Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 23 anos - Santos

Conselheiro Nébias: a avenida do conhecimento

A Avenida Conselheiro Nébias não é só uma das mais extensas e importantes da cidade de Santos. Cabe a ela também o título de  “avenida do conhecimento”.

Isso por que existem, nos 4.4 quilômetros que ligam a praia ao estuário, mais de 20 complexos educacionais.

A tendência teve início, segundo registros, na década de 80. Quem trafega hoje por ali percebe que esse setor só cresce na via.

fotos036

Foto: Almanaque da Baixada Santista 1976, de Olao Rodrigues

A quantidade de escolas de ensino médio, técnico, de idiomas e faculdades explica o motivo do grande número de ônibus que passam por ali – quase sempre lotados – ainda mais os intermunicipais (934EX1, em especial).

No total, hoje, são 21 instituições. Tem cursinho e colégio Objetivo, escola municipal, creche, COC, Stella Maris, além das Universidades Santa Cecilia, Católica Unisantos, Unimes, Strong, Esags e um polo integrado da Unip. Wizard, Yázigi e CNA. Completam a lista Escola Ordem e Progresso, Treinasse, clube Rotary, Liceu Santista e Colégio Positivus.

Em 1980, uma reportagem de jornal falava sobre a dificuldade de transitar de carro pela “Conselheiro”. Aconselho (e isso não é um trocadilho) que se mantenham longe no horário de entrada e saída das escolas.

20140616_201348

Mas, quem pensa que são só colégios que fazem a via, se engana. Ela é ainda casa de mercados, inúmeras agências bancarias, restaurantes, clinicas médicas, bares. Tem de tudo.

Quem foi Conselheiro Nébias?

Santista, Joaquim Otávio Nébias, foi uma figura importante na política brasileira. Além de  ter sido conselheiro imperial de D. Pedro II, coube a ele ainda os cargos de juiz municipal de Santos e deputado providencial, entre outros.

A avenida, no entanto, nem sempre teve esse nome. Conhecida inicialmente como “Otaviana”, foi apenas em 1887, em uma sessão da Câmara de Vereadores, que a mudança ocorreu.