19/12/2011 Por Nathalia Ilovatte Para visitar, Turismo em Santos

Centro Histórico de Santos em fotos

Sabe quando você descobre que é um turista na propria cidade? Pois bem.

Nossa amiga Andreia Portuguesa está voltando para a terrinha (leia com sotaque de Aveiro) e antes que ela partisse com a impressão de que Santos é apenas orla e botecos, fizemos um tour deveras enriquecedor por este nosso Centro Histórico que também não é apenas botecos. Ao longo do passeio descobrimos construções lindas e uma história que se mistura com lembranças bem pessoais.

Para um santista de 20 e poucos, 30 anos, andar pelo centro da cidade é se sentir dentro das memórias das avós e bisavós. As histórias sobre a primeira metade do século XX parecem vivas naquelas ruelas de paralelepípedo. Para um turista, acredito que seja a descoberta de uma cidade com arquitetura e antigos costumes trazidos lá de Portugal, e que hoje se divide entre preservar a própria história e se adaptar ao contemporâneo.

O passeio pelo centro começou na Cadeia Velha, em frente à rodoviária da cidade, passou pela rua João Pessoa, Praça Mauá, rua do Comércio, XV de novembro e acabou com um tour de bondinho. Para quem é de fora e não conhece o centro, recomendo ir direto à Praça Mauá para ver o palácio da prefeitura, o prédio do correio e, enfim, pegar o bonde. Os guias turísticos contam as histórias de cada ponto do trajeto e, depois dos 40 minutos de passeio, fica mais fácil caminhar a pé pelas ruas sem se perder. Veja no site do bonde o trajeto dele.

Outras dicas:

– Vá em um sábado, e se possível perto da hora do almoço. Dá para almoçar por lá e conhecer os pontos turísticos antes das 17h, quando os lugares começam a fechar;

– Se tiver crianças pequenas ou idosos, planeje o trajeto para não se aventurar pelos paralelepípedos desnecessariamente. No geral, as calçadas são bem conservadas e desobstruídas, mas as pedras e paralelepípedos sempre dão um trabalho a mais para quem já não se locomove com muita facilidade;

– Caso queira desbravar esta cidade com sua câmera fotográfica, vá em grupo. O centro tem pouco movimento aos fins de semana e, infelizmente, existe o risco (embora pequeno) de voltar para casa sem câmera…

Passeio de bonde. Prefeitura e Correios

Praça Barão do Rio Branco

Pantheon dos Andradas

Igreja Nossa Senhora do Carmo

Pastel do Carioca. Peçam o de carne

Cais

Cadeia Velha