Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
37 anos - Santos

Bazar permanente do Anália Franco

Você sabia que o Anália Franco tem um bazar permanente? Eu não fazia ideia! Apesar de passar diariamente pela Av. Ana Costa, apenas recentemente prestei atenção na faixa de “aceitamos doações”.

Nem preciso contar que já estávamos em clima de desapego e arrecadação devido ao Bazar dos Blogs, né? E como sobrou MUITA coisa separei algumas sacolas para o bazar do Anália Franco.

Cheguei lá e fui bem recebida pela Roseli, que me explicou como as coisas funcionam por lá. Comecei a conversa perguntando do que eles estavam precisando – e ela me disse que eles andam precisando muito de ÓLEO DE COZINHA e AÇÚCAR.

Quem quiser doar esses produtos basta levar lá de segunda a sexta das 8h às 18h.

Sobre o bazar ela me explicou que tudo é vendido bem baratinho – muitas peças a R$ 1. E que eles sempre recebem doação pois fazem bazar entre os funcionários, recebem moradores de rua e pessoas carentes além de montarem kits para jovens carentes que precisam se vestir para o primeiro emprego. Achei isso demais de legal! Fica a dica para quem tem roupa social para doar: leve lá no Anália Franco.

O bazar tem sempre muita coisa, e tem que garimpar mesmo! Aliás, essa é a graça né? Se até em outlets, lojas de departamento e megastores gringas temos que garimpar, por que seria diferente num bazar? Tem que ir com calma, paciência e sem preconceitos. Além de roupas, o bazar permanente do Anália Franco disponibiliza quadros, objetos de decoração e outros itens.

O Educandário Anália Franco fica no 277 da Av. Ana Costa. Mas a entrada do bazar, tanto para compras como para doações fica na Rua Barão de Paranapiacaba, 244 – Santos.

E olha só o que eu achei por lá?


A bolsa é linda, bem feitinha, estruturada com uma estampa floral que amo (tenho um blazer com o mesmo tecido) e do tamanho que eu gosto (cabe o iPad!). Foi um verdadeiro achado, por modestos R$ 3! Saí de lá super feliz e com a certeza de quem voltará mais vezes para garimpar.

Mais informações sobre o bazar do Anália Franco.