Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Influenciadores negros de Santos incríveis para seguir no Instagram

O mercado de criação de conteúdo digital é amplo e está crescendo. 

A internet tem espaço para todo mundo e a gente se depara com textos, posts e vídeos sobre absolutamente tudo – de educação financeira a sexualidade, de alimentação vegana a resenhas de livros. Na teoria. Mas a verdade é que, na prática, o feed do Instagram (e também de outras redes sociais) é quase norueguês para muitas pessoas.

Com exceção, claro, do mês de novembro. No mês da Consciência Negra, o cenário muda. Os influenciadores negros são lembrados, já que a pauta se torna a promoção da justiça racial… A verdade é que seus nomes e conteúdos vão muito além disso.

Essas vozes precisam ser ouvidas o ano inteiro. Por isso, nós listamos influenciadores negros de Santos e regão para você seguir e apoiar independente da época do ano.

Influenciadores negros de Santos para seguir

1. Preta Rara

Preta Rara nos dá um baita orgulho. Cantora de rap, historiadora e o nome por trás de ações incríveis que aconteceram em Santos como, por exemplo, o encontro ‘Vai ter gorda na praia, sim!’. Rara ganhou visibilidade nacionalmente após iniciar o movimento Eu, Empregada Doméstica.

Imagem: Reprodução/Juh Guedes

Aliás, o livro é uma leitura extremamente necessária, viu?

Nas redes sociais, a santista fala sobre aceitação, ativismo e principalmente sobre sua arte.

2. Afreekassia

Afreekassia manda muito como DJ e você precisa ouvir os sets dela. Além disso, a santista também trabalha como artista visual, relações públicas e modelo.

Aliás, ela participou de um editorial lindo da revista Vogue no ano passado.

3. Djamila Ribeiro

Também conhecida nacionalmente, Djamila Ribeiro é mestre em filosofia pela Unifesp e trabalhou como secretária-adjunta da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo. Além disso, escreve na Folha de S. Paulo e na Elle e tem vários livros fundamentais publicados, entre os quais estão:

  • Pequeno Manual Antirracista;
  • Quem tem medo do feminismo negro?

Além de seu Instagram, em junho Djamila também está falando sobre racismo na conta do Paulo Gustavo. Iniciativa que visa levantar este tema para ainda mais pessoas.

4. Liddy Bertolino

Traz looks do dia, maquiagem, moda e tudo que faz parte do universo feminino. As fotos do feed da Liddy são LINDAS e os stories cheios de dicas ótimas para o dia-a-dia.

5. Kenya Borges

Vencedora da segunda temporada da Corrida das Blogueiras, reality show do Diva Depressão, Kenya produz conteúdo tanto para o Instagram quanto para o YouTube.

juicysantos.com.br - Influenciadores negros de Santos

Em ambos, a santista aborda, principalmente, dicas de como cuidar do cabelo e tutoriais de maquiagem. Além disso, rolam papos bem honestos sobre racismo e outras questões importantes que estamos vivendo e não podem passar despercebidas.

6. Fabrício Lima

Marido de Kenya, o cara também produz conteúdo – no Insta dele e no canal da esposa.

Dançarino e coreografo, o conteúdo dele é mega descontraído e divertido. Rolam vídeos com coreografias e também papos mais sérios quando necessário (tanto sobre racismo quanto sobre gordofobia e masculinidade tóxica).

7. Bianca Della Fancy

Bianca é a drag santista que comanda o ‘Canal Tá Bom Pra Você?’.

A youtuber fala sobre maquiagem, mas também abre espaço para você conhecer histórias de pessoas LGBTQIA+ e a vivência de pessoas negras.

juicysantos.com.br - Influenciadores negros de Santos Imagem: Reprodução

Além do YouTube, a santista também tem um podcast (com um nome maravilhoso!), O Santíssima Trindade das Perucas.

8. Keylla Brito

Keylla mora em São Vicente e compartilha no Instagram desde dicas de beleza até produtos de limpeza. Ou seja, tudo o que a gente precisa. Além disso, os conteúdos buscam empoderar mulheres negras.

9. Mari Mesquita

Sua vida precisa de mais organização? Então siga o Insta da Mari.

Além de influenciadora, a Mari é personal organizer e este é o foco do conteúdo que ela produz. Tem dicas de organização, economia, produtos de limpeza… Enfim, tudo para uma casa mais confortável e uma vida mais leve. E, vamos combinar, nessa quarentena, isso é tudo o que nós queremos, né?

Se acaso você conhece algum @ que ficou de fora dessa lista, conta pra gente nos comentários. A ideia é criar uma rede cada vez maior. Ou seja, sua ajuda e indicação é mega importante 🙂

Precisamos falar sobre privilégio branco

Já que você chegou até aqui, queremos fazer um convite: vamos pensar sobre o privilégio branco?

No momento que estamos vivendo, todos precisamos, mais do que nunca, entender esse tema e nosso papel nele. Em resumo, privilégio branco não significa que a vida dos brancos é fácil e, sim, que o quesito cor/raça não interfere no tamanho da dificuldade.

Tem uma matéria completa sobre este assunto aqui no Juicy, que agora traz, semanalmente, a jornalista Tania Regina Pinto escrevendo a coluna Vozes Pretas.