Luiz Gomes Otero
Texto porLuiz Gomes Otero

John Lennon faria 80 anos: veja 7 músicas icônicas da carreira solo

  • 1
    Share

Em 9 de outubro, John Lennon faria 80 anos, se não tivesse sido assassinado a tiros em dezembro de 1980.

Claro que você já deve ter ouvido algo sobre sua história com os Beatles e sua trajetória em carreira solo por aí afora.

Então optei por tentar resumir aqui neste espaço alguns momentos intensos selecionados de seus álbuns solo.

Temos alguns bons exemplos de como ele era um compositor incrível e um intérprete singular.

John Lennon faria 80 anos e aqui tem 7 canções imperdíveis dele

1. Mother (1970)

Canção do álbum Plastic Ono Band, o primeiro lançado depois do fim dos Beatles.

A letra expressa a dor da ausência dos pais em sua infância, que deixaram marcas profundas em sua personalidade. O disco inteiro parece mostrar Lennon querendo se livrar dos estigmas do passado.

2. Imagine (1971)

Faixa-título de seu segundo disco. Um hino pacifista que até hoje emociona quem ouve. E o que é interessante é que a principal fonte de inspiração de Lennon surgiu em um poema de Yoko Ono. É inegável que ela tenha exercido uma influência direta em muitas composições. E essa canção foi mais um exemplo disso. Um baita exemplo, por sinal.

3. Mind Games (1973)

Leva o mesmo título de seu quarto disco solo.

Um trabalho considerado irregular, exceto por por essa faixa.

Ele chegou a dedicar Mind Games aos hippies do período da segunda metade dos anos 60, que pregavam o lema peace and love (paz e amor). Para que não desistissem desse ideal. É uma das minha favoritas dele.

4. #9 Dream (1974)

Canção do seu quinto álbum solo, Wall And Bridges. A mística com o número nove estava novamente impressa em uma canção. Desde os tempos dos Beatles, ele tinha uma fixação com esse número (quem não se lembra de Revolution #9, do Álbum Branco?). Toda vez que escuto essa canção me transporto para o período de minha infância e adolescência.

5. Stand By Me (1975)

Para se livrar de um processo de plágio, Lennon gravou um disco com releituras de canções dos primórdios do rock, que, por sinal, foram importantes na sua formação como músico. O disco inteiro é sensacional, mas a versão de Stand By Me ficou em um patamar mais alto. A canção clássica do cantor Ben E. King ganhou mais um memorável registro na voz de John Lennon.

6. Woman (1980)

Está em seu derradeiro álbum, Double Fantasy. Uma declaração de amor explícita para sua esposa, Yoko Ono. Uma canção com uma letra densa e romântica. Uma bela homenagem para ela, que acabou valendo para todas as mulheres do mundo.

7. Give Peace a Chance (1969)

Hino pacifista composto e cantado durante o seu protesto no chamado Bed-In, que consistia basicamente em passar o dia na cama para pregar a paz no mundo. Uma ideia para chamar a atenção do público, mostrando a necessidade de se acabar com as guerras pelo mundo. Uma mensagem mais do que atual nos dias de hoje.

Qual música de John Lennon em carreira solo está na sua playlist?