Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
38 anos - Santos

Curaçao: 6 lugares imperdíveis que não são praias

Uma busca rápida por Curaçao no Google Images e você tomará uma surra de mar azul jamais vista antes. Fato que a ilha caribenha tem como grande isca mais de 30 praias maravilhosas e o próprio termo Caribe já nos faz imaginar um drink empunhado em uma mão e o snorkel na outra.

Porém, nada melhor do quer surpreendida por um canto do mundo que tem praias paradisíacas mas também lugares cheios de cultura, história e contato com a natureza selvagem. Listei nesse post os seis lugares além-praia que mais amei em Curaçao.

Kura Hulanda

Eu já tinha pesquisado e dado a dica aqui de 5 museus para visitar em Curaçao e acabei visitando o Museu de Kura Hulanda (ou Museu da Escravidão), que me impressionou muito. Primeiro o lugar onde fica o museu, que é composto por uma arquitetura linda, preservadíssima com residências, hotéis e o maior museu que trata sobre escravidão das Américas. Antes de entrar no museu vale andar por todo o local. As esculturas são magníficas e o projeto arquitetônico idem.

O local é um projeto idealizado por Jacob Gelt Dekker e inaugurado em 1999. Kura Hulanda significa “pátio Holandês” em papiamento, a língua falada em Curaçao. O projeto é tão incrível que é considerado patrimônio da humanidade pela UNESCO.

Entrada de Kura HulandaUma coisa é você saber que a escravidão existiu e conviver com o fato que o Brasil foi o último país a aboli-la. A outra é entrar num ambiente que simula um navio de transporte de escravos, amontoados e acorrentados. É tão absurda a sensação de tão real!

E para tanta crueldade acontecer, acreditava-se na época que os negros não eram humanos e não tinham alma.

No vídeo abaixo talvez você perceba a incredulidade presente na minha voz. Eu não conseguia achar palavras para expressar o que eu estava sentindo.

Se você for a Curaçao, não perca a oportunidade de ir a Kura Hulanda e ver a história materializada diante de seus olhos. E separe um tempinho para o conjunto arquitetônico que circunda o museu.

Shete Boka National Park

Shete Boka (ou Sete Bocas) é um parque em Curaçao com um visual paradisíaco, onde a natureza mostra sua força num belo “chega pra lá”. São vários pontos de observação, mas ficamos concentrados em Boka Tabla, que tem um mirante de madeira e uma caverna logo na entrada. O lugar também é um santuário de tartarugas, bem longe e inóspito. Se você tiver tempo, prepare-se para tirar fotos incríveis.

Shete Boka - A paisagemDicas ao visitar Shete Boka

  1. Vá com sapatos que protejam os pés. O solo vulcânico e pedras podem fazer dar ruim nos seus pés. Não estrague sua viagem por causa desse detalhe
  2. Não deixe seus pertences à mostra no carro. Há vários relatos na Internet de furtos de objetos dentro de veículos. Se possível leve tudo na bolsa ou mochila
  3. Reserve no mínimo 2 horas se quiser visitar o Shete Boka National Park na íntegra

Em Shete Boka, CuraçaoOlha o azul ABSURDO desse mar de Curaçao

Hato Caves

Eu jamais imaginei que entraria numa caverna cheia de morcegos, naquela vibe de filme de aventura da Sessão da Tarde. Hato Caves é uma caverna que fica num ponto bem alto de Curaçao, bem pertinho ao aeroporto. Estima-se que essa caverna tenha mais de mil e quinhentos anos de existência e era um lugar onde os escravos se escondiam. O curioso da caverna é que ela é repleta de formações como estalactites e estalagmites, formando desenhos surpreendentes – incluindo formas religiosas.

Para que a experiência seja completa, eles possuem guias diários disponíveis de hora em hora das 9 da manhã até às 16h.

Hato Caves em Curaçao

North Shore e St. Joris

Chegamos a ao lado nordeste de Curaçao através de um passeio de buggy com a Scooby’s Tours. Para quem quer algo mais aventureiro e com adrenalina, esse passeio é uma boa pedida. Você dirige por 15 minutos pela estrada de Curaçao e depois entra num verdadeiro rallye. É estrada de terra, poeira e cactus pra tudo que é lado, até chegar numa vista incrível em North Shore. O passeio também inclui uma parada numa fazenda de avestruz para ir ao banheiro, beber alguma coisa e seguir viagem.

Esse é um canto da ilha que só da pra acessar de buggy e a vista vale cada centavo.

Scooby's Tours em Curaçao

Fort Nassau

A vista do forte é maravilhosa, de onde da para ver a ponte Rainha Juliana, a mais alta de todo o Caribe. Você pode ir ao forte apenas curtir a vista lá do alto, ou emendar o por do sol com o jantar no restaurante Fort Nassau, que é simplesmente divino. Nós falamos dele nesse post sobre a gastronomia de Curaçao.

Vista do Fort Nassau

Centrinho

O centrinho de Curaçao não fica perto das praias principais e é um ponto fora do circuito mar & areia. É um lugar obrigatório para comer e curtir a atmosfera da cidade, incluindo tirar foto no famoso letreiro escrito CURAÇAO.

Letreiro de Curaçao

Às quintas o rolê funciona até mais tarde quando rola o Punda Vibes, ou seja, um dia onde os turistas e curaçalenses esticam a diversão até altas horas. No dia em que fui estava rolando uma apresentação de dança folclórica, aulas de dança caribenha  e show de fogos de artifício. As lojinhas também esticam os horários por conta do bom movimento no centro.

Viu como Curaçao não é  só praia?

Se você curtiu esse post, nós recomendamos que você veja também:

E dá o play nesse vídeo com cenas lindas de Curaçao para se animar!