15/05/2018 Por Ludmilla Rossi Carreira e crescimento

Entrevista de Emprego: 6 Perguntas para Você Fazer

Muita gente tem uma visão distorcida sobre a entrevista de emprego: que você deve “fingir que entendeu” e não deve arriscar fazer perguntas. Mas a realidade é outra: os recrutadores cada vez mais esperam profissionais que tenham um modelo mental e um comportamento proativo, começando pela entrevista.

Lógico que isso depende de área para área, mas é importante que você crie estratégias na sua entrevista de emprego para se destacar de todos os outros candidatos. Nós já falamos sobre como as emoções podem ajudar quando você estiver disputando uma vaga e agora sugerimos perguntas para você fazer para o seu entrevistador.

No primeiro momento pode parecer estranho inverter o jogo e fazer perguntas para quem está te entrevistando. Entretanto isso poderá causar uma excelente impressão sobre como você pensa. Lembre-se que é importante esperar o momento certo para fazer essas perguntas e que quase sempre é o próprio recrutador que oferece essa abertura.

Mesmo quando o entrevistador dá essa liberdade para o candidato, é surpreendente como as pessoas não aproveitam essa oportunidade. Fazer perguntas estratégicas é a maneira mais eficiente de se qualificar para uma vaga.

Vamos pensar no mundo hoje: ele está muito mais voltado para quem faz as perguntas certas e não para quem acerta as respostas.

Pense que quem busca um trabalho e é contratado passará no mínimo 40 horas por semana naquele local e isso terá um impacto direto na sua vida.

Então por que não perguntar? Você precisa fazer as perguntas que são importantes para você!

Não pergunte de maneira óbvia

Muitos candidatos caem na ansiedade de perguntar sobre a jornada ou local de trabalho nos primeiros instantes. Essas são perguntas importantes, mas não são as primeiras que devem ser feitas. Para o entrevistador é importante que você demonstre interesse em como o trabalho é feito, quais são os desafios e expectativas. Espere o entrevistador tocar na formalização dos horários ou local do trabalho – se a pessoa fizer questão de lhe explicar isso, considere um bom sinal.

Uma pergunta diferente para a mesma resposta

  • Troque Quais são os horários? por Como funciona a rotina dessa posição?
  • Troque Onde fica o escritório? por uma boa pesquisa no Google. Depois de saber onde fica a empresa, pergunte: Quem for contratado irá trabalhar na unidade da Rua X?
  • Troque Qual é o trabalho? por Eu entendi que serei responsável por X, Y e Z. É isso mesmo?
  • Troque Quando você vai dar a resposta? por Quais são os próximos passos desse processo seletivo?

Entre outras perguntas. Antes da entrevista é fundamental que você liste tudo o que você deseja saber. Ir preparado para uma entrevista de emprego muda totalmente suas chances de ser bem visto pelo entrevistador. Mostre reciprocidade pela empresa que quer ouvir você.

Nós listamos algumas boas perguntas para você fazer e aumentar suas chances de ser contratadoX.

Vaga de emprego

1. Como a empresa vai medir o sucesso da pessoa nessa posição?

Se você fizer essa pergunta vai obter com clareza a resposta de quais são as expectativas de quem está do outro lado. O sucesso para a área de vendas pode ser medido através da geração de leads ou de negócios fechados. O sucesso de um profissional de social media pode ser medido através do engajamento do conteúdo que ele produz ou através dos leads que esse conteúdo gera. O sucesso de um profissional de produção pode ser medido pela quantidade de insumos produzidos. O sucesso de um atendente pode ser medido pela avaliação do cliente.

Além disso o entrevistador poderá oferecer respostas menos precisas e você deve estar preparado para isso. Ele pode responder sobre o que deixaria o gestor da área feliz, ampliando essa resposta para o sucesso de uma equipe – e não apenas do candidato. Nesse momento, tente descobrir

  • O que deixaria o gestor feliz?
  • Qual é o objetivo da empresa nesse setor?
  • O que significaria fazer um bom trabalho nessa equipe?

Lembre-se sempre de ler o entrevistador e perceba se ele deseja mudar de assunto ou se ele está interessado em responder às suas perguntas.

2. Quais são as suas expectativas e desafios que devo esperar?

Essa pergunta é provocativa e você poderá duas reações: a de um recrutador disposto a abrir o coração ou alguém que não irá revelar as informações nesse momento.

Se o recrutador abrir os desafios com franqueza, prepare-se para conversar mais sobre isso. Mostre interesse sincero e curiosidade pelos problemas e desafios que a empresa enfrenta. Nesse momento você pode “trazer para a mesa” algumas das experiências anteriores que você enfrentou que sejam similares aos desafios colocados pelo recrutador. É a maneira mais humilde e prática de demonstrar sua experiência e mostrar que você é a pessoa ideal para a vaga.

Não é fácil numa entrevista assumir todas as expectativas depositadas no candidato, geralmente os entrevistadores respondem essa questão de maneira genérica e abstrata. Evite se contentar com respostas como comprometimento e pontualidade. Nesse momento é importante você demonstrar um exemplo prático de comprometimento no seu trabalho anterior. Seja estratégicX nessa colocação.

3. Existe algo que complemente o job description divulgado?

Faça essa pergunta para entrevistadores que deixarem você muito à vontade. A razão é simples: o job description (descritivo da vaga) muitas vezes é escrito por pessoas que estão distantes da operação do dia à dia – ou não estão atualizados. É só pensar em como o mercado mudou nas últimas décadas com a revolução digital e que muitos departamentos de recursos humanos nem tiveram tempo de acompanhar tantas mudanças.

Não é incomum se deparar com um job description que mais parece ter sido escrito por um robô e não por um ser humano. Fazer essa pergunta é importante para saber o que está nas entrelinhas, que às vezes pode ser mais determinante que o que está escrito oficialmente.

4. Quais foram as práticas excelentes de quem estava nessa posição anteriormente?

Essa pergunta é importante para entender quão alto (ou baixo) está o sarrafo desse processo seletivo. Muitas vezes o recrutador pode não saber responder essa pergunta e ela poderá ser mais aplicável para empresas de menor porte, mas ela pode revelar muito sobre suas chances de obter a vaga.

É um exercício de reconhecimento para quem fez um excelente trabalho anteriormente, já preparando você para entender as expectativas e o nível do legado deixado pelos antecessores dessa posição. Por incrível que pareça, essa pergunta vale até para quem está procurando estágio.

5. ____________________?

Pergunte ou mencione uma curiosidade, ou seja, o que você realmente quer saber. Vale perguntar sobre algo que você leu sobre a empresa, algum projeto, iniciativa ou benfeitoria que a companhia tenha realizado. Mostre interesse e conhecimento pregresso.

Ou simplesmente coloque algo que você deseja saber sobre a organização.

6. Próximos passos?

Se você está curiosX em saber quando o processo seletivo será finalizado pergunte: Quais são os próximos passos desse processo seletivo? ou Como está o cronograma para a sua decisão? Assim os limites (de ambas as partes) já serão deixados claros e você já controlará sua ansiedade.

Os processos seletivos não costumam ser tão precisos, mas não é normal levar duas semanas a mais para dar uma resposta. Então é perfeitamente natural e  aceitável que você entre em contato com o recrutador para saber qual o status do processo seletivo. Não tenha vergonha de entrar em contato, afinal você também investiu seu tempo na entrevista de emprego. Além de demonstrar interesse na vaga.

Não esqueça:

  • Prepare-se para a entrevista mas não seja artificial
  • Entenda o entrevistador e seja protagonista a partir disso
  • E veja mais das nossas dicas sobre carreira e crescimento