07/06/2018 Por Flávia Saad Para visitar, Turismo em Santos

Orquidário de Santos: tudo o que você precisa saber

O Orquidário de Santos é um oásis verde a pouco mais de uma quadra da praia, no José Menino.

Um lugar pra descansar, respirar ar puro, entrar em contato com a natureza e se encantar. O parque, que fica no bairro José Menino, faz parte da memória afetiva de muita gente, visitantes ou turistas.

Esse passeio 100% santista é um dos favoritos pra fazer com a minha filha Filipa. Ela simplesmente não se cansa de ver os animais, as plantas e, claro, brincar no parquinho que fica no final do Orquidário.

E não somos só nós que adoramos esse lugar: o Orquidário de Santos está em segundo lugar entre os equipamentos públicos em visitação na cidade, perdendo apenas para o Aquário. Mais de 250 mil pessoas passam por lá todos os anos!

www.juicysantos.com.br - orquidário de santos

Por isso, vou contar pra vocês neste post tudo o que eu acredito que faz do Orquidário de Santos um local tão especial e muito mais do que apenas um ponto turístico.

O que tem no Orquidário de Santos

Em uma área urbana de mais de 22 mil metros quadrados, o Orquidário de Santos pertence ao município e hoje conta com cerca de 3.500 orquídeas de 120 espécies, entre orquídeas, plantas medicinais e espécies raras. Se você olhar pra cima, verá muitas delas afixadas nas árvores. Não é pra menos que ele está na lista de 6 lugares mais bonitos pra fotografar em Santos. Parece que você está em uma floresta totalmente fora de uma cidade de praia.

www.juicysantos.com.br - entrada do orquidário de santos

Logo em sua entrada, após passar pelo pórtico florido que leva ao centro do parque, os visitantes são recepcionados pela Ninfa de Naiade.

A estátua da imagem acima é um verdadeiro clássico de Santos – quem nunca tirou uma foto lá? A mulher nua que bebe e se banha de uma ânfora (vaso) deixa a gente totalmente hipnotizado, especialmente porque está rodeada de uma natureza exuberante.

O que você talvez não saiba é que ela não foi originalmente feita pelo escultor João Batista Ferri para ficar ali, mas sim na Praça José Bonifácio no Centro de Santos e chegou ao Orquidário apenas em 1956.

Cerca de 500 animais de 70 espécies diferentes se espalham pelo parque – e o mais legal: muitos deles soltos! Então, não se surpreenda se encontrar jabutis, capivaras ou o habitante mais ilustre, o pavão, circulando livremente pelas alamedas verdes do espaço e totalmente acostumados ao contato humano. Em outros pontos do parque, os visitantes conseguem chegar bem perto das aves e insetos, como é o caso do Viveiro de Visitação Interna, a Trilha do Mel e o Jardim Sensorial.

www.juicysantos.com.br - orquidário de santos

Fique atento para o horário do Viveiro de Visitação Interna: ele é uma das partes mais bacanas, mas está aberto das 9 às 11 horas e das 14 às 17 horas.

Pássaros migratórios, ou seja, vindos de fora, são atraídos pela flora do Orquidário de Santos, como as garças que você vê por aí pelos canais e no Mercado de Peixe. Elas passeiam durante o dia e retornam para o parque para pernoitar nas árvores do lago.

Você também vai observar de perto tucanos, araras, corujas, macacos, veados e outros animais típicos do Brasil, alguns raros e ameaçados de extinção, como macacos-aranha, macucos, guarás e jacuguaçus.

Importante: não alimente os animais do Orquidário sob nenhuma circustância!

www.juicysantos.com.br - orquidário de santos

E o Orquidário de Santos não é só atração turística. Seu setor de Zoologia presta atendimento de referência a animais silvestres para espécies vindas de toda a região da Baixada Santista. Até mesmo procedimentos cirúrgicos acontecem nas dependências do parque. Vários animais perdidos, apreendidos pela Polícia Ambiental vítimas do tráfico ou comércio ilegal ou machucados também chegam para tratamento pelos profissionais da instituição.

Lá também acontecem ações educativas para crianças e adultos voltadas para a preservação ambiental. Sempre divulgamos aqui na agenda do Juicy Santos essas atividades – vale a pena acompanhar e participar.

Nas férias, rolam os cursos de férias e as disputadas visitas noturnas ao Orquidário, super legais pra ver o comportamento dos animais depois que o sol se põe, e as vagas costumam esgotar rapidinho.

www.juicysantos.com.br - curso de férias no orquidário de santosFoto: Rogério Bomfim/Prefeitura Municipal de Santos

Todo sábado, tem feira de orgânicos no Orquidário de Santos – uma ótima opção pra quem quer consumir itens orgânicos e aulas de tai chi chuan por R$ 30 por mês, organizadas pela Associação Pai Lin de Artes Taoístas de Equilíbrio e Saúde/Mestre Augusto Leitão.

Outra coisa bem legal é que, periodicamente, a Associação de Orquidófilos de Santos se reúne no setor de exposições do parque em uma feira que vende desde exemplares a partir de R$ 10 até raridades.

Ao final da visita, as crianças aproveitam muito o playground, recém-reformado e que tem um labirinto de concreto super colorido, brinquedão de madeira, balanço e piso de borracha bem seguro para os pequenos. Há, ainda, uma brinquedoteca no Orquidário de Santos, mas ela abre apenas na parte da tarde. Se você vai com bebê, não tem problema, porque o banheiro possui trocador em seu interior.

Mas o Orquidário não é só pros pequenos e pra famílias em busca de um passeio diferente – há um romantismo e uma vibe bucólica super agradável lá para casais. Nós já indicamos aqui o local como um dos mais bacanas pra levar o crush aqui em Santos.

Infelizmente, algo que falta no Orquidário de Santos é uma lanchonete ou lugar pra comprar uma bebida ou snack, já que não se pode entrar com comida lá. Em alguns pontos, há bebedouros (um deles fica no parquinho).

www.juicysantos.com.br - orquidário de santos

A história do Orquidário de Santos

Este parque zoobotânico (que tem tanto plantas quanto animais) teve sua inauguração oficial em novembro de 1945, mas sua história começa bem antes, no início do século XX. Nos idos de 1909, o primeiro orquidófilo do Brasil, Julio Conceição (que mais tarde virou nome de rua em Santos), montou em um chácara (em que também residia) o Parque Indígena. Ele era um notório amante da natureza e, em especial, das orquídeas e, por isso, quis compartilhar isso com o público abrindo o espaço para visitação.

www.juicysantos.com.br - parque indígena antigo orquidário de santos Foto: Memória Santista

Essa chácara (foto acima), que mais parecia um jardim botânico, porém, ficava em outro ponto da cidade, mais especificamente na Av. Conselheiro Nébias, no número 844, no Boqueirão, no perímetro entre a Av. Vicente de Carvalho (orla), a atual Rua Governador Pedro de Toledo e a própria Conselheiro Nébias.

Com a sua morte, o parque funcionou por alguns anos e, em seguida, mais de 1.000 espécies foram adquiridas por valor simbólico pela cidade de Santos para a futura formação do Orquidário, 7 anos depois.

Segundo o site Novo Milênio, que faz um registro digital incrível da história de Santos e região, os dois parques têm muito mais do que isso em comum. Isso porque, por algum tempo, o Orquidário de Santos também foi chamado de Parque Indígena. Além disso, foi um funcionário do parque original que fez a organização das orquídeas no sucessor, Inácio Manso Filho.

O Orquidário de Santos, à época de sua inauguração, era o maior parque de orquídeas ao ar livre do mundo.

Da concepção original do Orquidário, ainda podemos ver o lago central, a pérgula com colunas de pedra localizada à entrada e parte do muro com base de pedra e elementos vazados de concreto, além da antiga residência do administrador, revestida em pedras (onde hoje fica o setor de Educação Ambiental).

Em 2012, reabriu após uma reforma de grande porte, que durou 4 anos.

www.juicysantos.com.br - orquidário de santos

A flora do Orquidário de Santos

Atualmente, além das mais de 3.500 espécies de orquídeas que citamos em um dos primeiros parágrafos deste texto, existem também aproximadamente 1.500 árvores e arbustos de 137 espécies diferentes que reproduzem, principalmente, a flora da Mata Atlântica – tudo isso em plena cidade! Passeando pelo Orquidário de Santos, você vai ver árvore do pau-brasil, ipê-roxo, cacau, urucum, pau-ferro, entre outras, como bromélias e samambaias.

A mais alta do parque fica logo na entrada, do lado esquerdo do famoso pergolado que serve de cenário para muitas fotos: é o pau-rei, que tem mais de 30 metros de altura, ou seja, bem maior que muitos dos prédios que ficam ao redor. Na verdade, ela pode ser vista lá de longe, ainda na Av. Francisco Glicério.

Outras árvores bem diferentes que você vai ver no Orquidário de Santos:

  • angico branco: dele sai a matéria prima utilizada para fazer chiclete (!);
  • pau d’alho: com sua casca rugosa e flores brancas, produz um aroma similar ao alho de cozinha;
  • guapuruvu: chega a 30 metros de altura e é tipica do Vale do Paraíba (SP).

As crianças costumam gostar da Trilha do Mel, um espaço com 6 colmeias de abelhas silvestres sem ferrão.

Outro destaque é o mostruário de orquídeas, que passou a funcionar após a reforma de 2008. Com cerca de 100 metros quadrados e cheio de luz natural, abriga várias espécies de orquídeas que florescem de tempos em tempos e uma cachoeira ao fundo.

Como visitar o Orquidário de Santos

horário de funcionamento do Orquidário de Santos é de terça-feira a domingo, das 9 às 18 horas (atenção: a bilheteria fecha às 17 horas). Possui acessibilidade para pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida.

Cães e outros animais domésticos não podem entrar e também não é permitido levar bicicletas, patinete, skate e similares.

Outro detalhe: não vá direto da praia, porque trajes de banho são proibidos.

O preço dos ingressos para o Orquidário de Santos custa R$ 8*, com desconto de 50% para estudantes e professores, com apresentação de documento. Menores de 8 e maiores de 65 anos entram de graça; crianças entre 8 e 12 anos pagam meia também. Na entrada, estão disponíveis mapas para ajudar na localização no interior do parque.

Você também pode comprar um combo por R$ 12* para visitar ele e o Aquário no mesmo dia.

Dá pra ir de ônibus pegando as linhas municipais 7, 30, 40, 53 ou 77. Para quem vai de carro, há estacionamento ao redor próximo da entrada, mas geralmente tem guardadores na rua. E não esqueça de verificar as placas de permissão para estacionar.

Se estiver vindo de São Paulo ou de outra cidade (da Rodovia dos Imigrantes), você pega a saída para a Av. Martins Fontes até a Avenida Ayrton Senna da Silva (que muda de nome quando chega à praia de São Vicente, virando a Av. Pres. Wilson). Passando a divisa São Vicente/Santos, vire à esquerda na Rua Cyra e logo vai ver a Praça Washington e as árvores do parque.

Dica extra: experimente o churros tradicionalíssimo vendido no carrinho em frente ao portão principal.

O Orquidário de Santos fica na Praça Washington, s/n, José Menino. Tel: (13) 3205-2210.

www.juicysantos.com.br - orquidário de santos

Passeio em Santos

É turista e está visitando a cidade? Nós temos várias indicações de hospedagem pra você ficar aqui. Temos uma lista de hostels em Santos – um deles, aliás, fica ao lado do Orquidário de Santos e também indicações de hotéis baratos e estabelecimentos localizados perto da praia.

*preços pesquisados em junho de 2018
Share Button