Flávia Saad
Texto porFlávia Saad
38 anos - Santos (SP)

Como se mobilizar em tempos de coronavírus em Santos

Clique aqui e confira também nosso tema da semana

Os últimos dias têm sido bem diferentes e cheios de desafios aqui na região. Além de termos passado por um desastre com as enchentes e desabamentos, logo vieram as notícias da disseminação do coronavírus no Brasil e no mundo.

A cada clique, aumentam as preocupações e as tensões.

E pra quem, como nós, quer sempre gerar movimento entre as pessoas e as cidades aqui em Santos e região, todo esse cenário é bastante assustador.

Desde quinta-feira, vimos eventos serem cancelados, aulas suspensas nas escolas e encontros desmarcados. E isso, infelizmente, é apenas o começo. Nas próximas semanas, o grande desafio, em nível regional, nacional e global, é ficar em casa e exercitar nossa inteligência civil e nossa empatia com o coletivo.

www.juicysantos.com.br - coronavírus santos

Coronavírus em Santos: como está a situação?

Até o momento em que redigimos esta matéria (16 de março), nenhum caso de coronavírus em Santos foi confirmado. Mesmo assim, precisamos muito falar sobre isso e espalhar o maior número de informações possíveis, sem alarde, mas com muita responsabilidade.

Na manhã desta segunda-feira, prefeitos das 9 cidades da Baixada Santista se reuniram para listar medidas emergenciais neste momento de pandemia do COVID-19. As contingências são as seguintes:

  1. Escolas fechadas – aulas das escolas municipais estão suspensas por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira, 23 de março. Recomendação para as privadas.
  2. Equipamentos e atividades públicas – todos os equipamentos e atividades esportivas, culturais e de lazer serão suspensas a partir de terça (17) por tempo indeterminado, com exceção dos serviços de Saúde, Segurança e Assistência Social (abrigos e restaurantes populares – Bom Prato).
  3. Alteração do regime de trabalho das prefeituras – permitindo home office (trabalho em casa) de acordo com a deliberação das chefias imediatas, avaliando a idade, doenças preexistentes e de acordo com a natureza do serviço.
  4. Eventos públicos – cancelados.
  5. Eventos privados – suspensão de autorização para eventos privados por tempo indeterminado, incluindo os já autorizados.
  6. Locais de grande circulação – recomendação de restrição de circulação de público e atividades em locais como shopping, igreja, clube, centro comercial, cinema, teatro e similares. Força-tarefa para orientação de higiene e medidas preventivas.
  7. Plano Regional de Contingência – definição de pauta de demandas de recursos, insumos e equipamentos necessários para o enfrentamento da doença e assistência aos pacientes. A proposta conjunta será elaborada pelos secretários municipais de Saúde e Departamento Regional de Saúde (DRS-4) e encaminhada nesta segunda (16) ao Governo do Estado e Governo Federal.
  8. Comitê Metropolitano Permanente – colegiado com as nove prefeituras irá se reunir periodicamente para definir novas estratégias. A próxima reunião está marcada para quinta (19), às 9h30.
  9. Comunicação – campanha conjunta de divulgação das ações e medidas preventivas, com início nesta segunda (16). Destaque para a importância da adesão da sociedade, principalmente idosos e pessoas com comorbidades (grupos de risco) e jovens (principais agentes de transmissão da doença). Grupo de secretários municipais do setor desenvolverá material informativo.
  10. Visitas hospitalares – suspensas por tempo indeterminado. Será permitido apenas acompanhante que não tenha comorbidades.
  11. Suspensão de autorização para vans e ônibus de turismo – medida válida para todas as cidades da Baixada Santista por tempo indeterminado.

Vamos ficar juntos, mesmo separados

Para mantermos contato mais de perto, mesmo com a distância, criamos um grupo exclusivo no Telegram. Assim, vamos conseguir nos mobilizarmos e colaborarmos com esse movimento. Quando tudo isso passar teremos mais trocas de ideias, conhecimento e networking, além de saber de iniciativas legais na região. Ter esse grupo, pra gente, vai nos trazer um pouquinho mais para perto da normalidade.

Saúde também é financeira e mental

É muito importante que a gente fale além de saúde nesse momento. Precisamos falar de saúde mental e financeira e no grupo já rolaram pautas desse tipo.

www.juicysantos.com.br - home office em tempos de coronavírus

Quando falamos do isolamento social e da reclusão, também estamos pensando em:

  • Pessoas em determinadas situações sociais que não podem trabalhar remotamente. Se você tiver diarista, faxineiro(a) ou empregados domésticos em casa, puder dispensá-los do trabalho e ainda assim pagar por seus serviços, será uma atitude de altíssima inteligência social de sua parte;
  • Autônomos, que terão muitas consultas, atendimentos, visitas cancelados. Se for possível, continue pagando os serviços, mesmo que eles sejam prestados depois!
  • Pequenos empreendedores, que serão severamente impactados financeiramente com a ausência de pessoas nas ruas e com o cancelamento de eventos. Apoie os pequenos empreendedores que vão passar por dias difíceis. As grandes empresas geralmente conseguem absorver a diminuição no fluxo; os negócios de bairro, não.

Pense no coletivo

  • Converse no seu trabalho sobre a possibilidade de fazer home office. Transforme reuniões em videoconferências e utilize o e-mail como ferramenta principal de comunicação
  • Se a escola das crianças ainda não cancelou as aulas – e você pode evitar mandá-las para o colégio -, faça isso. A mesma coisa vale para atividades extracurriculares, como esportes e cursos
  • Fique de olho nos cancelamentos de eventos, encontros e reuniões – o Juicy Santos tem atualizado sempre essas informações
  • Estamos em uma fase em que beijos, abraços e cumprimentos devem ser deixados de lado. Vamos nos afastar um pouco nesse momento para voltarmos a ter esse contato físico o mais rápido possível
  • Aproveite o tempo em casa para ajeitá-la, arrumar o armário, colocar os livros e filmes em dia, aprender um trabalho manual. Ou mesmo preparar comidas diferentes
  • Não entre na pilha do desespero de quem está super estocando produtos na hora da compra no mercado. Compre apenas o necessário para não faltar insumos pra ninguém.
  • Compartilhe conteúdos de fontes confiáveis – e pense sempre duas vezes antes de apertar o botão de “enviar”. As fake news estão bombando e ninguém precisa disso agora.

Vale sempre repetir as medidas de prevenção contra o coronavírus recomendadas pelo Ministério da Saúde para evitar a proliferação do vírus

  • Lave super bem as mãos – e isso inclui dedos, unhas, punho, palma e dorso com água e sabão durante 20 segundos (dica: cante o refrão da sua música favorita enquanto faz isso)
  • De preferência, use toalhas de papel para secá-las
  • Limpe objetos com frequência, como telefones, maçanetas, cadeiras e mesas
  • Utilize uma solução de 1 parte de água sanitária para 9 partes de água para desinfetar a casa
  • Ao tossir ou espirrar, cubra a boca com lenço descartável e jogue no lixo
  • Evite tocar o rosto
  • Troque de roupsa – e lave-as – diariamente
  • Profissionais da saúde, cuidadores de idosos, mães que estão amamentando e pessoas diagnosticadas com o coronavírus devem SEMPRE usar máscara de proteção

Os sintomas do coronavírus incluem febre, seguida de tosse seca, que leva a dificuldades de respiração. A doença afeta os pulmões.

Os sinais começam a aparecer, geralmente, em cinco dias. Idosos estão mais vulneráveis à letalidade do coronavírus.

O período de incubação dura até 14 dias, segundo a Organização Mundial de Saúde.