Vamos falar de Permacultura Urbana?
10/11/2017 Por Juicy Santos Vida caiçara

Vamos falar de Permacultura Urbana?

Cuidar da Terra.

Cuidar das Pessoas.

Partilha justa.

Estes são os três princípios éticos da Permacultura.

Não tem a menor ideia do que estamos falando? Calma que postaremos toda semana um texto para desvendar juntos este conceito que surgiu por volta da década de 1970. Ele é a grande inspiração para quem busca alternativas sustentáveis para viver em equilíbrio com o meio ambiente e com as pessoas.

Traremos para o meio digital as discussões do nosso grupo de estudos em permacultura urbana.

Grupo de Estudo de Permacultura em Santos

De uma soma de impulsos individuais para discutir, sonhar e criar ações relacionadas à permacultura na cidade, nasceu neste semestre um coletivo no Estúdio Lobo.

Criado em parceria com o projeto GerminAção, o Grupo de Estudo de Permacultura tem como princípio ser um espaço de educação livre e acessível a todas as pessoas. Queremos esverdear o meio urbano!

www.juicysantos.com.br - permacultura em santos

Para isso, ficou clara a urgência de identificarmos quais os projetos estão desenvolvendo trabalhos na área, qual a rede de apoio que tínhamos na região e de que forma poderíamos, coletivamente, somar para que isso se expandisse para uma quantidade maior de pessoas.

Além do grupo de estudos, facilitamos oficinas e cursos. Algumas dessas ações têm uma taxa de inscrição, mas, como a ideia é ser um espaço acessível, pensamos em alternativas para que o dinheiro não seja um impedimento para a participação de ninguém. Queremos que todxs consigam acessar e principalmente multiplicar esses conhecimentos de forma acessível, prática e fácil.

www.juicysantos.com.br - grupo de permacultura

Todo conhecimento é válido e, por isso, os encontros são abertos para quem quiser compartilhar ideias!

Eles acontecem às quartas, das 14 às 17 horas, lá no Lobo Estúdio, no número 12 da Rua Luiz de Camões, na Vila Mathias.

Vai ter Festival de Permacultura em Santos

Dos encontros, começamos a mapear ações permaculturais na cidade e surgiu a ideia de fazer um festival e um esquenta.

O esquenta acontece ainda neste mês, no dia 25 de novembro, um sábado: será o Pré-Festival IpêU.

A proposta é ser um grande encontro de experiências, reunindo ações que tenham como eixo os três princípios éticos da permacultura, propiciando vivências de hortas em pequenos espaços, compostagem doméstica, feira de trocas e bate-papos. Nos próximos dias já divulgaremos a programação completa.

O festival está marcado para 2018, entre março e abril. Construído de forma coletiva, tem o desejo de discutir a relação das pessoas com a cidade, propondo reflexões sobre a gestão dos nossos resíduos domésticos cotidianos, sobre autonomia alimentar e consumo de recursos. Paralelamente, com a rede de instituições parceiras, queremos fortalecer ações que já acontecem na Cidade por meio de atividades itinerantes dentro do Circuito Alecrim.

Mas afinal, o que é Permacultura?

De maneira bem sucinta, é um sistema de planejamento para a criação de ambientes humanos sustentáveis e produtivos em equilíbrio e harmonia com a natureza. Surgiu da expressão em inglês “Permanent Agriculture” criada por Bill Mollison e David Holmgren na década de 1970. Hoje propõe uma “cultura permanente”, ou seja uma cultura que visa a nossa permanência neste planeta em harmonia com a natureza.

Nos próximos textos, falaremos mais a fundo dos princípios éticos da permacultura. Acompanhem!

Nosso e-mail para contato é [email protected]

Eventos verdes em Santos

10/11/17 – das 16h até 19h

Curso de Extensão: Tekoa Paranapuã e os Juruá – Unifesp (Rua Carvalho de Mendonça, 401).

 O curso é parte de processo dialógico junto com o povo Guarani Mbya da Tekoa (aldeia) Paranapuã em São Vicente/SP, com parcerias entre a aldeia Paranapuã, a Cátedra Kaapora, PET Educação Popular, CEDH – Centro de Direitos Humanos e LISTA-Laboratório de Pesquisa em Interações Sociotecnicoambientais.

Este encontro terá a presença da Irondina Poty, raizeira e parteira, e Marcelino Tibes, pajé. Eles vão falar um pouco sobre a espiritualidade Guarani Mbya, os conhecimentos das plantas medicinais e seus processos de cura. Como de costume, será realizado um café da tarde coletivo, levem algo para compartilhar e canecas para reduzir o uso de descartáveis.

É possível realizar inscrição no curso para certificação através do link.

11/11 e 18/11 (sábados) – das 15 às 18 horas

Mutirão na Horta Educativa – Sesc Santos (último pavimento do Sesc, acesso pela escada na parte externa da sala 3).

Este espaço está em construção coletivo e nesta etapa convida todos para colocar a mão na terra. Para você que gosta de terra e de plantas e quer participar de um mutirão. Venha com protetor solar, sapato fechado, chapéu e disposição! E venha com a família: crianças são bem-vindas.

“Acreditamos no coletivo como agente de transformação da mudança que sonhamos”

By: Nara Assunção, Andreia Botelho e Lilian Ronchi, do Grupo de Permacultura do Lobo Estúdio