Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 24 anos - Santos

Expo Valentina – exposição de aluna autista de Santos tem 60 obras lindas

Receber um diagnóstico, seja ele qual for, não é fácil.

Mas pode ser ainda mais doloroso quando ele acontece com alguém que você ama, como um filho, por exemplo, e envolve uma palavra até então desconhecida. Assim são os casos de autismo. E a jornada tende a ser solitária, já que a população também não conhece muito sobre a síndrome. E, às vezes, não se esforça para entender esse mundo.

Recentemente, Santos anunciou uma escola pública voltada para quem vive no espectro. Uma conquista das mães e pais de autistas da cidade. Mas, enquanto o equipamento não abre, outra notícia aqueceu o coração dessas famílias: uma exposição de aluna autista de Santos!

Expo Valentina – exposição de aluna autista de Santos

Valentina de Souza Malvezi tem 9 anos e vive no espectro. Entre outras coisas, ela AMA desenhar e nesse fim de ano teve a primeira exposição montada com base em seu acervo. A Expo Valentina aconteceu na escola Emília Maria Reis.

juicysantos.com.br - exposição de aluna autista de Santos

Os 60 desenhos estão expostos em uma sala de aula. Em geral, desenhos abstratos, autorais, traçados e pintados com aplicativos como Pixart Imaging e Artflow. Todas mostraram o dom artístico aguçado da pequena aluna.

Valentina usa cores fortes, tem senso de proporção e detalhe. Além disso, ama desenhar a figura feminina. Sua mãe, Gláucia Rosiane Caetano de Souza diz que a artista desenha desde os dois anos e meio. Mas que nos últimos tempos se encantou com os aplicativos de desenho e está fascinada.

“É difícil ver um incentivo, às vezes leva tempo para descobrir o que a criança gosta de fazer e no que vai se desenvolver”, comenta sobre a exposição.

juicysantos.com.br - exposição de aluna autista de Santos

“É uma forma de ela se expressar. Desenhando, ela se acalma, se organiza e expõe a emoção dela. Por isso, resolvemos valorizar este talento e fazer a exposição”, explica a diretora da unidade, Maria das Graças de Oliveira.

Ainda de acordo ela, o comportamento da aluna mudou muito desde que começou a desenhar.

Outros talentos

A exposição de Valentina, que também desenha com lápis de cor e canetinha, serviu como um caminho para os educadores da escola municipal descobrirem vocações nos outros 30 alunos com deficiência. Por isso, novas mostras vão acontecer a partir do próximo ano.

juicysantos.com.br - exposição de aluna autista de Santos

“Para o ano que vem, pretendemos expor as habilidades de outros estudantes. A ideia é mostrar que, na educação, não se pode rotular, minimizar. Temos que dar oportunidades e estar abertos ao diferente”.

Nós amamos a novidade e estamos ansiosos para visitar mais exposições desse tipo 🙂