Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 23 anos - Santos

Os melhores drinks com cachaça de Santos te esperam nesse fds

Poucas coisas são tão brasileiras (e santistas também) quanto a cachaça.

Brasileira, porque estamos falando de um destilado original do nosso país. E santista, pois o primeiro engenho de açúcar do país ficava aqui, no Morro da Nova Cintra. Ou seja, durante anos, tivemos uma produção de cachaças artesanais que motivaram muitas ressacas por aí…

Se você não dispensa uma boa bebida nos finais de semana, hoje é seu dia de sorte! Em 13 de setembro, comemora-se o Dia da Cachaça e, por isso, nós listamos os melhores drinks com cachaça de Santos.

juicysantos.com.br - drinks com cachaça de Santos

Confira a seleção, mande para a galera e bom rolê.

Os melhores drinks com cachaça de Santos

1. Caipirinhas do Arapuka

Apesar de servir um dos melhores gin tônica de Santos, o Arapuka também manda bem quando o assunto é caipirinha. E não dá para falar de caipirinha sem falar de cachaça, né? Por lá, você pode escolher a fruta (morango, limão, maracujá, abacaxi, kiwi, caju e pitaya) e também o destilado.

Os fãs da cachaça tem como opção: Velho Barreiro (R$ 16,90) e cachaça Leblon (R$ 21,90).

Além disso, dá pra pedir a dose das cachaças Leblon e Arapuka.

Onde: Rua Azevedo Sodré, 123, Gonzaga

2. Canal 8 Casual Bar

No Canal 8, a cachaça também está presente no cardápio junto com as caipirinhas.

A diferença é que, além da caipirinha tradicional (limão, morango, kiwi ou maracujá), você tem a chance de tomar o drink com cachaça artesanal. Nesse caso, os sabores são tangerina com dedo de moça, morango com limão siciliano, uva com manjericarão ou então dois limões com hortelã.

Onde: Av. Gov. Fernando Costa, 535, Ponta da Praia

3. Deleone Bar

Pode comemorar: o Deleone tem cachaça em drinks que não são caipirinha!

O Gambino, por exemplo, leva cachaça sagatiba, Red Bill Blue Edition e lima da Pérsia. Além dele, também dá para colocar cachaça em todas as criações do chef e, é claro, na caipirinha.

Onde: Rua Goiás, 146, Gonzaga

4. Bar do Dante

O cardápio do Dante não tem drinks. Mas, para compensar essa ausência, há uma sessão só com cachaças. Ou seja, fãs do destilado vão a loucura e quem acha que cachaça é tudo igual tem que ir ao Marapé com urgência.

No total, temos nove opções de cachaças. Entre elas estão: Ypióca, Weber Haus ou Gold (ambas orgânicas), Seleta, Boazinha e Salinas. Para acompanhar, pode pedir qualquer uma das porções. Mas, vai ser medo de ser feliz: no Dante, é tudo mega caprichado e enorme!

Onde: Rua Carvalho de Mendonça, 777, Marapé

5. Naus

Os drinks do Naus já se provaram prontinhos pra entrar no seu Instagram. Entre eles, dois têm cachaça na lista de ingredientes: o Mediterrâneo (cachaça Leblon, pasta de açaí e xarope de banana, acompanha 2 cubos de banana, granola, mel e espuma de banana) e o Pé na Areia (cachaça artesanal Leblon, xarope de amêndoas, amarula, canela em pó, açúcar).

Onde: Rua Tolentino Filgueiras, 55, Gonzaga

6. Pedra Baiana

Para acompanhar os pratos com tempero nordestino, o Pedra Baiana tem uma caipirinha mega diferente: de rapadura. A receita leva limão taiti, cachaça e rapadura e é maravilhosa.

Se você é um expert no assunto e conhece outros drinks com cachaça em Santos que deveriam estar a lista, conte pra gente nos comentários. Vai nos ajudar a decidir onde serão as próximas happy hours 🙂

Onde: Rua Alexandre Martins, 225, Aparecida

Santos é a terra da Caipirinha

Já que estamos falando de cachaça e drinks incríveis, aqui vai uma curiosidade: você sabia que a caipirinha nasceu em Santos?

Sim, o drink mais famoso do país surgiu em terras caiçaras!

De acordo com pesquisas, a mistura (que a gente ama) nasceu no fim da década de 50. Neste período os primeiro refrigeradores chegaram ao Brasil, através do Porto de Santos. Por isso, cubos de gelo se tornaram populares na cidade. Soma-se a isso o grade consumo de cachaça entre os santistas, uma vez que o primeiro engenho de açúcar do Brasil ficava no  Morro da Nova Cintra e, por isso, produzia-se muito por aqui.

Está se perguntando a razão do nome caipirinha? É que as cachaças santistas eram artesanais, ou seja, tinham o aroma e o sabor do bálsamo em que é envelhecida. Fato que levou a combinação entre gelo + açúcar + limão + cachaça a ser feita com cachaças vindas de Piracicaba.