Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Como funciona a doação de sangue durante a pandemia em Santos

  • 1
    Share

Você sabia que uma doação de sangue pode salvar até quatro vidas?

Mesmo assim, essa é uma atitude praticada por apenas 1,6% dos brasileiros, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Número que cai ainda mais em períodos como, por exemplo, férias e o inverno.

Nem precisamos dizer que a pandemia deixou o cenário ainda mais problemático, né?

Doação de sangue durante a pandemia em Santos

A orientação continua sendo para ficar em casa sempre que possível. E, mais do que isso, evitar ir ao hospital. O reflexo é que hemocentros estão operando com a capacidade reduzida em todo o Brasil.

Segundo a Fundação Pró-Sangue, responsável pelos hemocentros do Estado de São Paulo, 75% dos tipos de sangue em nível crítico. Não é diferente em Santos e região. 

www.juicysantos.com.br - doação de sangue durante a pandemia em santos

“Nos hemonúcleos, a coleta de sangue é realizada com agendamento e com a máxima segurança. Isso evita a aglomeração e, consequentemente, os riscos de contágio da COVID-19. O sangue doado é fundamental para a salvar vidas em emergências e cirurgias”, explica o médico Francisco Simi, cirurgião vascular.

Se você é doador de sangue, mas não doou nos últimos meses, pode ir sem medo.

Porém, obviamente, se tiver contraído coronavírus ou contato com algum paciente infectado, não poderá doar.

Onde doar sangue em Santos

As doações de sangue em Santos podem ser feitas tanto na Santa Casa de Santos quanto no Hospital Guilherme Álvaro.

Em ambos os hospitais, o atendimento está ocorrendo de forma um pouco  diferente neste período de pandemia. Entre as regras estão, por exemplo:

  • Atendimento reduzido: na Santa Casa são 6 doadores por hora e no Guilherme Álvaro, dois doadores por vez;
  • Maiores de idade devem ir sozinhos, para evitar aglomerações;

No Guilherme Álvaro, as doações podem ser feitas das 8 horas às 12h30. O telefone de contato é (13) 3223-2860. Já na Santa Casa é das 7 às 16 horas em dias de semana e até às 11 horas, aos sábados. É possível agendar a doação no (13) 3202-0600, no ramal 1218.

Veja quais são os pré-requisitos para doar sangue em Santos

  • Estar em boas condições de saúde.
  • Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos, clique para ver documentos necessários e formulário de autorização).
  • Pesar no mínimo 50kg.
  • Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação)
  • Apresentar documento original com foto recente (CNH, RG, etc)

Tem desconto em aplicativo de transporte para quem doar sangue em Santos

Aliás, dá para ir doar sangue em segurança usando um carro da 99. A empresa está oferecendo descontos de até R$ 30 para doadores de Santos fazerem o trajeto de ida e volta ao serviço de banco de sangue.

Basta usar o código DOESANGUESSZ no aplicativo – tendo como destino o Hemonúcleo de Santos, que fica no Guilherme Alvaro.

Riscos de doar sangue durante a pandemia

Para quem deixou de doar sangue por ter medo de ficar com a imunidade baixa, pode ir tranquilo. Pois a quantidade de sangue retirada não afeta o organismo do doador.

O Ministério da Saúde estabelece, no geral, que pessoas entre 16 e 69 anos podem doar sangue.

Para os menores de 18 anos é necessário o consentimento dos responsáveis e, entre 60 e 69 anos, a pessoa só poderá doar se já o tiver feito antes dos 60 anos. O doador deve estar livre de doenças infecciosas.