Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 25 anos - Santos
TAGs

Carnaval 2021 em Santos: o cancelamento da folia e o que fazer

As semanas que antecedem o Carnaval são uma loucura no Morro da Nova Cintra. Por lá, boa parte da comunidade faz parte da Unidos do Morros – que venceu o carnaval 2020 de Santos. Em outras palavras, no dia 2 de janeiro de 2021, a noite seria mais um dia de trabalho.
Nesta data, no entanto, o carnaval 2021 foi oficialmente cancelado por aqui.


A decisão de revogar os pontos facultativos de 15, 16 e 17 de fevereiro teve como objetivo manter o controle sobre a pandemia de COVID-19 na cidade e acompanhou a medida estadual – que tinha sido anunciada dias antes.

Quando o decreto foi publicado no Diário Oficial, a movimentação no barracão da Unidos dos Morros, assim como de todas as escolas da cidade, já não acontecia há meses. Pois, ainda em julho de 2020, a Liga das Escolas de Samba já tinha decidido:

Sem vacina, é melhor não ter Carnaval

Por isso, as fantasias não foram encomendadas e a bateria nem chegou a pulsar.

“Enquanto eu falo com você, nós estaríamos comemorando ou então chorando pelo título. Pois aqui os desfiles são sempre uma semana antes”, comenta Márcio Pessi, diretor de carnaval da Unidos dos Morros.

Para ele, a decisão de cancelar a folia foi um grande acerto.

www.juicysantos.com.br - carnaval 2021 vai ser em casa pois não tem vacina ainda

Segundo contou para nós, no início de fevereiro, tradicionalmente, o Carnaval acontece durante 24 horas por dia em vários polos diferentes. As coisas só acabam ao fim do desfile. Neste fevereiro, no entanto, o barracão está fechado. As máquinas de costura, desligadas. E a bateria da escola, em silêncio. Nem mesmo ações online vão acontecer por lá.

“Nós fizemos várias lives beneficentes em 2020 – tanto da própria escola como da liga. Também fizemos trabalho social para ajudar a comunidade. Mas o número de mortes é enorme… Acreditamos que é um momento de respeitar as famílias afetadas”.

Carla Souza, que está todos os anos na arquibancada do Sambódromo Passarela do Samba Dráusio da Cruz, concorda com o cancelamento e com a ausência de ações online.

Letícia, sua irmã, tem uma opinião contrária: tudo bem cancelar o desfile, mas queria chegar do trabalho e ter uma diversão garantida, mesmo que na sala de casa.

“Eu sempre trabalhei no Carnaval, então não me importo que não seja ponto facultativo. O que eu queria era um motivo para tomar um cervejinha”.

Se você também queria um motivo para comemorar em casa, não precisa ficar triste com a ausência de programação das Escolas de Samba de Santos.

Pois ainda vai rolar muito carnaval online

Várias marcas decidiram prover essa válvula de escape, mesmo que a galera tenha que trabalhar e vá ficar à noite em casa.

O Festival MinhoQueens de Cultura Drag, por exemplo, vai ter shows online (clique aqui) e gratuitos nos dias 20 e 27 de fevereiro. Entre as atrações, estão:

  • Pepita;
  • Lia Clark;
  • Kaya Conky;
  • Danny Bond;
  • DJs;

Além de performances de dança, dublagem e debate sobre a evolução da arte drag. A programação acontece das 16h às 20 horas.

www.juicysantos.com.br - carnaval 2021 vai ser em casa pois não tem vacina ainda

Já entre os dias 13 e 16 de fevereiro, acontece o CarnaTinder. O rolê do Tinder também é online e vai acontecer dentro do servidor de RPG do GTA (e no YouTube também) – com direito até à trio elétrico! Em resumo, os caras montaram a Cidade Alta – icônico point do carnaval de Salvador, no universo dos jogos.

Luísa Sonza, Giulia Be e Léo Santana estão confirmados no rolê. De acordo com a divulgação, vão rolar atrações surpresa a missões especiais e transmissões ao vivo.  Além disso, é claro, vai dar para acessar o Tinder dentro do jogo e dar match com outras pessoas no evento.

Experiência de viagem

Se você não é da folia, mas sim da estrada, uma opção é aproveitar as experiências online promovidas pelo Airbnb. Feitas em parceria com a comunidade do Carnaval do Rio, os rolês podem ser feitos sem sair de casa durante todo o mês de fevereiro.

É possível, por exemplo, conhecer o barracão da Acadêmicos do Grande Rio, ver os bastidores da preparação dos desfiles e aprender a tocar percussão improvisando um instrumento. Para quem gosta de dançar, outra experiência oferece uma aula de samba com a passista profissional Carla Campos, que tem 20 anos desfilando em diversas escolas. Os valores das reservas variam de R$ 20 a R$ 100.

No Deezer vai rolar um canal de Carnaval, com playlists especiais de artistas, cidades e blocos de todo o Brasil. Aliás, vários bloquinhos estão confirmados no rolê. Tais como, por exemplo, o Sargento Pimenta e Baianas Ozadas – que montaram suas próprias playlists.

Você também pode conferir playlists de cidades como Salvador, Rio de Janeiro, Olinda, Belém, Belo Horizonte e mais outras cinco, além de uma seleção contemplando músicas de todo o país. Se você já cansou da sua playlist, é uma boa saída.