19/04/2017 Por Victória Silva Música, Para curtir

Rio Santos Jazz Fest 2017

Entre os dias 28 e 30 de abril, Santos se torna a Nova Orleans brasileira.

Isso graças à programação do Rio Santos Jazz Fest 2017. O evento, que celebra o dia internacional dedicado a esse ritmo e a Semana Municipal do Jazz, traz para a cidade artistas da capital paulista, do Rio de Janeiro e também destaca as pratas da casa.

Tudo isso em uma programação totalmente gratuita.

O festival acontece em três pontos da cidade simultaneamente: comedoria do SESC Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida), Teatro Guarany (Praça dos Andradas, 100, Centro Histórico) e Praiamar Shopping (Rua Alexandre Martins, 80, Aparecida).

Um dos nossos destaques vai para a apresentação super descontraída e inusitada da banda Jazz Walkers, idealizada por Maurício Fernandes (sax e arranjos), que rola no domingo (30 de abril), no Praiamar.

O público vai presenciar um show diferente em que tuba, trombone, trompete e outros instrumentos típicos do jazz dixieland caminham tocando entre as ruas da cidade.

jazzImagem: Jens Thekkeveettil/Visual Hut 

Programação

Se você é um fã de jazz e estava ansioso pela programação do Rio Santos Jazz Fest 2017, confira tudo o que vai rolar e já marque na agenda para não perder nada:

Sexta-feira (28 de abril)

Abertura: Arismar do Espírito Santo Trio convida Izzy Gordon – às 21 horas
Onde: Sesc Santos

Sábado (29 de abril)

Praiamar shopping
Orquestra brasileira de violões & conjunto de violões do Projeto Esculpir, com regência de Maestro Manzione – às 10 horas
Jazz Walkers (cortejo) – às 11 horas
Jazz Big Band convida Deborah Tarquínio – ao meio dia

Teatro Guarany
Michel Freidenson Trio – às 19 horas
Victor Biglione Trio – às 21 horas

Domingo (30 de abril)

Praiamar Shopping
Jazz Walkers (cortejo) – a partir das 11 horas
Trio + Um – ao meio-dia

Teatro Guarany
Victor Bertrami Quarteto – às 18 horas
Dolls and Dames – Alma Thomas & Indiana Nomma – às 20 horas

Veja todos os detalhes no site do evento.

Dia do Jazz

O Dia Internacional do Jazz (30 de abril) foi criado pela Unesco em 2012.

A comemoração tem como objetivo lembrar a importância deste gênero musical e o sua contribuição na promoção de diferentes culturas e povos ao longo da história. O jazz está associado à luta pela liberdade e à abolição da escravatura.