Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Uma galera se uniu para reformar a casa da Vó Lizete – você pode ajudar

  • 1
    Share

Em tempos de coronavírus, a gente vive repetindo para as pessoas ficarem em casa.

Também de forma automática, é comum questionarmos quem vai para a rua “sem necessidade”. Acontece que ficar em casa, em alguns casos, não é algo confortável. Como a casa da Vó Lizete, uma senhora de seus 70 anos que vive na Vila Ponte Nova (área continental de São Vicente).

juicysantos.com.br - reformar a casa da Vó Lizete

Vó Lizete não é, de fato, avó de quem a chama assim. Mas a idosa compartilha carinho e se torna avó de quem a rodeia. Vitor Cruz é um de seus muitos netos.

E ele teve a ideia de reformar a casa da Vó Lizete

Segundo conta, Lizete é como uma avó de criação para ele.

Por isso, sempre que pode, vai visitá-la e ajudar da maneira que pode. Na última semana, comprou uma cesta básica e foi entregá-la. Ficou impressionado com a situação em que a casa se encontrava e voltou para casa decidido a mudar aquela situação.

Junto com a namorada, Isabela Scarelli, e o casal de amigas Amanda Balbino e Larissa Diniz, o vicentino decidiu encararia a missão de reformar a casa da Vó Lizete. O objetivo é conseguir dar o mínimo de conforto que uma senhora de 70 anos precisa para viver.

Entre as missões está, por exemplo:

  • Instalar uma porta no banheiro;
  • Fechar a caixa de esgoto;
  • Trazer água encanada para dentro da casa.

juicysantos.com.br - reformar a casa da Vó Lizete

Gilmar, pedreiro, entrou para a ação e já deu o orçamento necessário para esses e outros serviços. No total, o valor chega a pouco mais de R$ 12 mil para toda a reforma da casa da Vó Lizete. Que, no momento, não tem reboco ou cama, por exemplo.

Como ajudar na reforma

Já que os amigos não têm o valor necessário para o reparo, uma vaquinha online busca conseguir este valor. A campanha já arrecadou R$ 600 e não tem data para acabar.

juicysantos.com.br - reformar a casa da Vó Lizete

Os interessados podem contribuir com qualquer quantia. O pagamento pode ser no cartão de crédito e também via boleto bancário ou Paypal. Se você puder fazer uma contribuição, basta clicar aqui.

E, caso possa ajudar a dona Lizete com móveis, roupas de cama, roupas, alimentos ou outros itens, entre em contato com a Amanda no Instagram.