Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Afinal, qual é o uso correto das máscaras? 55% dos santistas não sabem

  • 1
    Share

O uso de máscaras é obrigatório em Santos e região desde o início de abril.

Você, obviamente, está cansado de saber disso. E tem ao menos uma máscara para chamar de sua, certo? Mas você sabe como deve utilizar o equipamento para, de fato, se proteger do coronavírus?

Antes de responder que sim, dá uma olhada nos resultados de uma pesquisa feito pelos alunos de medicina da São Judas – Campus Cubatão.

O levantamento, feito em cinco cidades da Baixada Santista, aponta que 55% das pessoas não sabe usar a máscara.

www.juicysantos.com.br - qual é o uso correto das máscaras 55% dos santistas não sabem

E você sabe qual é o uso correto das máscaras?

Essa foi a pergunta feita pelos alunos de Medicina para moradores de:

  • Cubatão;
  • Praia Grande;
  • Santos;
  • São Vicente;
  • Guarujá.

Os dados mostram que 40% das pessoas dos entrevistados (um assustador total de 12.588 pessoas!) não utilizava a máscara de maneira correta. Ou seja, o equipamento não estava de fato as protegendo de serem contaminadas pela COVID-19. Enquanto 15% dos entrevistados simplesmente não estavam usando a máscara – apesar da obrigatoriedade e possibilidade de multa.

Veja opções para comprar a sua máscara em Santos e região

Segundo o infectologista e professor Evaldo Stanislau, o resultado é preocupante. Afinal, o uso errado da máscara não garante qualquer eficácia. Sim, você pode alertar aquele vizinho ou pedestre que não adianta nada andar por aí com a máscara abaixo do nariz.

Ainda segundo ele, para que a máscara de fato esteja protegendo o usuário, é necessário:

  • Higienizar as mãos antes de colocá-la;
  • Manuseá-la apenas pelo elástico ou alça;
  • Cobrir nariz e boca e ficar bem ajustada no rosto.

Além disso, é importante não mexer na máscara ou ficar tocando nela.

Aqui tem um dossiê completo das máscaras: tudo o que você precisa saber sobre elas antes de sair de casa

E, caso você vá ficar na rua por mais de 4 horas, lembre sempre de ter outra máscara com você. Porque, após o período de 4 a 6 horas, no máximo, ela deve ser substituída. Também é importante trocar a máscara caso ela suje ou molhe durante o uso.