Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
39 anos - Santos

Instituto Alguem: um projeto lindo que ajuda crianças com câncer

Há quase 1 ano, fui tocada por um Tweet daqueles de doação de sangue. Era alguém que estava precisando muito, chegando até mim através da força das redes sociais. Confesso que não me mobilizei, apenas passei a mensagem adiante e conheci a história. Esse alguém era Ana Luiza, uma garotinha linda que na época lutava bravamente contra um rabdomiossarcoma – tipo de câncer raro.

Na época o blog da mãe da Ana Luiza ficou bastante conhecido, onde, através de textos lindos ela narrou cada passo de um tratamento que seria pesado para qualquer adulto, imagine para uma garotinha doce de 7 anos. Todos os textos da Carol Varella estão no blog vidanormal. Eu já li esse blog inteiro e recomendo.

Instituto Alguém
Alguns meses após o início do tratamento, faltando apenas 20 dias para o seu retorno para Manaus (a família é de Manaus e veio se tratar em São Paulo), Ana Luiza teve uma recaída e faleceu. Uma história triste, se não fosse o amor de mãe e a força de vontade da Carol, e de outra mãe, Soraya – também de Manaus, que perdeu sua filha de forma semelhante.

Juntas essas duas mães, mesmo com toda sua dor, resolveram fazer algo lindo: fundaram o Instituto ALGUEM.

Logo do Instituto Alguém
O Instituto ALGUEM – Ana Luiza e Giulia Unidas Em Missão é uma organização sem fins lucrativos idealizada pelas famílias da Ana Luiza e da Giulia, duas garotinhas amazonenses que combateram o câncer infantil. e Sua histórias tiveram repercussão nacional, emvirtude principalmente da força e da mobilização que elas representaram para centenas de pessoas.

Se o câncer já é uma doença difícil estando perto dos melhores médicos e opções de tratamento, imagine estar longe e sem acesso a tudo isso? Para quem mora próximo de São Paulo, chegar ao hospital para se tratar é uma questão de minutos. Mas e para quem mora em lugares sem tantos recursos? Antes mesmo do tratamento há toda uma questão logística: fazer as malas, mudar de cidade temporariamente, ver onde ficar… uma realidade nada fácil. Sem contar o ponto de vista burocrático.

O maior objetivo do instituto é auxiliar a família da criança a buscar todas as chances de cura para a doença, dentro ou fora de sua cidade de origem. Muitas crianças diagnosticadas necessitam, por imposição da doença, buscar outras terapias não disponíveis em sua cidade e, além de enfrentar o diagnóstico em si, precisam enfrentar a morosidade dos trâmites burocráticos em busca de maiores chances de cura.

Sobre
Iniciativa de Carolina e Marcos Varella, pais de AnaLuiza – amazonense de 7anos, que lutou durante 10 meses contra um rabdomiossarcoma – e de Soraya e Paulo Wallace, pais da pequena amazonense Giulia– de 1 ano e 9 meses, quelutou durante 4 meses contra um neuroblastoma – o Instituto ALGUEM, pessoa jurídica de direito privado e sem fins lucrativos é uma organização que pretende promover, coordenar e executar ações de apoio às famílias de crianças e adolescentes diagnosticadas com qualquertipo de câncer, residentes em regiões cujo acesso ao tratamento digno e adequado seja dificultado.

Como ajudar?
Você pode saber mais detalhes através do site do Instituto ALGUEM. Qualquer quantia pode ser doada através do PagSeguro ou você pode ser sócio do Instituto.