Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Dossiê das máscaras de tecido: o que você precisa saber antes de sair

Como está a sua família?

Esperamos que todos estejam bem e conseguindo ficar em casa. Mas, se for necessário sair do isolamento, aqui vai um lembrete: use máscara!

Desde a última sexta-feira, 1º de maio, o uso de máscaras passou a ser obrigatório em Santos. E está rolando multa para os esquecidinhos, viu?

Provavelmente, você já sabe disso. Mas vale reforçar. 

De acordo com o decreto 8944, de 23 de abril de 2020, o uso de máscaras em Santos é obrigatório durante o deslocamento de pessoas pelos bens públicos e estabelecimentos com funcionamento autorizado na cidade.

A multa para quem não usar máscara em Santos custa R$ 100. Já estabelecimentos que permitirem circulação sem máscaras desembolsam R$ 3.000.

www.juicysantos.com.br - tudo sobre as máscaras de tecido

Tá, mas por que usar máscaras de tecido?

Quando a quarentena começou, a indicação era que apenas pessoas com os sintomas da COVID-19 usassem máscaras. Isso porque, na época, as farmácias ficaram sem estoque de máscaras descartáveis e, consecutivamente, estava faltando para pessoas doentes, suspeitos e quem trabalha na linha de frente ao combate ao coronavírus. Agora a indicação mudou, é para todo mundo usar, porém a máscara de tecido.

Em outras palavras, aquelas que você encomenda com uma costureira aí no seu bairro – feita em folha dupla de tecido.

“Mesmo que as máscaras caseiras não sejam as ideais como as cirúrgicas, se todo mundo as usar, a chance de zerar a transmissão do vírus é altíssima”, explica o médico infectologista Ricardo Hayden.

De acordo com ele, existem estudos em vários países como, por exemplo, República Tcheca, Taiwan e Hong Kong, que mostraram que o uso de máscaras funcionou muito bem.

Apesar disso, ela lembra que a máscara é um item apenas para situações de necessidade extrema. A regra continua sendo: fique em casa sempre que possível e, se acaso for sair, use máscara e mantenha distância de, no mínimo, 2 metros das pessoas.

Como usar as máscaras de tecido

Para que esse efeito de fato aconteça, uma coisa é importante: usar a máscara da maneira correta.

Isso significa que você não pode, por exemplo, usar a mesma máscara durante vários dias ou então ficar passando a mão para coçar o nariz. Aliás, segundo o especialista as máscaras devem ser trocadas a cada duas ou três horas.

“Quando for sair de casa, a pessoa deve fazer uma conta do tempo que terá que ficar na rua e levar um estoque para substituir quando necessário, com segurança”.

Além disso, na hora de tirar a máscara do rosto, é importante pega-la pelo elástico. Para, deste modo, evitar uma possível contaminação.

www.juicysantos.com.br - como limpar mascara de pano

Logo em seguida, a higienização deve ser feita, para garantir um novo uso com segurança. Em resumo, o processo deve ser:

  • Colocar de molho na água e sabão por 15-20 minutos;
  • Enxaguar;
  • Colocar para secar em um local seguro;
  • Passar a ferro, pois o calor complementa o papel de eliminar o vírus.

Também não pode compartilhar com outras pessoas a mesma máscara. Cada um precisa ter a sua.

É importante lembrar que as crianças também precisam usar máscaras. Mas elas devem ser adequadas para o tamanho do rosto, ou seja, menores que as padrões.

Onde comprar ou pegar máscara em Santos

Quem acompanha o Juicy Santos já deve ter visto que nós listamos costureiras de Santos e região que aceitam encomendas de máscaras. Desde que o conteúdo está disponível, nós temos atualizado com mais contatos. Então, possivelmente, você encontrará alguém próximo de você ou que entregue.

www.juicysantos.com.br - multa para quem não usar máscara em santos pode chegar a R$ 3 mil - foto de mulher ruiva com máscara de tecido

Mas, se acaso o orçamento da sua casa estiver apertado, dá para retirar a sua gratuitamente.

O Fundo Social de Solidariedade de Santos adquiriu 200 mil máscaras de confecções da cidade. Parte delas está sendo distribuída gratuitamente para pessoas em situações de vulnerabilidade. A distribuição acontece nas policlínicas da cidade. Basta ir à unidade onde recebe atendimento com um documento em mãos 🙂

Se preferir, também pode confeccionar a sua máscara em casa. De acordo com o infectologista, o ideal é que a máscara seja feita em folha dupla de tecido. E você pode usar um tecido que tem em casa. Pois, do ponto de vista da eficácia de proteção, o jeans é a melhor escolha.

“Pode ser feita com um pedaço de calça jeans velha ou de camisetas de algodão. O tecido sintético não é recomendável”.

Esse vídeo tem o passo-a-passo da confecção:

Diferença entre a máscara profissional e a de tecido

Em resumo, a diferença entre a máscara de tecido e a vendida na farmácia é o efeito protetor. Já que são profissionais, chamadas inclusive de máscaras cirúrgicas, aquelas vendidas na farmácia têm um filtro protetor que as máscaras de tecido não possuem.

Por outro lado, temos que destacar: se você adquiriu uma dessas na farmácia e acha que está mais protegido com ela, não é bem assim. Mesmo as máscaras profissionais precisam ser trocadas de tempos em tempos e, diferente das de tecido, não existe a possibilidade de reutilizar – pois elas são descartáveis. O mesmo é válido para as máscaras de TNT.

E quem usa óculos?

Muita gente pergunta como fazer para não embaçar os óculos quando estiver usando máscaras.

Isso acontece porque, quando se respira dentro da máscara, o ar quente expelido pelo nariz sai pela brecha superior dela. Ele vai direto para as lentes e as embaça.

Uma das formas de evitar é colocar um lencinho de papel ou pedaço de papel higiênico rente à borda superior da máscara. Também dá para “grudar” a máscara na pele com um pedaço de curativo adesivo. Assim, o ar não tem espaço para sair por cima.

Mas, se você achar isso desconfortável, há um outro truque.

Lave com sabão e água e deixe secar no ar, para criar uma película de proteção. Importante: não use saliva para limpar os óculos! Lembre-se que estamos lidando com um vírus transmitido pelo ar e pelas vias respiratórias.