Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
37 anos - Santos

Carrinhos do CPE: precursores dos hypados foodtrucks?

Foodtruck tá na moda! É super dixcolado juntar os amigos e desbravar as cozinhas itinerantes que se proliferam nas capitais brasileiras. Mas peraí! Quase toda matéria que fala sobre foodtrucks diz que essa onda “começou fora do Brasil e agora chega aqui”.

Contestamos* esse jornalismo que  não leva em consideração nossa pioneira Santos que já sabia muito bem o que eram os foodtrucks enquanto os Menudos tocavam no rádio e os habitantes da ilha usavam calças semibaggy da Pakalolo.

Seriam os carrinhos do CPE precursores dos hypados foodtrucks?

A inspiração desse  post veio do Rafael Leite, que postou essa foto em seu Facebook, com um texto g-e-n-i-a-l.

foodtrucks-carrinhos-cpe

“Não amigos, isso não é a Oscar Freire, nem o estacionamento do Shopping Iguatemi sob efeito de um filtro do Instagram. Isso é a orla de Santos, nos idos anos 80, sendo super avant-garde e ditando ~tendencias~ com seus “food trucks”, até então chamados simpaticamente de “carrinhos de lanche”. era tudo tão mais fácil…”
Leite, Rafael. 

Os foodtrucks (ou carrinhos de lance do CPE / dos canais) fazem parte da história da nossa cultura musical. Não só de Santos, como do Brasil inteiro!

Explico: você sabia que o nome da banda Charlie Brown Jr. surgiu quando o Chorão e os músicos atropelaram um desses carrinhos cujo nome era Charlie Brown? Ou seja, um suposto foodtruck batizou uma das bandas mais importantes do país e mudou a história do rock!

O nome da concentração de foodtrucks (CPE) também leva a fama de ter sido responsável pelo aumento do tamanho da população de Santos. A sigla CPE – na cultura popular santista – significa Centro de Paquera  do Embaré. Ou seja, você, que está lendo esse texto pode estar vivo só porque seu pai piscou para sua mãe em frente a um… foodtruck!

Para tornar ainda a vida mais complexa, é notável que Santos tem protótipos de foodtrucks em suas areias que alimentavam as farofas dos nossos avós! Olha só a imagem a seguir, dos anos 70.

Como lidar com isso? E a gente aqui se achando moderninho por ter iPhone…

Se você é daqueles malas que gosta de saber novidades antes de todo mundo, fica a dica: quando um amigo convidar você pra petiscar num foodtruck contemporâneo, responda assim: “#OLD, lá em Santos a gente come em foodtruck desde criancinha”.

foodtrucks-carrinhos-cpe2Crédito da imagem: blog Caiçara

 

foodtrucks-carrinhos-anos70Crédito da imagem: Novo Milênio

É tudo carrinho de comida, gente.

E quem gosta desse babado, clica aqui.

* contém ironia.