Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 23 anos - Santos

Semana Tereza de Benguela debate o trabalho e as mulheres negras

Mulheres negras vão estar reunidas entre os dias 22 e 26 de julho em Santos e também em Cubatão. Juntas, elas participam da Semana Tereza de Benguela e convidam outras mulheres a participarem de discussões sobre as nuances do mundo do trabalho.

Se você gostou da ideia, pode colocar o evento na sua agenda. Pois, além de tudo, toda programação é gratuita!

O que vai rolar na Semana Tereza de Benguela

A semana de atividade é idealizada por vários grupos de movimentos sociais em conjunto com o Grupo de Pesquisa Trabalho e Capital (USP).

Toda a programação tem como objetivo comemorar o dia de Tereza de Benguela e também dar luz à reflexão sobre o tema “O que é o trabalho da mulher negra e como ele é visto e percebido pelo mundo do trabalho”. É por isso que todas as palestrantes são mulheres negras 🙂

juicysantos.com.br - Semana Tereza de Benguela

Em outras palavras: vai ser incrível. Dá uma olhada em tudo o que vai rolar:

22 de julho (segunda-feira)

  • Slam Pira VDC – às 18 horas
  • Ornella Rodrigues – às 18h30
  • História, Luz e Som: memórias de velho engenho – às 19 horas
  • O Trabalho de Ocupar: impondo a presença nos espaços de poder – às 19h30

Monumento Nacional Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos, Rua Alan Cíber Pinto, 96, Zona Noroeste

23 de julho (terça-feira)

  • Acotirenes: Exibição de filme e bate papo sobre Memória e Negritude – às 15 horas
  • PIC-NIC comunitário (Catarina e Priscila) – às 16 horas
  • Cicica e Thais: Oficina sobre História do Samba – às 17 horas
  • Trabalho e adoecimento no sistema capitalista: do trabalho na saúde mental à manutenção da sanidade própria – às 19 horas

Instituto Procomum, Rua Sete de Setembro, 52, Vila Nova

24 de julho (quarta-feira)

  • Oficina de confecção de Bonecas Abayomi – às 16 horas
  • Exposição Mulheres de Luta: força e pluralidade, da fotógrafa Bete Nagô – às 17 horas
  • Darluz: Dina Alves – às 17h30
  • Artista: trabalho, dom, lazer? – às 19 horas:

Sesc Santos (sala 1), Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida

  • Mulheres Negras e Relação de Trabalho em Cubatão – às 19 horas

Câmara Municipal de Cubatão, Praça dos Emancipadores, s/n, Cubatão

25 de julho (quinta-feira)

  • Filme: Mataram nossos filhos – às 17 horas
  • Coral Canto Diverso – às 19 horas
  • Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha e Dia de Tereza de Benguela – às 19h30

Educafro Valongo, Largo Marques de Monte Alegre, 12, Valongo

26 de julho (sexta-feira)

  • O trabalho para os Orixás: religiões de matriz africana – às 17 horas
  • Lélia Gonzalez: o trabalho da intelectual e da militante negra – às 19 horas
  • Encerramento cultural – grupo Afroketu – às 21 horas

Estação da Cidadania, Av. Ana Costa, 340, Encruzilhada

Se você curtiu algum dos eventos na programação, faça sua inscrição online. Também confirme presença no Facebook para ficar de olho em todas as novidades. As participantes que frequentarem 75% das atividades receberão certificado do GPTC-USP 🙂