Clique aqui e confira também nosso tema da semana

Victória Silva
Texto porVictória Silva
Jornalista, 23 anos - Santos

De Curitiba a Morretes de trem: uma viagem imperdível

Você sabia que é possível ir de Curitiba a Morretes de trem?

Esse é um dos passeios mais indicados entre os curitibanos para os turistas. Mas, mesmo assim, quando a gente pensa em Curitiba é comum que, primeiramente, as visitas se concentrem no Jardim Botânico e na Opera de Arame, por exemplo. Essas são duas atrações realmente imperdíveis na capital do Paraná. Porém, o rolê de trem precisa de mais planejamento do que elas. Então, se você pretende ir a Curitiba em breve, lembre-se: estude a possibilidade de ir de Curitiba a Morretes de trem antes de mais nada.

Quer um bom motivo para isso: simples, a viagem é considerada uma das mais bonitas de trem do mundo!

De Curitiba a Morretes de trem

Para começar, vamos a uma explicação: você não precisa fazer o trajeto de ida e volta de trem. Isso porque o passeio não sai muito barato e você pode se assustar. Em Morretes, é possível pegar um ônibus executivo de volta e o valor fica bem mais amigável 😉

www.juicysantos.com.br - De Curitiba a Morretes de tremImagem: Reprodução

Em resumo, o trajeto corta a Serra do Mar paranaense (pois é, não estamos falando da *nossa* Serra do Mar).

Em mais de 70 quilômetros, você vai passar por túneis, paredões de pedra, represas, montanhas e cachoeiras. O visual é simplesmente apaixonante!

Não é à toa que a viagem tenha tanta moral mundo afora, né? Além disso, a experiência é incrível.

O passeio completo leva cerca de 4 horas. Tempo que é utilizado para vislumbrar as paisagens, fazer fotos e também conhecer um pouco de história. Já que Morretes é uma cidade histórica e, de acordo com o que contam os guias, esse mesmo trajeto teria sido feito pela Princesa Isabel em 1884.

Quanto custa o passeio de Curitiba a Morretes de trem

Ficou interessado? Então vamos ao que interessa: os valores.

O trem é bem grande e, por isso, possui diferentes categorias disponíveis. Na hora de comprar a sua passagens (a indicação é fazer a reserva com antecedência, pois o passeio é bem disputado), você terá que escolher entre as classes:

  • Turística (R$ 125)
  • Camarote (R$ 235)
  • Imperial (R$ 235)
  • Litorina Luxo (R$ 265)
  • Barrão do Serro Azul (R$ 235)

Basicamente, funciona assim: a classe turística oferece assentos duplos em  um vagão intermediário; os camarotes são áreas reservadas para até quatro pessoas, com decoração clássica que remete ao início do século passado; a ala imperial também comporta quatro pessoas, mas com decoração dos anos 30; já a litorina conta com trens de luxo, sendo disponíveis três opções de carro; e, por fim, a Barrão do Serro Azul tem varanda panorâmica, o que é ótimo para quem quer tirar fotos e ver todos os detalhes da paisagem.

Conheça também o Parque Ecológico Imigrantes: o paraíso a 40 minutos de Santos

Em todas as categorias, estão incluídos um lanche (diferente em cada uma) e bebidas. O trem parte de Curitiba às 8h30 e você pode garantir seu lugar diretamente no site, em que dá para parcelar as passagens em até 6x. Em época de alta temporada (verão), o passeio acontece também em dias de semana.

Lembre-se: o valor da passagem vale apenas para o trajeto de ida! Se acaso você quiser voltar de trem, terá que pagar outra passagem 🙂

O que fazer em Morretes

Já colocou esse passeio na lista de desejos, né? Então vamos a algumas dicas sobre o que fazer em Morretes antes de voltar para Curitiba (seja de ônibus, Uber ou novamente de trem).

A cidade apresenta vários casarões antigos, ou seja, o paraíso dos apaixonados por arquitetura. O local também tem muitas oportunidade para ecoturismo e fãs da boa gastronomia. As paradas obrigatórias são os casarões, o Rio Nhundiaquara e o parque temático Paraná Encantado Hisgeopar. Nos entorno do Rio Nhundiaquara, ficam boa parte dos restaurantes da cidade. O difícil vai ser escolher o seu, porque todos valem a pena experimentar!

Boa viagem 🙂

Topo