14/05/2018 Por Miranda Lourenço Economia criativa

Por que prefiro consumir de negócios locais

Eu sempre fui muito de consumir produtos e serviços de pessoas locais e negócios pequenos.

Acredito que isso vem da minha mãe e da minha vó. Ela sempre tinha na agenda o telefone de um senhor que arrumava a geladeira, daquela moça que fazia os docinhos de festa, da costureira que arrumava os uniformes da escola ou do sapateiro que fazia um pouco de tudo… Sempre local, sempre de autônomos.

Essa tradição de buscar quem faz traz vários benefícios para ambas as partes, para a cidade e para economia local.

ocoletivoMAIO_semlogo-5502_3500 copiar

Assim, atualmente, eu busco consumir cada vez mais dessas pessoas. Acredito nos diversos benefícios que o consumo local pode nos trazer.

Vou explicar em 4 razões o porquê de sempre preferir comprar de quem faz ou oferece seus serviços.

1. Qualidade

Qualidade é o quesito que mais me atrai quando falo de consumo. Quem não quer que o tão suado dinheiro seja muito bem investido e bem gasto em coisas de boa qualidade? Claro que qualidade entra em diversos outros pontos, mas independentemente de tudo, a qualidade do autônomo geralmente é diferente da qualidade das grandes empresas. Quando falamos de alimentos, principalmente, tudo que vem do pequeno tende a ser mais fresco e (esperamos) mais caseiro e natural.

Nesse ponto, o industrializado fica em segundo lugar.

2. Atendimento

Nem é preciso falar que o atendimento se torna o principal mecanismo para vendas. Já dizia o velho ditado “vender bem para vender sempre”.

Mas não vamos confundir. O bom atendimento que “basta” é só o sorriso no rosto ou alguém que atende o telefone no primeiro toque. Um ótimo atendimento vai muito além disso e envolve toda a atenção, um serviço sem falhas ou, quando elas vêm a existir (não somos robôs, falhas acontecem), o negócio precisa ter a delicadeza de lidar e resolver da melhor forma, sempre com transparência, atenção e o sorriso no rosto ali sempre, claro!

Os melhores negócios locais trabalham com esse carinho, de gente como a gente fazendo o produto, prestando o serviço, criando um relacionamento pessoal entre o cliente e o negócio. E isso leva a nada mais, nada menos do que a fidelização.

www.juicysantos.com.br - compre de quem fazFoto: Adam Jang para Unsplash

3. Valores

Tudo o que se relaciona aos valores de um produto ou serviço muito interessa a quem está consumindo.

Eu costumo pensar que, se for pra gastar dinheiro, que seja bem gasto. Nos negócios locais, costumamos ver as tabelas de valores ligadas diretamente à qualidade.

Sim, o feito à mão é mais caro – de um bolo a uma joia. Tudo aquilo que exige cuidado individual encarece a mão de obra. Mas, por outro lado, quantas vezes o barato não saiu caro? Seja uma peça de roupa, um serviço mal feito ou um alimento de qualidade ruim, tudo tem um valor, um cuidado e uma qualidade. Precisamos entender isso e nossos bens durarão muito mais.

4. Economia local

Se estes três tópicos acima ainda não te convenceram de que negócios locais trazem muitos benefícios para as pessoas, tente pensar na economia da sua cidade ou região. Negócios locais podem começar pequenos, mas quando incentivados, crescer e gerar empregos, oportunidades e parcerias que ajudam as pessoas da comunidade.

www.juicysantos.com.br - compre de quem fazFoto: Matt Jones para Unsplash

Não que as empresas maiores não ofereçam este tipo de situação. Só que a diferença maior é que quando um negócio local cresce, pois, com ela, elevam-se os impostos pagos na cidade, o que (teoricamente) auxilia o município como um todo.

Os novos pequenos negócios locais possuem personalidade moderna e inovadora, trazendo soluções e pensando cada vez mais em desenvolvimento de pessoas ao invés de ter o seu objetivo apenas em ganhos financeiros. Isso deve ser uma consequência, não o principal objetivo e é exatamente essa ideia que é incrível de se apoiar.

Não é muito difícil valorizar os negócios locais.

Aqui em Santos, existem muitos empreendedores com ótimos produtos e serviços, preço camarada e muita vontade de atender! No Juicy Santos, sempre damos dicas de consumo pra você comprar de quem faz.

E você, costuma consumir localmente? Conta pra gente quais negócios locais você indica!