Flávia Saad
Texto porFlávia Saad
37 anos - Santos (SP)

O dia em que 6 mil santistas puxaram no muque um navio no Porto de Santos

O último dia de maio de 1995 foi agitado em Santos. Pela primeira vez, a cidade participava do Dia do Desafio.

Criada no Canadá na década de 80 para incentivar a prática de atividades físicas, a data coloca cidades do mundo em uma competição saudável pra ver quem junta mais pessoas se mexendo. A proposta é que se faça, pelo menos, 15 minutos de exercícios e que isso se torne um hábito diário.

Naquele ano, Santos concorreu com a capital israelense de Tel-Aviv. E, claro, a galera foi pra cima com o objetivo de mostrar a nossa vocação esportiva.

O primeiro Dia do Desafio em Santos

O primeiro Dia do Desafio em Santos teve uma curiosidade bem interessante. Mais de 6 mil pessoas se reuniram no cais do Pòrto de Santos para puxar um navio de mais de 1.400 toneladas usando cordas e a própria força. Sim, você não leu errado.

www.juicysantos.com.br - dia do desafio em santos 1995Foto: Carlos Nogueira/Jornal A Tribuna

No Porto, havia representantes da ginástica olímpica, do judô, ciclismo, de todas academias de ginástica, trabalhadores portuários e autoridades.

O navio estava nas proximidades do Armazém 31. Foram 3 minutos de força total até encostar no cais. De acordo com a reportagem:

No local, 6.000 pessoas arregaçaram as mangas e atracaram uma draga e um batelão acoplados. O desempenho deu inveja até em prático da barra. Em três minutos, os barcos, que estavam a 30 metros de distância, encostaram no cais em meio a uma enorme festa.

A galera puxou um navio com o muque no Porto de Santos!

Na época, segundo reportagem do jornalista Mauro Massa em A Tribuna, reproduzida no site Novo Milênio, o então prefeito David Capistrano estava bem otimista com a vitória de Santos. Ele até mesmo participou desse desafio de puxar um navio com o muque! Veja esse trecho da matéria:

O petista Capistrano enfim ficou vermelho, ao menos no rosto. “Força, prefeito”, insistia o mesmo rapaz. E Capistrano não decepcionava. As veias do pescoço se encheram e saltaram, os sapatos – impróprios – escorregavam no chão liso. “Força, prefeito”, repetia o desalmado espectador.

Apesar de estar com a forma física comprometida, visivelmente acima do peso, Capistrano ficou feliz ao ver as embarcações atracadas e um microfone. “Conseguimos”, gritava ele em cima de um palco armado. Ali, parecia bem mais à vontade.

www.juicysantos.com.br - dia do desafio em santos 1995Foto: Irandy Ribas/Jornal A Tribuna

A cidade perdedora teve que hastear, no prédio da sua prefeitura a bandeira do município ganhador por uma semana.

No primeiro Dia do Desafio em Santos, o Sesc (que ainda não estava à frente da organização nacional do evento) montou um esquema na praia para quem quisesse se exercitar. O sistema de registro é o mesmo utilizado até hoje: telefonar para comunicar seus 15 minutos de atividade.

O resultado? Bom, Tel Aviv, às 19 horas, computou um total de 89 mil pessoas envolvidas nas atividades físicas. Enquanto isso, Santos, às 19h50, já somava 147 mil participantes.

Neste ano de 2019, vamos celebrar a 25ª participação do Dia do Desafio em Santos. E aí, bora fazer força?