h30

10. Ateliê Aberto de Xilogravura

O grupo Xiloceasa explica, na prática, como utiliza cada ferramenta e seus resultados na composição de uma imagem. O suporte utilizado será um compensado sumauma de 10mm. Ao final, os participantes terão desenhado, gravado e impresso um gravura desenvolvida por eles mesmos.

Domingo, 27 de outubro, das 10h30 às 14 horas

11. Softwares Livres e a Produção da Memórias

A Rede Mocambos utiliza a linguagem de rádio como uma das principais formas de narrar e disponibilizar o conteúdo. A partir dessa ideia, os participantes vão conhecer o airtime (plataforma de gestão de programas) e outros softwares usados na produção ou intervenção ao vivo na Radio Mocambos.

Quinta-feira, 31 de outubro, das 14 às 17 horas
* Não recomendado para menores de 10

Se você tem interesse em alguma das atividades, lembre-se: as inscrições acontecem meia-hora antes do horário de início. Então chegue cedo para garantir uma vaga 🙂

Exposições sobre protagonismo negro no Sesc Santos

Além de todas as atividades mencionadas, a programação de protagonismo negro no Sesc Santos também terá duas exposições. Primeiramente, a PretAtitude que tem curadoria de Claudinei Roberto da Silva e apresenta um recorte da produção afro-brasileira contemporânea.

A visitação é gratuita e acontece até janeiro de 2020. Ou seja, mesmo que você não vá ao Sesc Santos em outubro, dá para conferir!

A segunda opção é a Feira Independente de Artes Gráficas. O rolê acontece entre os dias 25 e 27 de outubro e apresenta o trabalho de nove artistas, coletivos ou editoras. O público poderá conhecer (e também comprar) livros, zines, cartazes e outros objetos feitos com técnicas como, por exemplo:

  • Ilustração
  • Fotografia
  • Quadrinhos e caligrafia
  • Xilogravura
  • Serigrafia

Anota aí: sexta-feira o rolê é das 17h às 21 horas; em seguida, no sábado, vai das 11h às 18 horas e por fim, domingo, também a partir das 11 horas, mas com final previsto para às 16 horas.