Texto porWagner Alcântara

Programas de TV em Santos que marcaram os anos 90

  • 2
    Shares

Nos 70 anos da televisão brasileira, comemorados em 2020, Santos tem protagonismo.

A cidade foi, em 1957, a quarta do país a contar com uma emissora. A TV Santos ficou no ar até meados dos anos 1960.

Da TV Santos se originou, por exemplo, o primeiro programa de culinária da televisão brasileira – apresentado por Ofélia Ramos Anunciato. Depois, ela seguiria uma frutífera carreira em outras emissoras.

Hoje, sabemos, programas de culinária há aos montes. São sucesso de crítica e audiência, principalmente os reality shows.

Na TV Santos também se podia assistir a Hebe Camargo.

Com o fim da TV Santos, ficamos quase três décadas sem canais e programas de TV locais.

A ditadura instaurada com o golpe de 1964 retirou uma série de direitos de Santos – entre eles, o de contar com concessão de televisão.

(Lembremos que radiodifusão aberta é um serviço público. Os canais não pertencem às empresas de comunicação. Têm, apenas sua exploração concedida, a entes privados, públicos, estatais ou do terceiro setor)

Alguns dos programas de TV em Santos que marcaram os anos 90

Com a redemocratização, consolidada a partir da Constituição de 1988, direitos foram retomados.

E a partir dos anos 1990, Santos, Baixada Santista e o Litoral Paulista voltaram a ter canais de televisão locais.

Vamos viajar por dois deles, que não estão mais no ar. No entanto, marcaram o imaginário coletivo caiçara, e deixaram muita saudade: a TV Litoral e a TV Mar.

Logomarca da TV Litoral

TV Litoral

A origem da TV Litoral é, na verdade, do finalzinho dos anos 1970, quando, segundo consta, em 1978 começou a funcionar como televisão de circuito fechado.

Sabe onde?

Na Estação Rodoviária de Santos.

Da cabine onde hoje é o centro administrativo e de operações da Rodoviária, ficavam, digamos, os “estúdios” da TV Litoral.

A programação era produzida, transmitida e exibida por ali mesmo, em televisores instalados na área antecedente às plataformas.

No final dos anos 1980, o empresário Lupércio Mussi, “dono” da “TV da Rodoviária”, obteve outorga do governo federal para explorar um canal de televisão aberta, em UHF. Com isso, em 1991, a TV Litoral ultrapassou os limites da rodoviária e passou a alcançar Santos e boa parte da costa paulista.

Inovando no jornalismo televisivo local

Foi pioneira no telejornalismo local, com o Jornal da Litoral, caracterizado pela diversidade de pautas, pela abordagem crítica e plural, o que logo lhe deu credibilidade.

Do Jornal da Litoral, nasceu o Esporte por Esporte. Primeiramente, como um quadro; depois, como programa à parte.

Era ancorado por Armando Gomes (1943-2020). Fez tanto sucesso que o programa foi assumido pela emissora que sucedeu a TV Litoral – a Santa Cecília TV, em operação desde 1997.

Armando Gomes partiu recentemente, mas o Esporte por Esporte segue firme como mesa redonda a discutir o futebol, enfatizando os clubes de Santos e região.

A TV Litoral deixou de existir faz quase um quarto de século, porém mora ainda na memória dos santistas.

Assim como a TV Mar, que entrou no ar em 1993, afiliada à TV Manchete (outro ícone da televisão brasileira).

www.juicysantos.com.br - Programas de TV em Santos que marcaram os anos 90

Logomarca da TV Mar

TV Mar

Da TV Mar, surgiram verdadeiros patrimônios da história do jornalismo, da comunicação e do entretenimento televisivo em Santos.

Quem chegou neste texto até aqui seguramente se lembra do Ilha Porchat na TV, apresentado por Odárcio Ducci (1942-2016) nos anos 1990.

Com a atração, Ducci resgatava, via televisão, os tempos áureos do Ilha Porchat Club, famoso pelas Noites nos Mares do Sul.

Era um programa de auditório raiz. E, embora guardando semelhanças com os programas de Chacrinha, Bolinha e Raul Gil, tinha identidade própria. Foi vitrine para muita gente da música e da dança, da região.

www.juicysantos.com.br - Programas de TV em Santos que marcaram os anos 90

Odárcio Ducci e o Ilha Porchat na TV, na TV Mar, anos 90. Foto: frame do vídeo

Avô da Twitch

Os adolescentes da época também devem se recordar do Mar Games que, como o nome diz, mergulhava no universo dos jogos eletrônicos. Precursor, muito antes, dos atuais canais de YouTube ou da Twitch especializados no assunto.

A interatividade se dava por cartas. Jogos de Nintendo 64 e Playstation eram os que predominavam no show, apresentado por Carina Paiva e David Rangel.

www.juicysantos.com.br - Programas de TV em Santos que marcaram os anos 90

Programa VIP, por sua vez, era a referência em colunismo social televisionado.

O Mar em Manchet era um telejornal local que reproduzia qualidade dos telejornais nacionais da TV Manchete.

Emblemático também foi o Opinião, conduzido pelo jornalista Hélio Ansaldo (1924-1997). Notícias eram analisadas pelos debatedores, veteranos, em mesa-redonda, em cenário neutro, com som ambiente do estúdio muito presente. Por tudo isso, era popularmente chamado como “jornal da tosse” ou “jornal do pigarro”.

Com o fim da TV Manchete, em 1999, a TV Mar se tornou afiliada à Record. Até que, em 2004, foi adquirida por esta, tornando-se a atual Record Litoral.

E você, que lembranças tem de emissoras e programas de TV que marcaram época em Santos?

*A coluna Santos90, dedicada a resgatar a memória da cidade e da região na década mais divertida do século XX, tem autoria de Wagner de Alcântara Aragão, em colaboração para o Juicy Santos.