Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
37 anos - Santos

Por que doar sangue antes do carnaval?

Todo feriado prolongado ou período de festas é a mesma coisa: os estoques de sangue da região baixam e ficam em condições desesperadoras. No final de 2014 nós fizemos uma minicampanha para estimular os residentes da região a doarem sangue entre o natal e o ano novo. Conseguimos com a mobilização da nossa base de fãs no Facebook atingir mais de 80 mil pessoas!

Ficamos muito felizes com o resultado: o post foi compartilhado mais de 1000 vezes e ganhou uma excelente ressonância. Eu estava bem empolgada e resolvi ligar para o hemocentro no comecinho de janeiro e ver se a campanha teria dado resultados. Pedi para falar com uma assistente social, que me contou que pouquíssimas pessoas tinham aparecido para doar.

Conversando com ela aprendi bastante sobre doação de sangue. E o principal aaprendizado é sobre a curta duração de vida de uma bolsa de sangue. Portanto os desafios dos hemocentros por todo o Brasil é que a doação de sangue se torne constante, e não apenas frutos de campanhas esporádicas. Ou seja, não adianta muita gente disposta a doar no mesmo período – pois provavelmente haverá desperdício. E não adianta ser doador e ficar muito tempo sem doar, pois o consumo é alto, muitas vezes para o mesmo paciente.

Sem contar a tipagem de sange. Enfim, é como rodar pratos!

Prometi para ela então que periodicamente publicaria aqui no Juicy Santos lembretes para que nossos leitores sempre estejam atentos a criar uma periodicidade na doação. 🙂

E pra começar: que tal se mobilizar para doar sangue antes do carnaval, uma época que os estoques baixam consideravelmente?

doacao-de-sangue

Abaixo os resultados da nossa campanha: muita gente compartilhou, poucas pessoas foram doar.

post-doacao-de-sangue

Contamos com você!

E se possível, compartilhe esse  post com seus amigos e familiares.

Requisitos para doar sangue

– Estar em boas condições de saúde;

– Ter entre 16 e 65 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até os 60 anos;

– Pesar no mínimo 50 kg;

– Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);

– Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação);

– Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Motorista, Carteira de Trabalho e Previdência Social)

Onde doar sangue

Hemonúcleo de Santos (Hospital Guilherme Álvaro)
Rua Osvaldo Cruz, 197, Boqueirão – (13) 3233-4265
Seg a sex das 7h às 17h. – Útlimo sábado do mês das 7h às 12h

Banco de sangue do Hospital Santa Casa de Santos
Avenida Dr. Cláudio Luís da Costa, 50, Jabaquara – (13) 3202-0600
Seg a sex das 7h às 17h – – Sab das 7h às 11h

Banco de sangue do Hospital Ana Costa
Rua Amazonas, 143, 8º andar, Campo Grande – (13) 3226-9252
Seg a sex das 8h às 16h

Serviço de Medicina Transfusional
Rua Armando Salles de Oliveira, 138, Boqueirão – (13) 3232-4772
Seg a sex das 7h às 14h – Sab das 7h às 11h

Banco de sangue do Hospital Beneficência Portuguesa
Avenida Dr. Bernardino de Campos, 47, Campo Grande – (13) 2102-3434
Seg a sex das 7h às 12h

São Vicente
Banco de sangue do Hospital São José
Rua Frei Gaspar, 790, Centro – (13) 3569-6000
Seg a sex das 8h às 10h

Cubatão
Banco de sangue do Hospital Municipal
Avenida Henry Borden, s/nº, Vila Santa Rosa – (13) 3362-5400 ramal. 5217
Seg a sex das 7h às 14h

Guarujá
Banco de Sangue do Hospital Santo Amaro
Rua Quinto Bertoldi, 40, Vila Maia – (13) 3382-6816
Seg a sex das 8h às 13h – Sab das 8h às 11h

Bertioga
Agência Transfuncional do Hospital Municipal
Praça Vicente Molinari, S/N, Vila Itapanhaú – (13) 3319-9890
Seg a sex das 8h às 15h30

Mongaguá
Agência Transfuncional do Hospital Municipal
Avenida São Paulo, 826, Centro – (13) 3505-6060 ramal – 227
Seg a sex das 7h às 17h