Ludmilla Rossi
Texto porLudmilla Rossi
37 anos - Santos

Silvio Navas, um dublador santista que já passou pela sua vida

Al Pacino, Charlie Chaplin, MummRa, Papai Smurf, Fred Astaire, Gene Hackman, Gerard Depardieu, Humphrey Bogart, Joe Pesci e Darth Vader tem muito em comum. E isso não é uma charadinha, mas um fato. Todos eles pediram emprestada a voz de um santista, de nome Silvio Navas. Recebemos essa dica do Wayne, e mandei um e-mail pra Silvio. Nesse próprio e-mail Silvio adicionou o número de seus telefones, e pediu para eu ligar para ele caso precisasse de mais alguma informação.

Não perdi a oportunidade e em alguns instantes estava falando com o dublador. Sim, eu me contive. Não pedi para ele fazer o “MummRa”, afinal em todas as palestras que ele ministra, pedem para que ele faça isso. Mandei as perguntas por e-mail , antes de ligar. E Silvio brincou comigo: “Nossa, você foi longe hein? Você lembra do Morcegão?” – “Claro que sim“, respondi.

Em 1986 eu era viciada no filme As peripécias de um ratinho detetive, e a voz de Silvio estava lá presente, através do vilão Morcegão. Certamente Silvio já passou pela sua vida. Uma honra ter esse talento santista presente aqui no Juicy Santos! 🙂

 

JS – Você é considerado uma lenda viva da dublagem no Brasil. Conte-nos: como descobriu a profissão, e há quanto tempo trabalha com isso?
SN – Fui convidado pelo Older Cazarré, ator, humorista, dublador, diretor de dublagem, pra conhecer a A.I.C. – Arte Industrial Cinematográfica. Já tenho 49 anos de profissional em dublagem.

JS – Você continua dublando?
SN- No momento não estou dublando.

JS – Quais foram os personagens ou trabalhos que mais te marcaram?
SN – Os fãs gostam muito de Darth Vader (Star Wars), MummRa (Thundercats), Papai Smurf, Vaidoso e Fazendeiro (Os Smurfs).

JS – Essa é para quem viveu a infância nos anos 80. Você dublou Fidget (O Morcegão) do filme “As peripécias do ratinho detetive”, um clássico da Disney. Como é fazer esse tipo de trabalho? Que outros trabalhos você fez para a Disney?
SN – Gosto de criar vozes para desenhos animados. Difícil lembrar de todos, mas lembro do Mercador em Aladdin,o Chapeleiro Maluco em Alice no País das Maravilhas.

JS – Você dublou também Fred Flinstone (John Goodman no filme), Papai Smurf (The Smurfs), Mun-Rá (Thundercats). Como é lidar com um portifólio de tamanho peso?
SN- Não existe peso num portofólio. Portofólio pra mim é como um “Nectar dos Deuses”, pra ser saboreado em pequenos goles. O que seria do azul se todos gostassem…

JS – Que outros tipos de trabalho você faz?
SN – Gravo comerciais (voz coloquial ou caricata) para spots de rádio e filmes publicitários, narrações e vou a eventos (animes e outros).

JS – Você faz algum trabalho para o mercado de Santos ou trabalha para o mercado de São Paulo?
SN – Santos e SP normalmente e também o que chamam de SP2 (tipo Norte, Nordeste).

JS – Qual a sua relação com a cidade de Santos?
SN – Minha namorada, que sempre aguarda minha volta…

JS – E com a música? Que tipos de música e vozes mais aprecia?
SN – Rock n’ Roll!!! Desde os bons tempos de Bill Haley, Elvis Presley, Rolling Stones, The Beatles. E ainda Tom Jones, Guns n’ Roses, Pink Floyd, AC/DC, Scorpions…

JS – Pelo seu portifólio nota-se que a sua voz é muito versátil. Como funciona essa transformação? Quantos tipos de voz é capaz de fazer?
SN – Todo mundo pode ter uma voz versátil, basta tentar. Coloca-se a voz no diapasão necessário (de acordo com a cara do freguês). Agora quantos tipos é difícil responder, digamos que, tantos quantos forem necessários)

JS – Muitos leitores do Juicy Santos cresceram passando horas em contato com a sua voz sem conhecer você. Como é a relação do dublador com seus personagens? E com os fãs, existe algum tipo de assédio ou perda de privacidade?
SN – Tudo o que tenho na vida, devo a minha voz, como não amar meus personagens? Se todo tipo de assédio fosse como os que “sofro” por parte de meus fãs, que maravilha seria… Não perco a privacidade…basta não falar…rsrsrs

JS – Quais dicas você daria para quem quer iniciar na área? Você presta consultoria, dá cursos ou palestras?
SN – Fazer um curso de ator e um curso de dublagem. Dou Consultoria Artística, em total sigilo, o que é necessário, pq as vezes o contratante
já é famoso e não quer se expor. Tenho um Curso Livre de Dublagem, em Santos. Um Curso Livre Itinerante de Dublagem, que vai a qualquer cidade do país, desde que não seja uma praça oficial de dublagem (tipo SP e RIO). E dou palestras e workshops em qualquer cidade do país.

Quem quiser falar comigo sobre esses trabalhos pode telefonar para: (13) 3273-4972 / 3307-0237